COMPARTILHAR

Eles nas redes sociais

“Hoje termina os 10 anos de azar de uma corrente que não repassei no Orkut. Daqui pra frente é só vitória.”

@mvdobogar

***

“Como eu vou explicar para as minhas paranoia que você não fez nada.”

@oiejuao

EM CLIMA de Carnaval. Lorena Bragatto é a embaixadora do Meu Camarote, espaço VIP em parceria com a Rede Tribuna no Sambão do Povo
(Cloud Coimbra)

 

 

De resorts

De volta ao tema: por que o Estado não tem um resort? Empresários e grandes redes afirmam que resorts são empreendimentos de grande impacto, exigem grande área física e precisam nascer conectados ao trading mundial. “O Espírito Santo tem os mecanismos para dar o suporte legal e de mobilização de fornecedores locais. Seremos os primeiros a estender o tapete vermelho”, disse-nos o secretário de Estado do Turismo, Dorval Uliana, ressaltando, no entanto, a vocação do Espírito Santo para o turismo diversificado.

***

“O turismo de aventura está crescendo muito. O de lazer também está em expansão: a maior operadora do Brasil vendeu 46% a mais para o Espírito Santo em janeiro de 2019 do que no mesmo período do ano passado. A observação de baleias e o turismo náutico possuem números positivos e um potencial enorme. Esse modelo diversificado é saudável porque distribui os impactos e gera trabalho e renda em todo o território. Assim, não dependemos de uma âncora”, afirmou.

 

A ANIVERSARIANTE Camila Lima entre Márcia Nales e Geyse Souza em almoço no Aleixo

 

Dia Estadual da Cri du Chat

Hoje é o Dia Estadual da Cri du Chat, síndrome caracterizada pelo choro agudo do bebê, parecido com o miado de um gato, que afeta o desenvolvimento psicomotor dos portadores. Graça Golthara, que tem uma filha com a síndrome, batalha para que a condição seja mais conhecida e tenha diagnóstico ainda na sala do parto. O Espírito Santo tem quatro portadores – “Mas deve ter mais gente que não foi diagnosticada”, alerta. No Brasil, são quase 3 mil pessoas cadastradas.

 

Banco espertinho

Síndico de um condomínio de Vitória foi impedido de fechar a conta que tinha em um banco e migrar para uma cooperativa de crédito. A instituição bancária se baseou no teto de gastos mensais determinado pela convenção do condomínio, inviabilizando a transferência de um alto valor. O assunto foi registrado na polícia e, após muito custo e novo entendimento do jurídico do banco, foi permitida a transferência do dinheiro.

 

Testes no Sambão

Tiveram início ontem os ensaios técnicos no Sambão do Povo, uma oportunidade para as escolas de samba poderem detectar possíveis falhas na apresentação da evolução das agremiações, fazerem correções e ensaiarem as coreografias das alas, além de cronometrar o tempo na avenida. Hoje é a vez de Chegou o que Faltava, Rosas de Ouro e Boa Vista, a partir das 20h.

LEONARDO Ferraz ao lado do novo presidente da Audi, Johannes Roscheck, em Gibraltar, na Espanha

Treino da vez

Tendência fitness, o “Metcon” é a sigla para metabolic conditioning, que significa desenvolvimento metabólico. O educador físico Bruno Razera diz que se trata de uma espécie de circuito de exercícios. “A oscilação da frequência cardíaca dentro das zonas máximas e mínimas garante um treino de alta intensidade que tem como objetivo desenvolver determinadas capacidades físicas, entre elas a condição cardiorrespiratória”, explica.

 

CIRCUITO

 

TEM gente ganhando a vida distribuindo… abraços! Matéria publicada no “Daily Mail” fala sobre a norte-americana Janet Trevino, 37 anos, que virou “abraçadora” profissional. Ela cobra cerca de R$ 250,00 por hora para abraçar e dar carinho para homens carentes. Nesta “brincadeira”, ela fatura por volta de R$ 5 mil por semana.

 

HOJE é o Dia Mundial do Rádio. Bom dia, turma da Tribuna!

 

RAQUEL Brandão recebe hoje, às 15h, em seu espaço no Barro Vermelho com bolo, espumante e café para apresentar novidades, inclusive peças de cabeças para o Carnaval.

 

MAIS DE 250 animais, entre cobras, jacarés, gambás, cães, gatos, macacos, tartarugas, raposas e morcegos, encontrados na área da ArcelorMittal Tubarão, em 2018, foram recolhidos pela equipe de Bombeiros da empresa. Após a captura, eles são soltos em áreas naturais mais adequadas, algumas vezes dentro da própria usina, que possui amplo cinturão verde.

 

A ÁREA de eventos Patrick Ribeiro, em Vila Velha, recebe hoje Paulo Vieira, autor de “O Poder da Ação”, para ministrar o curso inspirado no livro que figura na lista de mais vendidos do Brasil desde 2016, quando foi lançado.

 

O VEREADOR Vinicius Simões realiza audiência pública para debater as “Condições Estruturais da Segunda Ponte”. O debate será no dia 18, às 14h, no Plenário da Câmara Municipal de Vitória.

 

PURPURINA vegana. Feita à base de plantas, já existe no mercado a purpurina vegana para brilhar no Carnaval e ser sustentável ao mesmo tempo (a purpurina comum é feita de plástico ou minério). Outra vantagem é que ela não esfarela na pele – tem textura cremosa.

 

CACHOEIRO de Itapemirim lançou edital para credenciamento de artistas que tenham interesse em integrar a programação de eventos culturais neste e no próximo ano. Podem se cadastrar contadores de histórias, atores de teatro, performáticos, dançarinos e músicos que tenham a partir de 18 anos e residam no município.

 

O NEON segue em alta no inverno 2019. “Geralmente esses tons são preferidos no verão, mas eles estarão com tudo no inverno. Para uma proposta mais elegante, vale apostar em modelagens bem femininas, como a saia mídi. Outra dica é usar o neon em acessórios ou calçados”, comentou a consultora de moda Mary de Sá.

 

E TOCA A VIDA!

COMPARTILHAR
Artigo anteriorColuna 11 de fevereiro
Próximo artigoInauguração da TBone – Fotos: Cloves louzada
Foto de perfil de Maurício Prates
Maurício Prates nasceu em Cachoeiro de Itapemirim e a comunicação em sua vida começou muito cedo. Aos 11 anos, em 1954, produziu o seu primeiro jornal. Um jornalzinho que falava da escola, dos estabelecimentos de ensino professor Alfredo Herkenhoff. Foi até a papelaria Vieira e pesquisou com Geraldino Poubel o preço da publicação e em seguida percorreu o comércio para vender anúncios e cobrir a despesa do seu primeiro jornal. Não ganhou nada. Só mesmo experiência. No mês seguinte a história mudou e além de publicar o segundo número do jornal, ainda sobrou dinheiro para comprar um sapato novo, ir ao cinema e tomar, de uma só vez, três sorvetes na " Polar", a mais tradicional sorveteria da cidade. E não parou mais. E de lá para cá, deu no que deu! Maurício é bacharel em direito, mas nunca exerceu advocacia. É jornalista e radialista com registros no ministério do trabalho. Tudo guardado em sua carteira de trabalho. Uma única carteira, assinada somente por empresas do grupo João Santos. Sua magistral universidade de vida. O primeiro contrato de trabalho foi na fábrica de cimento, como auxiliar administrativo; depois foi para o Jornal Arauto - que circula desde de 1976 sob sua direção -. em 1978 foi contratado pela Nassau Editora Radio e TV e montou A Tribuna fm Cachoeiro. Em 1982 veio para Vitória dirigir a rede A Tribuna onde ficou até 1998, quando fez um acordo com A Tribuna, fechou o seu contrato de trabalho e lançou a sua coluna diária em A Tribuna, no dia 08 de outubro de 1998. "O grupo João Santos é, e sempre será uma extensão na minha vida, não somente profissional, mas principalmente pela formação de minha vida", diz Maurício Prates para quem quer ouvir.

Deixe uma resposta