COMPARTILHAR

Eles nas redes sociais

“Pode ser black friday, white friday, blue friday, yellow, rainbow inteiro friday eu nunca vou ter money.”

@Leo_oguarda

***

“Uma pausa na correria aqui só pra reclamar da correria.”

@s1kas

MARC Storck e Raigna Vasconcelos em encontro sobre gestão de saúde

   

Hoje

A cachaça capixaba Princesa Isabel participa do evento de degustação da Confraria da Cachaça do Brasil, em Brasília, junto com mais 80 confrades – produtores e apreciadores da bebida.

***

Tem início o Reconecta – Conferência e Exposição Estadual de Inclusão e Acessibilidade, que segue até segunda-feira, no Boulevard Vila Velha. Evento gratuito e aberto ao público.

 

MARTHA Paiva recebeu para confraternização de Natal em seu espaço de moda
(Cloves Louzada)

 

 Ônus da saúde 

O Espírito Santo foi o estado que mais investiu na saúde em 2017: 18,75%. O secretário que responde pela pasta, Ricardo de Oliveira, reclama do subfinanciamento do governo federal. Segundo ele, 76% dos investimentos são feitos pelo governo estadual, enquanto apenas 24% dos recursos são provenientes da União. “É um ônus que a gente não está conseguindo suportar”, comenta.

 

Colibris e flores

Santa Teresa, terra dos Colibris, recebe de hoje a domingo a 4ª edição do Festival das Flores, na quadra ao lado da rodoviária, reunindo 12 produtores associados à Florest. Rosas, gérberas, crisântemos, gipsófila, tango, aster, lisianto e muitas outras flores de corte estarão em exposição no local, assim como plantas de vaso como rosas, samambaias e orquídeas.

 

Poder de convencimento

O Brasil está em último lugar no ranking dos 25 países em poder de convencimento internacional, o “soft power”. Ou seja, a capacidade de fazer outro país defender ou obedecer suas ideias sem ter que partir para ameaças. Desde o ano passado, estamos nesta posição. O levantamento deixa claro que o Brasil pode, inclusive, não pontuar no próximo levantamento. Entre os motivos estão corrupção, índices de criminalidade e crise política.

 

Com anzol

O combate à pesca de arrasto na Grande Vitória fez com que voltasse ao cenário da orla a pesca com linha de anzol assistida, que é permitida e conhecida como pesca sustentável, podendo ser praticada nas baías do Espírito Santo, em locais fora da Unidade de Conservação. Só que a crescente prática tem tomado o lugar dos banhistas, que podem se machucar com linhas e anzóis. Leitora sugere limitar áreas exclusivas para pesca com vara.

 

O ARQUITETO paulista Leo Shehtman, que assina o Art Bookshop na CasaCor ES 2018, com Di Fassarela e Anderson Andrade durante almoço no restaurante Arauco, no Clube Álvares Cabral
(Divulgação)

 

Negócios de impacto

A Fundação Otacílio Coser (Foco) está no Baanko Challenge, ação de imersão em negócios de impacto social que segue até o próximo dia 15. Em três semanas, 170 pessoas, divididas em 17 grupos, participam de atividades para evolução de projetos e ideias alinhados com os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável da ONU. Segundo Ana Paula Carvalho, coordenadora de programas da Foco, o objetivo é chegar ao final com um modelo de negócio definido, protótipo de solução testada, clientes e usuários identificados, planejamento de Marketing e indicadores de mensuração de impacto.

 

Salto e gravidez

Mesmo durante a gestação, muitas mulheres não abrem mão do salto alto no dia a dia. Mas é preciso ter cuidado com o equilíbrio. “O uso de saltos muito altos já causam alterações na posição da coluna nas mulheres, e com o crescimento da barriga, essa alteração é em maior grau. Pode causar dores e até mesmo uma hiperlordose lombar irreversível”, alerta a obstetra Lorena Baldotto.

 

Inclusão no mercado

A procuradora do Ministério Público do Trabalho no Espírito Santo Sueli Teixeira Bessa diz que muitas empresas alegam ter dificuldades na identificação e contratação de pessoas com deficiência. Para facilitar o acesso a mais informações sobre esse público, o MPT-ES vai criar o Cadastro Unificado de Dados das Pessoas com Deficiência do Estado (Cadef), em parceria com outros órgãos.

 

Entrega múltipla

Um novo modelo de entrega de comida será inaugurado em Porto Alegre (RS), em março: o Delivery Center vai reunir diferentes opções de restaurantes, pizzarias, lanchonetes e hamburguerias em uma mesma sede física, permitindo ao cliente escolher produtos variados em uma mesma encomenda, além de acompanhar o tempo previsto para a produção e chegada do entregador. Boa! Serão 21 unidades, sendo 15 cozinhas, farmácia, loja de conveniência e minimercado, todas integradas por uma central de pedidos. Que tal trazer a ideia para a Ilha?

CIRCUITO

 

VINHO sustentável e embalagens ecológicas são tendências para 2019. Fica a dica para dar de presente neste Natal.

 

QUEM está de volta ao batente é o consultor imobiliário José Luiz Kfuri. Após uma breve parada para retirada da vesícula, ele retoma os trabalhos acelerado, fechando o ano bem otimista com o que 2019 trará.

 

DOMINGO, a partir das 16h, o Sunset Connection reúne música boa e gastronomia na área externa do Píer Aleixo e Canto do Vinho, com a bela vista do canal da Praia do Canto.

 

A DATA de encerramento da Casa Cor ES, anteriormente prevista para ontem, foi prorrogada para domingo. O bom desempenho da mostra, considerada uma das mais belas e bem implantadas de sua história, e também o mau tempo registrado em alguns dias desta temporada, foram determinantes para a mudança.

 

NATIELLY Rozindo, Rafaela Matarangas e Alessandra Souto comandam espaço de grãos especiais, chás finos, temperos e especiarias gourmet, em Jardim Camburi.

 

HOJE é Dia do Evangélico. Amanhã, Dia Internacional da Luta contra a Aids e Dia do Numismata (que coleciona cédulas, moedas e medalhas). No domingo, comemora-se o Dia Nacional das Relações Públicas, Dia Nacional do Samba, Dia da Astronomia e Dia Panamericano da Saúde.

 

ALEX Cardoso de Melo, criador da ONG “Meu Sonho Não Tem Fim”, chega amanhã ao Estado para ministrar palestra para um grupo de empregados da ArcelorMittal Tubarão, na Serra, às 8h.

 

DEPOIS do sucesso de seu painel sublimado na apresentação do youtuber Lucas Netto em Vitória, Rachel Pires também ficará responsável pelo painel que irá decorar o camarim na apresentação que ele fará no Rio de Janeiro, este final de semana.

 

PACIENTES em tratamento contra o câncer serão as estrelas de um desfile de moda amanhã, no Centro de Convenções de Vitória, como parte do evento “Pensando o Câncer de Forma Diferente”, promovido pelo Cecon.

 

A DIFICULDADE em provar o ofensor limita as punições aos crimes de injúria pela internet. O especialista Yuri Sahione orienta a vítima a salvar a página que contém o ataque – os “prints” valem como prova criminal.

 

O LIVRO “Há Vida com Diabetes”, de Elaine Rosa, pós-graduada em Educação em Diabetes pela Associação Nacional de Atenção ao Diabetes, funciona como um “manual” de reeducação para vida de quem tem a doença. “É um passo a cada dia”, afirma a autora.

 

E TOCA A VIDA!

COMPARTILHAR
Artigo anteriorColuna 29 de novembro
Próximo artigoColuna 01 de dezembro
Foto de perfil de Maurício Prates
Maurício Prates nasceu em Cachoeiro de Itapemirim e a comunicação em sua vida começou muito cedo. Aos 11 anos, em 1954, produziu o seu primeiro jornal. Um jornalzinho que falava da escola, dos estabelecimentos de ensino professor Alfredo Herkenhoff. Foi até a papelaria Vieira e pesquisou com Geraldino Poubel o preço da publicação e em seguida percorreu o comércio para vender anúncios e cobrir a despesa do seu primeiro jornal. Não ganhou nada. Só mesmo experiência. No mês seguinte a história mudou e além de publicar o segundo número do jornal, ainda sobrou dinheiro para comprar um sapato novo, ir ao cinema e tomar, de uma só vez, três sorvetes na " Polar", a mais tradicional sorveteria da cidade. E não parou mais. E de lá para cá, deu no que deu! Maurício é bacharel em direito, mas nunca exerceu advocacia. É jornalista e radialista com registros no ministério do trabalho. Tudo guardado em sua carteira de trabalho. Uma única carteira, assinada somente por empresas do grupo João Santos. Sua magistral universidade de vida. O primeiro contrato de trabalho foi na fábrica de cimento, como auxiliar administrativo; depois foi para o Jornal Arauto - que circula desde de 1976 sob sua direção -. em 1978 foi contratado pela Nassau Editora Radio e TV e montou A Tribuna fm Cachoeiro. Em 1982 veio para Vitória dirigir a rede A Tribuna onde ficou até 1998, quando fez um acordo com A Tribuna, fechou o seu contrato de trabalho e lançou a sua coluna diária em A Tribuna, no dia 08 de outubro de 1998. "O grupo João Santos é, e sempre será uma extensão na minha vida, não somente profissional, mas principalmente pela formação de minha vida", diz Maurício Prates para quem quer ouvir.

Deixe uma resposta