COMPARTILHAR

Eles nas redes sociais

“Copa 2018 tá tipo aquelas festas que saíram todas as pessoas legais e agora só tem uns mala sem carisma tomando conta da playlist”

@nao_muito

***

“Não teve hexa, mas o Brasil ficou em 6º na Copa. Todos os sinais que vocês identificaram com o número 6 só tinham sido mal interpretados.”

@impedimento

 

LUIZA Dallapícula
(Cloves Louzada)

 

 

Confusão jurídica

O judiciário protagonizou mais um capítulo lamentável da história brasileira no último domingo, com o solta-não-solta do ex-presidente Lula iniciado a partir da decisão do desembargador plantonista Rogério Favreto de atender a um pedido de soltura. Hierarquias foram desrespeitadas por todos os lados e, mais uma vez, só quem perde é o País, com mais uma estremecida na fundamental segurança jurídica.

***

“Acho que a política do País já está no chão. Está descolada da sociedade”, disse o governador Paulo Hartung. “A decisão de Favreto é uma canetada, uma armação”, afirmou o senador Ricardo Ferraço. “A movimentação que está sendo feita mostra como foi orquestrada a prisão com propósito político”, rebateu o deputado federal Givaldo Vieira.

 

VITOR Tommasi de Jesus ladeado por seus pais, Paulo Cezar e Mariana, na cerimônia de premiação da Olimpíada Canguru de Matemática, na escola Crescer PHD, com entrega das medalhas e certificados
(Class Foto Arte)

 

Cadastro de drones

Um necessário projeto tramita na Assembleia Legislativa buscando regulamentar a utilização de drones no Espírito Santo. A proposta torna obrigatório o cadastro e a identificação desses veículos aéreos não tripulados logo no ato da compra, que deverá conter informações do produto e dados pessoais do comprador. Será preciso também explicitar o motivo da compra, permitindo um cruzamento de informações. A justificativa é brecar o seu uso indevido, como entrega de celulares e drogas em presídios, além de filmagens ilegais.

 

Impunidade

Um dia sim, o outro também! O noticiário está repleto de casos arrepiantes de motoristas que beberam, saíram dirigindo seus carros e motos e provocaram mortes por suas insanidades. Isso aqui no Espírito Santo e pelo resto do País! Temos vereadores, prefeitos, deputados estaduais, federais, senadores, governadores e o Presidente da República, e da maioria absoluta destes nossos representantes, não há nenhum ato vindo para frear e punir com rigor os infratores. Hoje haverá mais mortes. Amanhã também. Mas há tempo de mudar esse horror!

 

Cof cof”

Apesar de o inverno não estar tão rigoroso no Estado, muita gente está sofrendo com as viroses e as gripes comuns da época, e o “cof cof” da tosse é ouvido em todo lugar. Mas é preciso ter um pouco de noção: é comum ver pessoas tossindo sem proteger a boca ou em ambientes fechados. Especialistas dizem que o indicado é proteger a boca com braço em vez das mãos, pois assim evita que o vírus se espalhe por meio de maçanetas, corrimãos e afins.

 

A ANIVERSARIANTE da última sexta-feira, Daniela Moraes, com o namorado, João Paulo Lyra

 

Ordem na trilha

No último domingo, a trilha do Morro do Moreno, em Vila Velha, recebeu centenas de pessoas, entre famílias e muitas crianças, que escorregavam nas pedras úmidas do caminho. O trajeto, de cerca de 1,5 quilômetro, é bastante estreito e, mesmo assim, ciclistas se aventuram por lá em ritmo acelerado e sem pedir licença. Outro flagra da coluna foi uma moto e um carro 4×4, que subiram até o topo. Alguém aí, da lei e ordem, para acabar com a farra na trilha?!

 

Estoque de café

Os estoques de passagem privados de café no Brasil somavam 9,825 milhões de sacas de 60 quilos em março deste ano, 0,4% a menos que na mesma data de 2017. É o quarto recuo consecutivo dos estoques, no menor nível desde 2012. No Espírito Santo, maior produtor de conilon, onde a safra começa a se recuperar após mais de dois anos de seca, os estoques privados do grão alcançaram 542.280 sacas em março, ante 487.496 sacas em igual data de 2017.

 

Natural e colorida

Mesmo em pleno inverno, algumas vitrines já apontam para a coleção resort 2018 – uma intermediária até o verão. Uma das novidades são os cordões retorcidos e coloridos, que aparecem em sandálias de salto, anabelas e calçados sem salto. “As tranças de algodão e juta dão um toque despojado e acabamento natural aos calçados. As peças têm fusão de cores vibrantes com um estilo de frescor e combinam bem com vestido, saia ou short”, antecipa a empresária Raquel Melo.

 

Editais de cultura

Durante o mês de julho, a Secretaria de Estado da Cultura (Secult) vai realizar oficinas gratuitas por diversos municípios do Estado para garantir o conhecimento e o acesso de todos os interessados nos Editais da Cultura 2018. Esses encontros, além de informar sobre condições de participação, critérios de seleção e prazos, também vão ser uma oportunidade para esclarecer dúvidas e orientar o público.

CIRCUITO

 

NO RADAR de meteorologistas, há chances de El Niño ameno. O fenômeno climático pode se formar no Oceano Pacífico novamente, mas não deverá ocorrer com a mesma intensidade que a vista há cerca de três anos. No lugar de águas frias, já se observa áreas com águas aquecidas. Ou seja, verão intenso em 2019!

 

SOLANGE e Mário Herkenhoff Coelho aguardam ansiosos a chegada, na próxima sexta-feira, da filha Marianna e do neto Mäel, que ficam 40 dias por aqui.

 

A TERÇA-FEIRA vai acabar em pizza. Hoje é o dia dela! Em Vila Velha, tem pizzaria que trocou o seu formato redondo pelo quadrado.

 

O TEATRO Universitário da Ufes recebe mais duas apresentações da Orquestra Sinfônica do Espírito Santo, amanhã e quinta-feira, às 20h. No repertório, obras clássicas dos compositores Copland, Mussorgsky e Mark Ford. O destaque da noite será o Concerto para Marimba, que receberá os solistas Gabriel Novais e Érica Sá e Aquim Sacramento.

 

AUDIÊNCIA pública na Serra vai discutir os aterros e ocupações nos alagados do entorno do Mestre Álvaro na próxima quinta-feira, às 17h. Também será debatido o impacto que o futuro Contorno do Mestre Álvaro (BR-101) deve gerar na drenagem da região.

 

IMÓVEL onde funcionou o colégio Dr. João dos Santos Neves, no Ibes, em Vila Velha, vai virar uma Unidade Municipal de Ensino. O projeto é que em 2019 o prédio esteja pronto e funcionando para atender alunos de 1ª a 5ª série.

 

A ORDEM dos Advogados do Brasil – Seção Espírito Santo (OAB-ES) sedia em outubro o I Encontro dos Advogados Estatais em Empresas Públicas e de Economia Mista do Espírito Santo.

 

FALTAM técnicos da Agência Nacional do Petróleo (ANP) para fiscalizar postos de combustíveis. O número beira o ridículo: apenas quatro para vigiar os postos do Rio de Janeiro e do Espírito Santo. Em 2010, eram 12 fiscais.

 

CINEMA nas montanhas. Pela primeira vez, Santa Teresa, terras dos colibris, vai ser palco para um Festival de Cinema no período de 16 a 18 de agosto, na Praça Duque de Caxias. Durante o evento, 33 filmes brasileiros serão apresentados nas categorias ficção, animação, documentário, filmes ambientais e híbridos. Organização da cineasta Luiza Lubiana. Entrada franca.

 

E TOCA A VIDA!

COMPARTILHAR
Artigo anteriorColuna 09 de julho
Próximo artigoColuna 11 de julho
Foto de perfil de Maurício Prates
Maurício Prates nasceu em Cachoeiro de Itapemirim e a comunicação em sua vida começou muito cedo. Aos 11 anos, em 1954, produziu o seu primeiro jornal. Um jornalzinho que falava da escola, dos estabelecimentos de ensino professor Alfredo Herkenhoff. Foi até a papelaria Vieira e pesquisou com Geraldino Poubel o preço da publicação e em seguida percorreu o comércio para vender anúncios e cobrir a despesa do seu primeiro jornal. Não ganhou nada. Só mesmo experiência. No mês seguinte a história mudou e além de publicar o segundo número do jornal, ainda sobrou dinheiro para comprar um sapato novo, ir ao cinema e tomar, de uma só vez, três sorvetes na " Polar", a mais tradicional sorveteria da cidade. E não parou mais. E de lá para cá, deu no que deu! Maurício é bacharel em direito, mas nunca exerceu advocacia. É jornalista e radialista com registros no ministério do trabalho. Tudo guardado em sua carteira de trabalho. Uma única carteira, assinada somente por empresas do grupo João Santos. Sua magistral universidade de vida. O primeiro contrato de trabalho foi na fábrica de cimento, como auxiliar administrativo; depois foi para o Jornal Arauto - que circula desde de 1976 sob sua direção -. em 1978 foi contratado pela Nassau Editora Radio e TV e montou A Tribuna fm Cachoeiro. Em 1982 veio para Vitória dirigir a rede A Tribuna onde ficou até 1998, quando fez um acordo com A Tribuna, fechou o seu contrato de trabalho e lançou a sua coluna diária em A Tribuna, no dia 08 de outubro de 1998. "O grupo João Santos é, e sempre será uma extensão na minha vida, não somente profissional, mas principalmente pela formação de minha vida", diz Maurício Prates para quem quer ouvir.

Deixe uma resposta