COMPARTILHAR

Eles nas redes sociais

“Ultimamente meu pior inimigo dos últimos anos se chama TAMPA DE REMÉDIO QUE TEM QUE APERTAR E GIRAR AO MESMO TEMPO”

@babi

***

“Quando falamos do amor entre pessoas, a frase do escritor Robert Heinlein é bastante simples e completa: ‘Amor é a condição em que a felicidade de outra pessoa é essencial para a nossa própria’.”

@reginanavarro. Uma vida sem amor não é vivida. É uma vida solitária!

 

NO LUAU MA by Canal Concept, Aline Eisenlohr entre Renata Zampier e Luiza Sobral
(Cloves Louzada)

 

Hoje

Começa em Iriri, Anchieta, o Festival Capixaba de Frutos do Mar, que segue até domingo com atrações musicais, culturais, esportivas e gastronômicas. Os organizadores prometem ampliar a estrutura do espaço gastronômico, oferecendo assentos para 1.200 pessoas.

***

A Biblioteca Pública do Estado promove atrações infantis da Semana da Criança. Às 9h30 haverá oficina de vai-vem (brinquedo reciclado) e, às 14h30, oficina de xadrez.

PARABÉNS, Cloves Louzada! O aniversariante de hoje, fotografado pela filha Thuanny

 

 

Fora de controle

É uma guerra. E quem nada tem com ela pode até ser morto quando for votar no próximo dia   28, no segundo turno para Presidente da República! A Polícia Federal investiga casos de eleitores armados no local de votação no primeiro turno. Agentes fizeram buscas em São Paulo, Paraná e Sergipe. E outra: em Vitória, terça-feira, dois homens foram filmados num jet ski atirando! Sim, tiros!, nas imediações da Ponte da Passagem. Nem a Jojo Maronttinni, do hit “Que Tiro Foi Esse” (com 200 milhões de visualizações no Youtube), vai se arriscar por aqui.

 

Moqueca de banana

Turista de Porto Alegre (RS) ficou tão encantado com a moqueca de banana-da-terra que saboreou em terras capixabas, que decidiu reeditá-la em casa. Reunidos os ingredientes, surgiu o problema de encontrar a tal banana, incomum por lá. Encontrou uma espécie parecida, própria para cozinhar, mas sem o porte avantajado da fruta capixaba. “Bem que me avisaram sobre a cica dela. A tal banana ficou intragável”, comentou. Mais um produto turístico do Estado que não é visto por aqueles (as autoridades!) que deveriam enxergá-lo como um grande negócio que é o turismo!

 

Epidemia

No Dia Mundial da Obesidade, hoje, os dados não são nada animadores: trata-se da segunda principal causa de morte no mundo, segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS). “É uma verdadeira epidemia, que desafia especialistas e médicos. Já temos redução da expectativa de vida em alguns países e estima-se que meio trilhão de dólares são gastos por ano para conter o avanço dos índices”, comentou o cirurgião bariátrico Raphael Eler.

NO LOFT da Bailarina, assinado por Sérgio Palmeira na Casa Cor ES 2018, a homenageada Lenira Borges, um ícone do balé no Estado, entre Lucas Santos, Melyna Marim e Monique Vieira. Lenira, em 1961, a convite da Associação Franco-brasileira de Vitória (Alliance Française), fundou a atual Academia Lenira Borges – Ballet Studio
(Cloves Louzada)

 

 

Casa Viva

A CasaCor ES, que já pode ser visitada no Clube Álvares Cabral, em Vitória, até 28 de novembro, tem como tema “A Casa Viva”, com a ideia de trazer novamente a casa como refúgio físico, mental e espiritual. Nessa onda, a aposta em muitos ambientes é em materiais naturais, como o Living, de Kassio Fontoura e Marcela Grasselli, que traz a madeira em tora para adornar os tampos das mesas de centro, em estado bruto, além de 12 quadros de José Bechara, feitos com técnicas de tingimento natural e oxidação.

 

Gravação das audiências

Advogados trabalhistas capixabas relatam que alguns magistrados estão proibindo gravações das audiências, violando o artigo 367 do Código de Processo Civil. A lei permite que os advogados gravem as audiências, independentemente de autorização judicial. Inclusive, os depoimentos já são gravados na Justiça do Trabalho, então nada mais coerente do que permitir que os advogados gravem todos os atos que são realizados na audiência, inclusive os protestos, requerimentos, deferimentos e indeferimentos.

 

Alternativa às estradas

Entre 2011 e 2017, o volume de cargas transportadas por cabotagem (navegação entre portos do mesmo país) teve um crescimento de mais de 100% no Brasil. Este ano, o assunto voltou a ganhar importância por conta da greve dos caminhoneiros. Para o portuário Marcos Lopes, é importante fomentar a navegação por cabotagem, até como forma de desafogar nossas estradas: “Muitas empresas, principalmente as de menor porte, não pensam na cabotagem como alternativa para escoar a sua produção”, comenta.

 

De greve

De janeiro a agosto de 2018, os trabalhadores brasileiros realizaram 1.103 greves, sendo 424 nos funcionalismos públicos municipais; 141 nos estaduais e 16 no federal. Na esfera privada, foram registradas 119 greves no setor industrial e 333 nos serviços.

CIRCUITO

 

ENQUETE rápida de uma rádio nacional aponta que 40% dos ouvintes cortaram relações com grupos de Whatsapp, amigos e familiares por causa de política. Ainda bem que o Natal aponta na curva…

 

LIZ, primeira netinha de Paulo Balbino e Eliza Coelho, nasceu ontem. Os papais, Caroline Coelho Ribeiro e José Eduardo Leitão, comemoram a chegada da baby.

 

O MAIS novo casal da Ilha, Juliana Magalhães e Helcias Castro, jantava na última segunda-feira em restaurante da Aleixo Neto.

 

A CRIANÇADA vai colocar a mão na massa em uma oficina gastronômica especial pelo Dia das Crianças. No próximo sábado, a programação do Masterplace Mall, na Reta da Penha, inclui uma oficina de donuts, para ensinar a garotada de 4 a 12 anos a confeitar e rechear a deliciosa rosquinha americana.

 

A MERCEDES confirmou seu “supercarro”, com preço para bolsos bem folgados – bem mesmo! O One vai custar R$ 10 milhões, e dois brasileiros que moram na Europa já encomendaram a máquina.

 

WILLIANS Marciano, que morou 10 anos fora e segue a tradição dos pães italianos, franceses e espanhóis, é o responsável pelo pão exclusivo servido no Cosmô, aqui na Ilha. “Feito do meu próprio ‘Levain’ (fermento natural), todo o meu processo artesanal vem da ancestralidade que me permite a produção de pães personalizados, de cor, sabor e textura únicos”, conta.

 

RONALDO Barbosa, diretor do Museu Vale, selecionou 20 artistas naturais ou residentes do Espírito Santo para representar, a partir do dia 30, a produção cultural capixaba na mostra “20/20”, em comemoração aos 20 anos do Museu Vale.

 

QUEM gosta de camarão poderá saborear vários pratos com o crustáceo, no Festcamarão 2018, na Praça do Cais, em Conceição da Barra, até o próximo domingo, também com outros frutos do mar.

 

MUITOS moradores estão integrando a varanda com a sala, desprezando a porta de correr que divide os ambientes. Em alguns imóveis, porém, a retirada é proibida. Consulte seu síndico.

 

QUATRO dos cinco grandes bancos de varejo não cobram mais para investimentos no Tesouro Direto. Depois de o Itaú zerar a taxa, outros bancos seguiram a medida. Tem até corretora zerando taxa de corretagem para compra de ações. Isso deve fazer com que outras corretoras sigam no mesmo caminho.

 

E TOCA A VIDA!

COMPARTILHAR
Artigo anteriorColuna 10 de outubro
Próximo artigoPato Fu toca música de brinquedo em Vila Velha
Foto de perfil de Maurício Prates
Maurício Prates nasceu em Cachoeiro de Itapemirim e a comunicação em sua vida começou muito cedo. Aos 11 anos, em 1954, produziu o seu primeiro jornal. Um jornalzinho que falava da escola, dos estabelecimentos de ensino professor Alfredo Herkenhoff. Foi até a papelaria Vieira e pesquisou com Geraldino Poubel o preço da publicação e em seguida percorreu o comércio para vender anúncios e cobrir a despesa do seu primeiro jornal. Não ganhou nada. Só mesmo experiência. No mês seguinte a história mudou e além de publicar o segundo número do jornal, ainda sobrou dinheiro para comprar um sapato novo, ir ao cinema e tomar, de uma só vez, três sorvetes na " Polar", a mais tradicional sorveteria da cidade. E não parou mais. E de lá para cá, deu no que deu! Maurício é bacharel em direito, mas nunca exerceu advocacia. É jornalista e radialista com registros no ministério do trabalho. Tudo guardado em sua carteira de trabalho. Uma única carteira, assinada somente por empresas do grupo João Santos. Sua magistral universidade de vida. O primeiro contrato de trabalho foi na fábrica de cimento, como auxiliar administrativo; depois foi para o Jornal Arauto - que circula desde de 1976 sob sua direção -. em 1978 foi contratado pela Nassau Editora Radio e TV e montou A Tribuna fm Cachoeiro. Em 1982 veio para Vitória dirigir a rede A Tribuna onde ficou até 1998, quando fez um acordo com A Tribuna, fechou o seu contrato de trabalho e lançou a sua coluna diária em A Tribuna, no dia 08 de outubro de 1998. "O grupo João Santos é, e sempre será uma extensão na minha vida, não somente profissional, mas principalmente pela formação de minha vida", diz Maurício Prates para quem quer ouvir.

Deixe uma resposta