Eles nas redes sociais

“De Pablo Neruda: ‘Você é livre para fazer suas escolhas, mas é prisioneiro das consequências’.”

@MarcioPochmann

***

“O amigo do meu primo tem 4 anos e falou pro pai dele que tava apaixonado. Aí o pai dele disse: Como você sabe, filho? Aí ele disse: Porque ela grita comigo e eu deixo.”

@dudaleaoo

 

A LINDA Raissa Saidler em evento na Praia do Canto
(Cloves Louzada)

 

Líder em agrotóxicos

O Espírito Santo é o primeiro estado no ranking de intoxicações acidentais por agrotóxicos. São 4,1 casos para cada 100 mil habitantes, ultrapassando o Paraná, antigo “campeão” histórico, mas que mantém a liderança em números absolutos, com 1.082 casos no período. No total, foram mais de 7.000 ocorrências em todo o País. Isso porque os números não são oficiais e podem ser ainda maiores, chegando a 1,3 milhão de pessoas intoxicadas nos últimos 10 anos. Mais do que nunca precisamos valorizar as feiras orgânicas. E não deixar de vigiá-las!

 

Saldanha emperrado

Está nas mãos do prefeito Luciano Rezende a venda do Saldanha da Gama, no Forte São João, em Vitória. Em fevereiro, a Fecomércio/ES venceu o processo de licitação no valor de R$ 3,5 milhões, e anunciou que o transformaria em um Museu da Colonização do Solo Espírito-Santense. Tentamos ouvir o senhor prefeito, mas ele preferiu não responder.

 

Praia acessível

Capixabas e turistas com alguma deficiência só conseguem ir à praia de forma digna em Vitória e Vila Velha, onde projetos de acessibilidade funcionam também no inverno. Na capital, próximo ao Quiosque 2, em Camburi, cadeiras anfíbias são disponibilizadas aos domingos, das 8h às 13h. Em Vila Velha, na Curva da Sereia, Praia da Costa, além das cadeiras anfíbias, existem salva-vidas, assistente social e educadores físicos, de quinta-feira a domingo, das 8h às 16h.

 

GRACINHA Nader, Soeli Gama, Cida Nicácio e Solange Herkenhoff, em lançamento de primavera-verão.
(Herlon Ribeiro)


Ferrovia x PIB

No livro “As Ferrovias no Crescimento da Economia Brasileira de 1854 – 1913”, lançado este mês, o autor William Summerhill, pesquisador da Universidade da Califórnia, diz que as vias férreas reduziram o custo dos transportes e incrementaram o PIB brasileiro em 18%. “A disposição das linhas férreas representaram 60% no aumento de produtividade do País. A taxa de retorno social para a economia ficou em 23%. É difícil encontrar algo neste sentido hoje em dia”, defende.

 

Pequenos estressados

O estresse tóxico, ou seja, vivências negativas rotineiras que a criança não consegue gerenciar, pode prejudicar o potencial intelectual e até reduzir o volume cerebral nessa importante fase de formação. “Estresses na infância, principalmente em idade escolar, podem gerar dificuldades em aprender e memorizar, concentrar-se, ter disciplina, além de desenvolver transtornos mais sérios”, alerta o neurologista infantil Thiago Gusmão.

 

Cidade portuária

Manter um porto em meio à cidade traz uma série de desafios para conciliar, a exemplo da circulação de caminhões. Na Ilha, o problema foi solucionado com a restrição do acesso ao Porto de Vitória fora do horário comercial.

 

TELMA Ayres e Zildinha Helal na inauguração da Loja Afecc – Outubro Rosa 2018, no Shopping Vitória
(Samuel Vieira)


Reforço no turismo

Nas últimas férias de julho, o turismo da Grande Vitória ganhou um novo reforço: o Bus Tour. O ônibus panorâmico tem seus 49 lugares sempre cheios durante as viagens. “Iniciativas assim para explorar o turismo são bem-vindas. O empresário que a idealizou, Gustavo André, é um incansável divulgador de nossas belezas. Que venham outras, e facilitadas pelo poder público”, comentou o diretor de Marketing da Rede Bristol de Hotéis, Luiz Fantin.

 

Projetos em 3D

O Campus Vitória da Faesa sedia, de 13 a 15 de setembro, o 14º Seminário Capixaba de Gerenciamento de Projetos. Entre os palestrantes estão o especialista técnico na Autodesk, Rafael Colucci, que abordará o uso do Building Information Modelling (BIM), conceito que tem auxiliado empresas a desenvolverem projetos com maior eficiência, redução de custos e menor tempo de execução, nas representações de construções em 3D.

 

Cama magnética

Com o uso diário de aparelhos eletrônicos e eletrodomésticos, alguns especialistas têm indicado o uso de colchões magnéticos, devido à sua estrutura, formada por ímãs. Embora ainda faltem estudos conclusivos sobre o real benefício do colchão, há quem defenda que ele previne doenças por ter efeito antioxidante, melhore a qualidade do sono e a circulação sanguínea. Lembrando que uso é contraindicado para portadores de marca-passo. Consulte seu médico.

CIRCUITO

 

A UNIVERSIDADE de Harvard publicou pesquisa constatando que cuecas apertadas, usadas com frequência, podem causar menor produção de espermatozoides, ou seja, queda na fertilidade masculina. Aviso aí aos casais que estão tentando engravidar.

 

PAOLA Silva Hentzy comemora seus 15 anos amanhã, em badalada festa no Le Buffet Master. Os preparativos estão por conta da cerimonialista Roberta Lacerda e a noite terá foto ao vivo de Octávio Bastos.

 

O QUARTO Circuito ArtES começa hoje, reunindo 60 ateliês, 16 espaços públicos e 120 artistas da Grande Vitória até domingo. A programação é gratuita e aberta ao público. Um dos espaços participantes é o Atelier Bianca Romano, com vernissage, hoje; e palestra com o artista Clóvis Aquino, seguida de oficina de desenho em plein air, amanhã. O mapa com todos os participantes pode ser consultado no www.circuitoartes.iades.art.br.

 

BEBEL Lobo comemora seu aniversário de “quarenta e uns” hoje, durante todo o dia, em sua Villa Fiore, Praia do Canto.

 

A CASA Cor ES, que estreia no dia 10 de outubro no Clube Álvares Cabral, já começa a ter seus detalhes ajustados. No ambiente “Refúgio do Tenista”, a arquiteta Cristiane Locatelli aposta no Topzstone, superfície industrializada para as soleiras e as duas bancadas da cozinha.

 

PARA comemorar o Dia do Artista, Gê Becker, Raphael Magno, Vanessa Mageski e Thiago Mageski recebem hoje, em Vila Velha, o músico Leonardo Machado, que vai falar sobre o cenário da música autoral no Estado.

 

COM O SLOGAN “Candidato ou candidata: ou você recicla as suas ideias ou reciclamos nosso voto”, campanha tenta comprometer candidatos com o desenvolvimento sustentável. O desafio dessa eleição é conseguir produzir agendas novas.

 

A REGIÃO do Caparaó será o palco da próxima apresentação do Grupo Moxuara, dia 31, às 20h, no Teatro Municipal Fernando Torres, em Guaçuí, em um show com os sucessos de seus 27 anos de carreira.

 

AVANÇA na Câmara o projeto que proíbe casamento de menores de 16 anos. Temos hoje mais de 877 mil mulheres que se casaram com até 15 anos.

 

ANTES de adquirir óculos novos, a empresária do setor Monica Paiva diz que é preciso levar em conta todo o estilo de vida de cada um para indicar o melhor modelo de armação e lente. “Uma pessoa que tem filhos pequenos, por exemplo, precisa de uma peça mais resistente”, conta.

 

E TOCA A VIDA!

Artigo anteriorColuna 23 de agosto
Próximo artigoLet´s Talk com Danuza Leão no Shopping Vila Velha – Fotos: Cloves Louzada
Maurício Prates nasceu em Cachoeiro de Itapemirim e a comunicação em sua vida começou muito cedo. Aos 11 anos, em 1954, produziu o seu primeiro jornal. Um jornalzinho que falava da escola, dos estabelecimentos de ensino professor Alfredo Herkenhoff. Foi até a papelaria Vieira e pesquisou com Geraldino Poubel o preço da publicação e em seguida percorreu o comércio para vender anúncios e cobrir a despesa do seu primeiro jornal. Não ganhou nada. Só mesmo experiência. No mês seguinte a história mudou e além de publicar o segundo número do jornal, ainda sobrou dinheiro para comprar um sapato novo, ir ao cinema e tomar, de uma só vez, três sorvetes na " Polar", a mais tradicional sorveteria da cidade. E não parou mais. E de lá para cá, deu no que deu! Maurício é bacharel em direito, mas nunca exerceu advocacia. É jornalista e radialista com registros no ministério do trabalho. Tudo guardado em sua carteira de trabalho. Uma única carteira, assinada somente por empresas do grupo João Santos. Sua magistral universidade de vida. O primeiro contrato de trabalho foi na fábrica de cimento, como auxiliar administrativo; depois foi para o Jornal Arauto - que circula desde de 1976 sob sua direção -. em 1978 foi contratado pela Nassau Editora Radio e TV e montou A Tribuna fm Cachoeiro. Em 1982 veio para Vitória dirigir a rede A Tribuna onde ficou até 1998, quando fez um acordo com A Tribuna, fechou o seu contrato de trabalho e lançou a sua coluna diária em A Tribuna, no dia 08 de outubro de 1998. "O grupo João Santos é, e sempre será uma extensão na minha vida, não somente profissional, mas principalmente pela formação de minha vida", diz Maurício Prates para quem quer ouvir.

Deixe uma resposta