COMPARTILHAR

A Palavra

Para começar bem a semana: “Vede, irmãos, que nunca haja em qualquer de vós um coração mau e infiel para se apartar do Deus vivo. Antes, exortai-vos uns aos outros todos os dias, durante o tempo que se chama hoje. Porque nos tornamos participantes de Cristo se retivermos firmemente o princípio da nossa confiança até ao fim. (Hebreus 3:12-14)

 

Eles nas redes sociais

“Pior coisa se afastar de quem você gosta por causa da distância. Você não tá brigado com a pessoa. Você não deixou de ser amigo da pessoa. Você simplesmente tá longe e sabe que com o tempo vocês vão se afastar e é muito triste pensar nisso”

@LwithP

***

“É como já disse aquele grande filósofo, na teoria dos 3s: Siga Sempre Sorrindo – mesmo virado de ponta cabeça.”

@PeTotallycrazy

 

AS BELAS Maria Sanz e Carolina Machado em evento cultural
(Cloves Louzada)

  

Música e tecnologia

O pianista americano Herbie Hancock disse uma vez que a tecnologia permite que mais gente faça música. “Nem sempre o resultado é excelente, mas é um estímulo à criatividade”, acredita. O maestro Pedro de Alcântara concorda. “E olha que ele disse isso na década de 1970 ou 1980! Apesar de ter recebido críticas na época, a tecnologia foi sim a responsável pela socialização dos estudos. Todo mundo pode ter estúdio em casa, gravar e lançar o seu trabalho pela internet. É uma nova era”, avalia.

***
Quem ouve a pianista Silvania Saadi Barros tocando “Emoções”, de Roberto Carlos, tem a impressão de estar em um espetáculo. É que ela é adepta do uso do pendrive com uma lista de arranjos para baixar no próprio instrumento, uma espécie de orquestra virtual. “Também tenho aulas com meu professor online e dou aulas online. Qualquer pessoa tem condição de aprender musica a distância”, disse.

 

ANA Clark e Mônica Fonseca
(Cloves Louzada)


Denominador comum

Essa semana será decisiva para que supermercados entrem em um acordo definitivo para a abertura aos domingos no Espírito Santo. Hélio Schneider, superintendente da Acaps, diz que as rodadas de negociações incluem mais de 40 cláusulas econômicas, entre elas a nova legislação trabalhista e o reajuste salarial da categoria. “São muitos pontos para convergir. Com toda certeza, essa semana bateremos o martelo”, disse-nos.

 

Semana da Filosofia

A Organização Internacional Nova Acrópole realiza em Vitória a XII Semana da Filosofia, que terá como tema “Confúcio, o filósofo chinês”, com abordagem simples, direta e atual. Hoje o evento será em sua sede, em Santa Lúcia, às 20h, com a palestra “O filósofo do equilíbrio”. Quarta-feira, será na Biblioteca Pública do Espírito Santo, na Praia do Suá, às 19h, com roda de leitura da professora Maria das Graças Coelho Rangel. Mais informações: (27) 2142-3924 e 99729-8093.

 

Lagoa Parda

A Petrobras iniciou a venda da totalidade de sua participação em três campos terrestres em produção próximos ao município de Linhares, denominados conjuntamente Polo Lagoa Parda. A empresa, que não fala em valores do negócio, é operadora dos três campos, com 100% de participação. A produção média do polo no ano de 2017 foi de 266 barris de petróleo por dia (bpd) e 20 mil m3/dia de gás.

 

CÍCERO Barcellos e Fernanda Larica
(Cloves Louzada)

 

Fila da identidade

Moradora de Vitória se assustou ao agendar a solicitação da segunda via de carteira de identidade: a vaga mais próxima era para 20 de dezembro! Dois meses de espera! Ao entrar em contato com o Centro Integrado de Cidadania (CIC), onde é feito o atendimento da Polícia Civil em parceria com a Prefeitura de Vitória, foi informada que geralmente são abertas novas vagas às quartas-feiras, de acordo com as desistências. A orientação foi acessar o site agendamento.vitoria.es.gov.br na terça ao meio-dia, quando tais vagas são disponibilizadas. Fica a dica!

 

Animais nas ruas

É muito comum andar pelas ruas e encontrar um ou outro animalzinho dormindo em alguma sombra ou andando “sem rumo”. De acordo com a Organização Mundial de Saúde, mais de 30 mil animais estão abandonados somente na Grande Vitória. Trinta mil!  No centro de Vitória – cuja legislação prevê multa de R$ 100 para quem abandona –, morador foi até mordido por um cão na calçada. Nessa época de fim de ano, o número de animais abandonados aumenta por conta das viagens de férias dos seus donos.

 

Igualdade no esporte

Um projeto de lei do Executivo estadual dispõe sobre a igualdade das premiações para homens e mulheres nas competições esportivas realizadas, apoiadas e/ou patrocinadas por órgãos e entidades do poder público estadual do Espírito Santo. A matéria receberá parecer dos colegiados de Justiça, Turismo e Desporto e Finanças.

CIRCUITO

 

UM PORTAL energético será aberto no próximo dia 11. Segundo numerólogos, a data é especial porque 2018 é um ano “11”, um “número mestre”, que representa o conhecimento divino, a intuição e o equilíbrio. O Portal Estelar 11:11:11 cria um poderoso limiar que nos impulsiona para a próxima fase da maestria da alma. Então tá! Portal energético? Aham!

 

A BIBLIOTECA Municipal Adelpho Poli Monjardim, no centro de Vitória, comemora o Dia Nacional da Cultura, hoje, com o Sarau Verbo Intransitivo – Dramaturgias Capixabas, que traz peças de teatro do cenário capixaba, às 19h30. Haverá participação de Elaine Vieira e Dori Sant’ana.

 

SOBRE a nota “Combo verão”, publicada na coluna no dia 28 de outubro, Karina Mazzini acrescenta que os cuidados com a pele e o corpo para quem deseja perder medidas, além de procedimentos dermatológicos indicados pelo médico especialista, devem compreender alimentação balanceada e atividade física. O resultado não vem de maneira rápida e requer planejamento do tratamento e dedicação da pessoa.

 

O INSTITUTO Américo Buaiz celebra o primeiro aniversário de atividades da entidade, hoje, às 9h, no auditório do Instituto João XXIII, no bairro Consolação, em Vitória. Haverá apresentação do Coral do Secri e da palestra “A Importância da Comunicação para Organizações Sociais na Visão do Financiador”, com Ana Cláudia Simões.

 

O MOVIMENTO Nacional ODS Nós Podemos – Espírito Santo promove hoje a Roda de Conversa e Sustentabilidade com a turismóloga Mara Valverde, de Rondônia. Ela falará sobre “Empoderamento Econômico e turismo sustentável”, às 19h, na sede do Camaleão Núcleo de Negócios Sustentáveis, em Jardim da Penha.

 

EM TEMPOS de gourmetização, até a rabada virou iguaria de luxo. Em um boteco em Itapuã, Vila Velha, o guisado do rabo do boi, com polenta e agrião, não sai por menos de R$ 100,00 para duas pessoas. Mais caro que filé mignon.

 

O CONVENTO da Penha realiza a 2ª Noite do Pastel no Campinho, no próximo dia 9, a partir das 19h. Os bilhetes estão à venda exclusivamente na Secretaria do Convento, das 7h30 às 16h30. O valor do ingresso é de R$10,00, que dá direito a subida e descida por meio das vans do Convento, já que nenhum veículo irá subir até o Campinho, além do sorteio de brindes.

 

E TOCA A VIDA!

COMPARTILHAR
Artigo anteriorColuna 04 de novembro
Próximo artigoColuna 06 de novembro
Foto de perfil de Maurício Prates
Maurício Prates nasceu em Cachoeiro de Itapemirim e a comunicação em sua vida começou muito cedo. Aos 11 anos, em 1954, produziu o seu primeiro jornal. Um jornalzinho que falava da escola, dos estabelecimentos de ensino professor Alfredo Herkenhoff. Foi até a papelaria Vieira e pesquisou com Geraldino Poubel o preço da publicação e em seguida percorreu o comércio para vender anúncios e cobrir a despesa do seu primeiro jornal. Não ganhou nada. Só mesmo experiência. No mês seguinte a história mudou e além de publicar o segundo número do jornal, ainda sobrou dinheiro para comprar um sapato novo, ir ao cinema e tomar, de uma só vez, três sorvetes na " Polar", a mais tradicional sorveteria da cidade. E não parou mais. E de lá para cá, deu no que deu! Maurício é bacharel em direito, mas nunca exerceu advocacia. É jornalista e radialista com registros no ministério do trabalho. Tudo guardado em sua carteira de trabalho. Uma única carteira, assinada somente por empresas do grupo João Santos. Sua magistral universidade de vida. O primeiro contrato de trabalho foi na fábrica de cimento, como auxiliar administrativo; depois foi para o Jornal Arauto - que circula desde de 1976 sob sua direção -. em 1978 foi contratado pela Nassau Editora Radio e TV e montou A Tribuna fm Cachoeiro. Em 1982 veio para Vitória dirigir a rede A Tribuna onde ficou até 1998, quando fez um acordo com A Tribuna, fechou o seu contrato de trabalho e lançou a sua coluna diária em A Tribuna, no dia 08 de outubro de 1998. "O grupo João Santos é, e sempre será uma extensão na minha vida, não somente profissional, mas principalmente pela formação de minha vida", diz Maurício Prates para quem quer ouvir.

Deixe uma resposta