COMPARTILHAR

PÉROLAS

 

“Comer sem fome é o que mais faz engordar.”

Sophie Deram, nutricionista que prega o fim das dietas e defende que as pessoas precisam fazer as pazes com a comida e evitar o terrorismo alimentar, que só traz a culpa e outros problemas de saúde.

 

“Tem que melhorar a qualidade do transporte coletivo para as pessoas deixarem seus carros em casa e andarem de ônibus, no aquaviário.”

Fábio Romero, professor de Engenharia de Tráfego, sobre faixa reversível na pista central da Terceira Ponte.

 

“Se tivéssemos estradas bem construídas, a manutenção seria apenas para revitalizar e adequar a sinalização.”

Manoel Rodrigues, especialista em Logística e Transporte, sobre quase metade das rodovias que cortam o Espírito Santo apresentarem problemas, segundo pesquisa da Confederação Nacional dos Transportes (CNT).

AS AMIGAS Adriana Abaurre e Karla Leal em coquetel na Ilha
(Cloves Louzada)

 

 

Eles nas redes sociais

“E eu recomendo, sempre, vocês terem uma causa e lutar por ela: seja bicho, gente, se alimentar melhor, ser feminista, levantar uma bandeira contra o preconceito, LGBT+, veganismo, APOIAR ATIVISTAS! Faz bem pro coração, pra saúde e pra condição HUMANA! Sejam! Não existam apenas”

@rezoka

***

“É lindo falar sobre empatia quando você só pratica com as pessoas que estão ao seu redor. Difícil é colocar em prática sem fazer exceção e de forma seletiva.”

@thiago_p

 

 

NOSSA DICA

 Brilho no rosto

Sumida desde a década de 1990, a maquiagem metalizada voltou com tudo na primavera/verão. A blogueira Márcia Bruno, do Almanaque da Mulher, diz que uma pele com base iluminadora pode ser um ótimo começo, mas quem tiver medo de arriscar pode deixar o brilho apenas para os olhos ou boca. “Nesse clima de liberdade de usar e vestir o que quiser, não precisa mais deixar a boca neutra para caprichar nos olhos ou vice-versa. Let’s shine, baby!”, avisa.

O maquiador fera Ricardo Silveira, do Studio Walace Menezes, é totalmente a favor da tendência e aplaude o fim da moda “matte”. “Por morar em litoral de clima tropical, muitas capixabas associam o brilho à oleosidade, mas a pele precisa de um brilho e essa moda metalizada traz um frescor”, conta. Para as morenas, ele indica tons quentes e o dourado. Já as de pele clara ficam bem com todas as cores metálicas. “A mulher merece brilhar!”, ressalta.

 

MAQUIAGEM metalizada traz frescor à temporada primavera-verão
(Divulgação)

 

 

 Hoje

Puxada pelo reitor maratonista Alexandre Theodoro, a 14ª Corrida Faesa terá largada às 7h, da Praça Pio XII, centro de Vitória. A competição, que reúne 1,2 mil corredores, vai até a praia de Camburi e traz na camisa a frase “Corra pela vida”, em apoio ao Outubro Rosa.

***

Começa a 46ª São Paulo Fashion Week, que segue até o próximo dia 26, no Farol Santander, centro de São Paulo, e no espaço Arca. O calendário de desfiles apresenta quatro estreias e sete novos designers integram este line-up, dentro da programação do Projeto Estufa.

***

Membros da Associação dos Procuradores do Espírito Santo (Apes) participam da corrida e caminhada Integração, na Prainha, em Vila Velha. Promovida pela Associação Espírito-Santense do Ministério Público, reunirá também integrantes da Associação dos Magistrados do Espírito Santo (Amages) e da Associação dos Defensores Públicos do Espírito Santo (Adepes).

 

CRISTINA Fontes com o maquiador das famosas Fernando Torquato em talk-show na Galeria 027, no Shopping Vila Velha
(Bruno Coelho)

 

 

Oremos

Sobre o voto para o novo Presidente do Brasil, sem meias palavras: são dois candidatos com perfis discutíveis para assumir tão importante missão! É questão do eleitor pesquisar em fontes confiáveis de notícias, ler os planos de governo diretamente no site do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) e decidir, dentro de suas convicções, por aquele que considera o melhor. E o mais importante: vote! Não se abstenha. O momento é crucial para o destino do Brasil.

 

De nudismo

Existem oficialmente oito praias de nudismo no Brasil, e uma delas fica em Barra Seca, Linhares, onde uma placa avisa: “Em respeito à prática naturista, favor não utilizar esta área vestido”. Amiga da coluna que esteve lá disse que o local é de difícil acesso e que existe uma área destinada a pessoas desacompanhadas. “É proibido deixar lixo na areia, praticar ato de caráter sexual, satisfazer necessidades fisiológicas em público, constranger e fotografar frequentadores”, conta.

 

Flanelinha no parquímetro

Vai ao centro de Vitória? Ou à Praia do Canto? Há denúncia de que alguns flanelinhas agem na “cobrança” própria. No Centro, a coisa pega na Rua Sete de Setembro, Praça Costa Pereira, Avenida Getúlio Vargas e Cidade Alta. Mesmo com o estacionamento rotativo funcionando na região, alguns “guardadores” fazem ameaças e insinuações para que o motorista pague a mais a eles.

 

Meninos x meninas

Alerta aí! O Brasil tem 8,7 milhões de adolescentes entre 15 e 19 anos, mas poucos vão ao urologista, especialidade que trata das doenças do trato urinário em qualquer idade, tanto do homem como da mulher. O médico Márcio Lamy diz que existe uma população jovem que negligencia as doenças sexualmente transmissíveis. “As meninas são muito suscetíveis a infecção urinária, que é grave e pode levar até a morte. Já nos meninos de 15 a 30 anos, o que mais preocupa é o câncer do testículo”, disse Lamy, sugerindo exames de rotina.

 

Cabos soltos

Há uma grave distorção que tem tomado conta das ruas de Cachoeiro de Itapemirim: o abandono de cabos e fios soltos em postes, após as empresas de energia, telefonia, TV a cabo, internet, dentre outras, realizarem reparos, trocas e substituições. Um projeto de lei na Câmara dispõe sobre o alinhamento e a retirada de fios em desuso e desordenados existentes em postes de energia elétrica do município.

 

Cartão vermelho

E não é que as “fake news” chegaram ao futebol? Recentemente, duas notícias falsas ganharam destaque nas editorias esportivas, uma envolvendo o craque Cristiano Ronaldo e outra sobre um sorteio da CBF. O professor da Ufes Fábio Malini diz que, especificamente no futebol, as “fake news” são mais propagadas quando chegam os momentos decisivos dos torneios. “O torcedor passa a compartilhar aquilo que ele quer acreditar. É muito idêntico ao que ocorre na política”, disse. Uma epidemia perigosa!

 

Socialização dos cães

Passear com os cachorros é fundamental para que eles socializem com outros animais e pessoas, além de ter contato com estímulos ambientais para desenvolver habilidades caninas. Mas é importante conhecer a personalidade e as atitudes de seu pet – mantê-lo na coleira ou até com a focinheira pode ser necessário no início. “Fique atento à postura do seu animal e dos outros ao redor, pois eles podem não estar receptivos. Assim fica mais fácil prevenir que algum bichinho saia machucado”, orienta Manoela Pimentel, de pet center na Mata da Praia. Eita! Au-au!

COMPARTILHAR
Artigo anteriorMAQUIAGEM metalizada traz frescor à temporada primavera-verão
Próximo artigoColuna 22 de outubro
Foto de perfil de Maurício Prates
Maurício Prates nasceu em Cachoeiro de Itapemirim e a comunicação em sua vida começou muito cedo. Aos 11 anos, em 1954, produziu o seu primeiro jornal. Um jornalzinho que falava da escola, dos estabelecimentos de ensino professor Alfredo Herkenhoff. Foi até a papelaria Vieira e pesquisou com Geraldino Poubel o preço da publicação e em seguida percorreu o comércio para vender anúncios e cobrir a despesa do seu primeiro jornal. Não ganhou nada. Só mesmo experiência. No mês seguinte a história mudou e além de publicar o segundo número do jornal, ainda sobrou dinheiro para comprar um sapato novo, ir ao cinema e tomar, de uma só vez, três sorvetes na " Polar", a mais tradicional sorveteria da cidade. E não parou mais. E de lá para cá, deu no que deu! Maurício é bacharel em direito, mas nunca exerceu advocacia. É jornalista e radialista com registros no ministério do trabalho. Tudo guardado em sua carteira de trabalho. Uma única carteira, assinada somente por empresas do grupo João Santos. Sua magistral universidade de vida. O primeiro contrato de trabalho foi na fábrica de cimento, como auxiliar administrativo; depois foi para o Jornal Arauto - que circula desde de 1976 sob sua direção -. em 1978 foi contratado pela Nassau Editora Radio e TV e montou A Tribuna fm Cachoeiro. Em 1982 veio para Vitória dirigir a rede A Tribuna onde ficou até 1998, quando fez um acordo com A Tribuna, fechou o seu contrato de trabalho e lançou a sua coluna diária em A Tribuna, no dia 08 de outubro de 1998. "O grupo João Santos é, e sempre será uma extensão na minha vida, não somente profissional, mas principalmente pela formação de minha vida", diz Maurício Prates para quem quer ouvir.

Deixe uma resposta