COMPARTILHAR

Eles nas redes sociais

“Acha que não tem embasamento e conhecimento suficiente para opinar sobre determinado assunto? Calma. A constituição não te obriga a opinar sobre tudo. Respire fundo. Silencie. Estude. Admita que não sabe. Não é vergonha. É bom senso, ética, humildade, sensatez, responsabilidade.”

@_thalesnogueira

***

“Atenção galerinha da internet, favor não confundir discurso de ódio com liberdade de expressão, são coisas diferentes.”

@FeCastanhari

RÚBIA Galvão, Karina Mazzini, Cláudia e Justino Mameri em almoço top elaborado por Fernando Lorenzuti nas montanhas
(Mônica Zorzanelli)

 


Taxa de telemetria

Já está valendo nas autoescolas da Grande Vitória o monitoramento das aulas práticas por câmeras, GPS e com sistema de biometria, sistema imposto pelo Detran/ES para evitar fraudes que aconteciam em alguns locais durante as aulas práticas. No entanto, o consumidor capixaba acabou pagando por isso. A coluna apurou que uma autoescola de Vitória está cobrando uma taxa de R$ 115,00 para a telemetria e mais R$ 89,00 para aluguel do veículo no dia da prova. Hoje, o preço médio da habilitação é R$ 1.430,00.

 

Ameaça no céu

Com a proximidade dos festejos juninos, a Aeronáutica alerta para o risco da soltura de balões de ar quente não tripulados no espaço aéreo, prática que pode ser enquadrada como crime no País por colocar aeronaves em risco e inviabilizar a navegação aérea. O chefe do Subdepartamento de Operações do Decea, brigadeiro Luiz Ricardo de Souza Nascimento, diz que esses balões não podem ser detectados pelos radares. Eita!

 

Turistando na ponte

Com uma das vistas mais belas da Ilha, a Terceira Ponte ficou fora do circuito do ônibus turístico panorâmico de Vitória, que estreia no feriado de Corpus Christi, dia 31. O city tour passará pela Escola de Ciência, Biologia e História, Basílica de Santo Antônio, Palácio Anchieta, Catedral, Teatro Carlos Gomes, Praça do Papa, Curva da Jurema, Monumento Vitória 360° e praia de Camburi.

VITOR Pazolini e Lilia El Aouar na recepção de seu casamento, sábado, no Itamaraty Hall
(Cloves Louzada)


Pontos vulneráveis

O mapeamento dos pontos vulneráveis à exploração sexual de crianças e adolescentes nas rodovias e estradas federais identificou, este ano, 18 possíveis pontos de exploração no Espírito Santo. O número é menor que o identificado no mapeamento anterior, realizado entre os anos de 2013 e 2015, que registrou um total de 46 pontos. Segundo a Polícia Rodoviária Federal, ocorreu uma redução de 60%.

 

História de Queimado

Arqueólogos iniciaram a restauração das ruínas da Igreja de São José, em Queimado, Serra. A prefeitura conta com a ajuda dos moradores que tenham objetos relacionados à igreja e às famílias da região. “A busca é por materiais de construção da igreja, como pedaços de telhas, pedras e madeira; imagens de santos; e objetos usados por escravos, como louças e móveis. Não vamos ficar com esse material, vamos fotografá-lo para o estudo”, disse Lourência Riani, secretária de Direitos Humanos e Cidadania da Serra.

 

Manipulados para os pets

Medicar os animais de estimação nem sempre é tarefa fácil, mas a manipulação dos remédios pode ajudar. “A grande vantagem é a dosagem personalizada, com versatilidade no uso das matérias-primas. Gera economia, ao evitar o desperdício, e ainda permite o preparo em diversas formas farmacêuticas, explorando sabores que agradam os bichinhos, o que facilita a administração da medicação receitada pelo veterinário”, explicou a farmacêutica Luiza Scardua.

 

CLÁUDIA Louzada e Patrícia Rodrigues na palestra “Gestão de Pessoas nas Empresas de Moda”
(Thuanny Louzada)


Construtechs

As startups da construção civil esbarram no conservadorismo do setor para adotar novas tecnologias – existem apenas 250 construtechs no País. Mariana Trovo, da plataforma Gerencia Obras, diz que a redução nos custos chega a ser de 12% no valor final de uma obra. “O mercado vai demorar um pouco para responder às novas tecnologias”, disse.

 

Leis absurdas

Não é de hoje que autoridades propõem leis descabidas, metendo o bedelho onde não foram chamadas e em situações que não influenciam em nada a coletividade. Vejam esse exemplo que vem de Manaus (AM): a Lei nº 1.208, de 25 de março de 1975, dispõe em seu artigo 167, parágrafo 3º, que “É proibida a abertura de cozinha diretamente para a sala, salvo quando se tratar de sala de jantar, independente, ou nos casos de habitações populares”. Hein?

 

Concerto pela paz

Para completar a programação da exposição “A Paz no Mundo Começa Dentro de Nós”, no Sesi Jardim da Penha, em Vitória, a Orquestra Camerata Sesi fará uma noite de músicas sacras, típicas da região do Oriente Médio. O concerto será no próximo mês, em data a ser definida. A mostra reúne diversas atrações culturais até o dia 23 de junho.

CIRCUITO

 

CONSEGUIR um par na internet não deve ser tarefa fácil, ainda mais perto do Dia dos Namorados. O Tinder, aplicativo de paquera, dá algumas dicas: comentar uma foto, usar emojis, recomendar músicas, ser brincalhão e ser sincero. Sei!

 

O PROJETO Ales Digital, implementado na Assembleia Legislativa com coordenação do deputado Marcelo Santos, vai evitar o corte de 40 árvores por ano, devido à diminuição do uso de papéis com a virtualização dos processos da Casa.

 

NA FOTO da Nossa Dica publicada no último domingo, o nome correto do hotel é Bristol Vista Azul, na região de Pedra Azul.

 

HOJE é Dia do Apicultor, Dia Internacional da Biodiversidade e Dia do Abraço (opa!). Amanhã é Dia da Tartaruga e, quinta, é Dia da Infantaria, do Datilógrafo, do Telegrafista, do Vestibulando, do Detento e também Dia Nacional do Café.

 

A NASA decidiu tentar enviar um mini-helicóptero para Marte em 2020 e, se tudo der certo, será o primeiro veículo desse tipo a voar em outro planeta. O pequeno dispositivo é classificado pela agência como um projeto de “alto risco, altas recompensas”.

 

ESTREIA hoje, das 14h às 21h, o primeiro fórum sobre música do Estado, no Palácio Sônia Cabral, centro de Vitória. Serão quatro dias de evento, reunindo os maiores nomes do segmento fonográfico no País, músicos produtores, jornalistas, professores, radialistas e empresários do ramo musical e da cultura em geral.

 

MAIS de 2 mil alunos de sete escolas públicas da Grande Vitória e Aracruz passarão por exames oftalmológicos gratuitos, durante mutirões do Programa De Olho no Futuro, promovido pelo Instituto Unimed Vitória, de hoje ao próximo dia 30.

 

A FEIRA de Negócios para Hotéis, Bares, Restaurantes e Similares – 4ª Feinbares será de amanhã a quinta, no Steffen Centro de Eventos, Serra. Além das novidades em maquinário, equipamentos e insumos, haverá palestras e cursos, como do tricampeão brasileiro de esculturas em frutas e legumes Adalberto Silva. Entrada franca.

 

O ESPETÁCULO “Allan Kardec – Um Olhar para a Eternidade”, com direção de Ana Rosa e texto de Paulo Afonso de Lima, será apresentado nos dias 26, às 21h, e 27, às 18h, no Teatro Universitário da Ufes, com a presença de cinco atores que se dividem para interpretar mais de 10 personagens.

 

E TOCA A VIDA!

COMPARTILHAR
Artigo anteriorColuna 21 de maio
Próximo artigoWhindersson Nunes traz seu novo espetáculo, “Eita, Casei!”
Foto de perfil de Maurício Prates
Maurício Prates nasceu em Cachoeiro de Itapemirim e a comunicação em sua vida começou muito cedo. Aos 11 anos, em 1954, produziu o seu primeiro jornal. Um jornalzinho que falava da escola, dos estabelecimentos de ensino professor Alfredo Herkenhoff. Foi até a papelaria Vieira e pesquisou com Geraldino Poubel o preço da publicação e em seguida percorreu o comércio para vender anúncios e cobrir a despesa do seu primeiro jornal. Não ganhou nada. Só mesmo experiência. No mês seguinte a história mudou e além de publicar o segundo número do jornal, ainda sobrou dinheiro para comprar um sapato novo, ir ao cinema e tomar, de uma só vez, três sorvetes na " Polar", a mais tradicional sorveteria da cidade. E não parou mais. E de lá para cá, deu no que deu! Maurício é bacharel em direito, mas nunca exerceu advocacia. É jornalista e radialista com registros no ministério do trabalho. Tudo guardado em sua carteira de trabalho. Uma única carteira, assinada somente por empresas do grupo João Santos. Sua magistral universidade de vida. O primeiro contrato de trabalho foi na fábrica de cimento, como auxiliar administrativo; depois foi para o Jornal Arauto - que circula desde de 1976 sob sua direção -. em 1978 foi contratado pela Nassau Editora Radio e TV e montou A Tribuna fm Cachoeiro. Em 1982 veio para Vitória dirigir a rede A Tribuna onde ficou até 1998, quando fez um acordo com A Tribuna, fechou o seu contrato de trabalho e lançou a sua coluna diária em A Tribuna, no dia 08 de outubro de 1998. "O grupo João Santos é, e sempre será uma extensão na minha vida, não somente profissional, mas principalmente pela formação de minha vida", diz Maurício Prates para quem quer ouvir.

Deixe uma resposta