COMPARTILHAR

PÉROLAS

 

“Horário de Trabalho. Abrimos quando chegamos. Fechamos quando saímos. Se vier e não estivermos é porque ainda não chegamos ou já saímos.”

Frase estampada em prato decorativo de restaurante em Lisboa.

 

“Não se resolve o problema da criminalidade simplesmente soltando criminosos. Assim, a sociedade fica refém desta atividade.”

Sérgio Moro, futuro Ministro da Justiça.

 

“O valor do negócio está na sua essência, na sua alma; não mais no tamanho desse negócio. Nenhum consumidor mais vai mudar o seu desejo de compra porque a marca é maior ou menor do que a que ele viu vendendo aquele produto.”

Paulo Borges, idealizador e diretor criativo da SPFW, durante palestra em Vitória.

 

“Esse negócio de que mulher gosta de bebida doce e homem gosta de bebida forte acabou.”

Lelo Forti, especialista em coquetéis.

 

A MODELO Helidiane Oliveira em ensaio para a nova coleção de Emar Batalha, Ethnos
(Karine Basílio)

 

 

 Eles nas redes sociais

“Às vezes eu fico chateada e penso ‘eu mereço ficar chateada?’ e respondo mentalmente ‘não né’. Mas infelizmente eu continuo chateada”

@juzao

***

“Se alguém fizer você feliz, revide.”

Ana Simas

  

NOSSA DICA

 Batons com toque clombiano

Uma amizade que nasceu no Instagram rendeu uma das mais desejadas colaborações da temporada: a estilista colombiana Johanna Ortiz criou para Aerin Lauder, fundadora da grife de maquiagens Aerin e neta de Estée Lauder, uma coleção-cápsula de batons que é puro frescor latino. São três cores para os lábios e também as estampas que ilustram as embalagens e nécessaires da linha.

São o Cartagena Sunsets (um laranja bem aberto), o Cali Aji (vermelho intenso) e Tayrona Nude Beach (um suave nude), todos com acabamento semiopaco.

A COLEÇÃO de batons Aerin com o toque da colombiana Johanna Ortiz
(Divulgação)

 

 

Estopim!

O nó da gravata! Sei de casamento que acabou exatamente numa dessa. A mulher arrumada. O marido só faltando o nó na gravata, que é simples mesmo de fazer! Aí ela solta a frase demolidora: “Quantas idas para festas ainda vou ter que te suportar isso?”. O casal não foi à festa. Ela, na hora!!!, foi para a casa de uma amiga. Ele fez a sua mala e foi para um hotel. E o casório… “boom”!!! Isso em Vitória, há uns cinco anos! Hoje ambos estão felizes em seus respectivos segundos casamentos. Ele segue em Vitória e ela está no Rio de Janeiro. E Toca a Vida!

 

Sem taxímetro

Muitos taxistas de Vila Velha estão circulando sem o taxímetro, prática ilegal no mercado. A maioria alega que a concorrência gerada pelos aplicativos de transporte têm mantido os táxis parados no ponto por horas a fio, não valendo a pena sair do ponto por menos de R$ 10,00, o mínimo que se cobra por uma corrida de curto trajeto. O Uber agradece!

 

Clássica no parque

Que tal começar o dia com música clássica? Hoje, às 11h, o Parque Botânico da Vale, em Jardim Camburi, recebe a Orquestra Sinfônica para um concerto especial para toda a família. No repertório, obras de Saint-Saëns e Mahler, além de belas canções natalinas. Regência do maestro Leonardo David e participação da violinista Gabriela Queiroz e da soprano Rosiane Queiroz. A entrada é gratuita.

 

MARCIA Paolielo, Cintia Chieppe e Maria do Carmo Dezan em almoço para arquitetos na Casa Cor
(Cloves Louzada)


Educação do futuro

Heloísa Mesquita, professora da Faesa, será a única representante brasileira no Seminário Global de Salzburg, sobre Educação para o Mundo de Amanhã, na Áustria, entre hoje e o próximo 7. Cinquenta estudiosos do mundo todo se reunirão para desenvolver uma proposta com recomendações sobre a educação do futuro, que será disponibilizada como documento de referência internacional para os sistemas educacionais mundiais.

 

Criadouro de mosquitos

Moradores de Bento Ferreira observaram o aumento significativo de mosquitos até em andares mais altos, onde os pernilongos não costumavam chegar antes. A possível origem é uma piscina que não é limpa há anos, situada no imóvel nº 94 da praça Prefeito Osvaldo Guimarães. A água chega a estar marrom! Criminoso! Alô, prefeitura! A fiscalização precisa agir para ontem! O risco de aumento nos índices de dengue e zika no bairro é perigoso!

 

Mirante no aeroporto

A Infraero estuda proposta para construção de uma sala própria para turistas no Aeroporto de Vitória, uma espécie de mirante. Muitos visitantes querem olhar a paisagem, que inclui o Mestre Álvaro e o mar, além de assistir ao movimento das aeronaves. Hoje essa vista deslumbrante é restrita a quem está na sala de embarque. Também falta no terminal capixaba um espaço para acesso ao transporte coletivo e estacionamento para funcionários, pois muitos pagam para deixar o veículo durante o expediente.

 

Operação Verão

Os comandos de polícia ostensiva do Estado farão reforços de agentes nas ruas, blitze, operações e abordagens nos principais balneários do Estado, a partir da segunda quinzena de dezembro. Na lista estão Vila Velha, Serra, Vitória, Guarapari, Conceição da Barra, São Mateus, Linhares, Aracruz, Fundão, Marataízes, Itapemirim, Piúma, Anchieta e Presidente Kennedy, além de municípios integrantes das principais rotas turísticas.

 

Inclusão no mercado

A procuradora do Ministério Público do Trabalho no Espírito Santo Sueli Teixeira Bessa diz que muitas empresas alegam ter dificuldades na identificação e contratação de pessoas com deficiência. Para facilitar o acesso a mais informações sobre esse público, o MPT-ES vai criar o Cadastro Unificado de Dados das Pessoas com Deficiência do Estado (Cadef), em parceria com outros órgãos.

 

Salto e gravidez

Mesmo durante a gestação, muitas mulheres não abrem mão do salto alto no dia a dia. Mas é preciso ter cuidado com o equilíbrio. “O uso de saltos muito altos já causam alterações na posição da coluna nas mulheres, e com o crescimento da barriga, essa alteração é em maior grau. Pode causar dores e até mesmo uma hiperlordose lombar irreversível”, alerta a obstetra Lorena Baldotto.

 

Entrega múltipla

Um novo modelo de entrega de comida será inaugurado em Porto Alegre (RS), em março: o Delivery Center vai reunir diferentes opções de restaurantes, pizzarias, lanchonetes e hamburguerias em uma mesma sede física, permitindo ao cliente escolher produtos variados em uma mesma encomenda, além de acompanhar o tempo previsto para a produção e chegada do entregador. Boa! Serão 21 unidades, sendo 15 cozinhas, farmácia, loja de conveniência e minimercado, todas integradas por uma central de pedidos. Que tal trazer a ideia para a Ilha?

 

Formandos fantasiados

As festas de formatura à fantasia caíram mesmo no gosto dos estudantes capixabas. A costureira Maria do Carmo, dona da Kanpai, em Jardim da Penha, diz que as mais encomendadas são cosplays, de circo, Procurando Nemo, Pequena Sereia, super-heróis, animes japonês, princesas, 101 Dálmatas e outros desenhos infantis. “A novidade são os modelos assaltantes de banco do famoso seriado ‘La Casa Del Papel’”,

COMPARTILHAR
Artigo anteriorA COLEÇÃO de batons Aerin com o toque da colombiana Johanna Ortiz
Próximo artigoColuna 03 de dezembro
Foto de perfil de Maurício Prates
Maurício Prates nasceu em Cachoeiro de Itapemirim e a comunicação em sua vida começou muito cedo. Aos 11 anos, em 1954, produziu o seu primeiro jornal. Um jornalzinho que falava da escola, dos estabelecimentos de ensino professor Alfredo Herkenhoff. Foi até a papelaria Vieira e pesquisou com Geraldino Poubel o preço da publicação e em seguida percorreu o comércio para vender anúncios e cobrir a despesa do seu primeiro jornal. Não ganhou nada. Só mesmo experiência. No mês seguinte a história mudou e além de publicar o segundo número do jornal, ainda sobrou dinheiro para comprar um sapato novo, ir ao cinema e tomar, de uma só vez, três sorvetes na " Polar", a mais tradicional sorveteria da cidade. E não parou mais. E de lá para cá, deu no que deu! Maurício é bacharel em direito, mas nunca exerceu advocacia. É jornalista e radialista com registros no ministério do trabalho. Tudo guardado em sua carteira de trabalho. Uma única carteira, assinada somente por empresas do grupo João Santos. Sua magistral universidade de vida. O primeiro contrato de trabalho foi na fábrica de cimento, como auxiliar administrativo; depois foi para o Jornal Arauto - que circula desde de 1976 sob sua direção -. em 1978 foi contratado pela Nassau Editora Radio e TV e montou A Tribuna fm Cachoeiro. Em 1982 veio para Vitória dirigir a rede A Tribuna onde ficou até 1998, quando fez um acordo com A Tribuna, fechou o seu contrato de trabalho e lançou a sua coluna diária em A Tribuna, no dia 08 de outubro de 1998. "O grupo João Santos é, e sempre será uma extensão na minha vida, não somente profissional, mas principalmente pela formação de minha vida", diz Maurício Prates para quem quer ouvir.

Deixe uma resposta