COMPARTILHAR

Eles nas redes sociais

“Se o Brasil fosse um filme de ação, agora todo mundo se levantaria e sairia do cinema, reclamando que o roteiro é forçado demais.”

@tovarichpolzo

***

“Oi desculpa te mandei mensagem quando eu tava meio abalado emocionalmente mas já passou.”

@iahgos

 

GRÁVIDA de três meses, a bela capixaba Francielli Crespo no Club Med, em Angra dos Reis
GRÁVIDA de três meses, a bela capixaba Francielli Crespo no Club Med, em Angra dos Reis

 

 

Indiscutível

A confirmação do primeiro caso de febre amarela no Estado pede urgência de esclarecimentos e informações à população por parte das autoridades. Há, sim, pânico instalado, e o governo deve vir a público em uma campanha que explique com clareza todas as dúvidas dos capixabas e tantos mineiros que estão de férias por aqui. Porque a “amarelona” é grave e pode matar!

 

De grego

Em resposta à nota e foto publicadas ontem, sobre depredação no monumento à Grécia na Praça dos Desejos, a Prefeitura de Vitória, por meio da Secretaria Municipal de Cultura, informa que está sendo feito um levantamento dos monumentos públicos para identificar o tipo de restauro necessário para cada uma das esculturas. No monumento à Grécia, será feita uma visita, em parceria com a Secretaria Municipal de Serviços, para executar a limpeza. Antes tarde do que nunca.

 

Agilidade

Quando se chama um táxi por aplicativos, é muito comum ser atendido por um motorista que está a seis ou oito minutos de distância, mesmo vendo no mapa da tela que existem carros mais próximos do seu ponto de partida. Os taxistas dizem que a agilidade de pegar as corridas depende muito da velocidade da internet e do sistema operacional de seus telefones – quem tem a internet mais rápida consegue pegar mais corridas, mesmo estando mais longe do passageiro. E nessa o cliente dança e se atrasa.

 

Leilão para Alex Lima

Amigos do músico Alexandre Lima, em coma há três anos, promovem um leilão de artes para arrecadar fundos e ajudar em seu tratamento. O pregão solidário será amanhã, às 20h, na Galeria Artes e Molduras, em Maruípe, Vitória, com mais de 180 obras, das quais 40 terão renda totalmente destinada ao tratamento – nas demais, a destinação será de 10%. Há quadros como “A Lavadeira”, de Homero Massena, avaliado em mais de R$ 40 mil, e itens de alto valor emocional, como a guitarra em acrílico transparente de Alexandre.

AURORA e Marcelo Ribeiro em festa em Meaípe (Nanda Prates)
AURORA e Marcelo Ribeiro em festa em Meaípe
(Nanda Prates)

 

A sorte está lançada

Com a economia turbulenta e o desemprego, muitos têm buscado jogar nas loterias para reverter a situação. Um dono de casa lotérica contou à coluna que nos últimos três meses houve um aumento de 25% nas vendas dos jogos. Ele frisou ainda que aumentou o número de pessoas que fazem, por exemplo, no máximo até três jogos. É literalmente contar com a sorte! A Caixa Econômica e o governo federal agradecem por i$$o!

 

Esportes na Bacutia

A praia da Bacutia, em Guarapari, será palco de dois eventos esportivos. No próximo sábado, será realizada mais uma etapa da Corrida Electronic Night Run, com largada prevista para as 19h30, em um trajeto de oito quilômetros com muita música eletrônica. Já no domingo, haverá a Travessia da Bacutia, uma prova aquática com duas distâncias: sprint, de 1km, e standard, 2km. Logo depois vai chegar fevereiro e o verão acaba! É histórico isso!

 

Curiosidades do musical

O leve e intenso “La La Land”, estrelado por Emma Stone e Ryan Gosling, merece todos os elogios que vem recebendo. Entre as curiosidades, é o próprio Gosling quem toca piano nos números musicais, e Emma teve aulas de sapateado e canto por três meses. Algumas cenas foram gravadas no cenário de “I Love Lucy”, sitcom dos anos 1950; e mais de 10 pontos em Los Angeles foram utilizados como locações, entre eles a Century Freeway, o píer Hermosa Beach e o Observatório Griffith. Quem se encantou, pode ouvir a trilha no Spotify.

 

LUCIENE Bertolani e Mônica Pretti Haynes em sunset party no Orquídea Café, em Guarapari (Wanderson Lopes)
LUCIENE Bertolani e Mônica Pretti Haynes em sunset party no Orquídea Café, em Guarapari
(Wanderson Lopes)

 

Navegação é vantagem

A operação logística iniciada em junho de 2015 para trazer toras de eucalipto colhidas no Rio Grande do Sul para Aracruz, por meio de navegação de cabotagem, completou este ano a marca de 1 milhão de metros cúbicos de madeira transportada. Foram 52 viagens de navio e, até o final da operação, segundo a Fibria, serão movimentados 3 milhões de metros cúbicos de madeira – se o transporte fosse em caminhões, seriam necessárias 60 mil viagens rodoviárias!

 

Vila Germânica

Novidades na Sommerfest, festival que celebra a imigração alemã em Domingos Martins, de 2 a 5 de fevereiro. Este ano a festa terá uma Vila Germânica, espaço gastronômico diferenciado, com cervejas artesanais e comidas típicas alemãs, além de uma banda alemã itinerante, que vai percorrer as ruas da cidade tocando música folclórica alemã nos intervalos da programação oficial.

 

Facultativo

No ano letivo de 2017, as unidades escolares estaduais não poderão usufruir de pontos facultativos decretados pelo governo do Estado e pelas prefeituras municipais – ou seja, dia de ponto facultativo, em que servidores têm folga, será de aula normal! O decreto, publicado no Diário Oficial da última segunda-feira, diz ainda que a reposição de dia letivo não poderá ocorrer no domingo, feriado, semana do Carnaval, período de férias escolares, dia de entrega de resultados finais ou no contraturno.

O CAPIXABA Paulo Gonçalves na feira Sirha, na França, com o chef francês Frederic Monnier
O CAPIXABA Paulo Gonçalves na feira Sirha, na França, com o chef francês Frederic Monnier

 

Mascotes com calor

Não são só os humanos que estão sofrendo com as altas temperaturas registradas no Espírito Santo. Um morador de Laranjeiras encontrou sua cachorrinha de estimação deitada dentro do box do banheiro, tentando se refrescar no chão molhado. “Fiquei com muita pena da minha amiga, agora deixo o ventilador ligado só para ela”, contou. Au au.

 

Na rede

O programa Navegando na Internet na Melhor Idade, que promove a inclusão digital de gerações “mais experientes”, oferece espaço para pessoas com mais de 50 anos usarem o computador. Fica no prédio do Instituto de Tecnologia da Informação e Comunicação do Estado do Espírito Santo (Prodest), na Praia do Suá. Inscrições gratuitas.

 

COMPARTILHAR
Artigo anteriorColuna 24 de janeiro
Próximo artigoColuna 26 de janeiro
Foto de perfil de Maurício Prates
Maurício Prates nasceu em Cachoeiro de Itapemirim e a comunicação em sua vida começou muito cedo. Aos 11 anos, em 1954, produziu o seu primeiro jornal. Um jornalzinho que falava da escola, dos estabelecimentos de ensino professor Alfredo Herkenhoff. Foi até a papelaria Vieira e pesquisou com Geraldino Poubel o preço da publicação e em seguida percorreu o comércio para vender anúncios e cobrir a despesa do seu primeiro jornal. Não ganhou nada. Só mesmo experiência. No mês seguinte a história mudou e além de publicar o segundo número do jornal, ainda sobrou dinheiro para comprar um sapato novo, ir ao cinema e tomar, de uma só vez, três sorvetes na " Polar", a mais tradicional sorveteria da cidade. E não parou mais. E de lá para cá, deu no que deu! Maurício é bacharel em direito, mas nunca exerceu advocacia. É jornalista e radialista com registros no ministério do trabalho. Tudo guardado em sua carteira de trabalho. Uma única carteira, assinada somente por empresas do grupo João Santos. Sua magistral universidade de vida. O primeiro contrato de trabalho foi na fábrica de cimento, como auxiliar administrativo; depois foi para o Jornal Arauto - que circula desde de 1976 sob sua direção -. em 1978 foi contratado pela Nassau Editora Radio e TV e montou A Tribuna fm Cachoeiro. Em 1982 veio para Vitória dirigir a rede A Tribuna onde ficou até 1998, quando fez um acordo com A Tribuna, fechou o seu contrato de trabalho e lançou a sua coluna diária em A Tribuna, no dia 08 de outubro de 1998. "O grupo João Santos é, e sempre será uma extensão na minha vida, não somente profissional, mas principalmente pela formação de minha vida", diz Maurício Prates para quem quer ouvir.

Deixe uma resposta