COMPARTILHAR

PÉROLAS

 

“Se autonomia do Banco Central passar, é o caso de ir para a rua e quebrar tudo. Afirmo com toda serenidade.”

Ciro Gomes, sobre projeto de lei que o Palácio do Planalto enviará ao Congresso e que ele considera “a definitiva formalização de entrega do destino da nação a três bancos”. Ir para as ruas é preciso sempre, mas quebrar tudo não tem necessidade, não é?

 

“Bloqueio de R$ 8,2 milhões inviabiliza sustento da família.”

Do ex-presidente Michel Temer para o juiz Marcelo Bretas, da 7ª Vara Federal do Rio. Hein?

 

“Não quero poder. Quero é liderar.”

Elisângela Oliveira, faixa roxa em caratê, primeira mulher a liderar a Guarda Municipal de Vila Velha.

 

“Até que seria legal, mas a segurança é o principal. Dependendo da linha, eu não tiro o aparelho da bolsa.”

Eduardo Nascimento, usuário do Sistema Transcol, que vai ganhar wi-fi de graça em 100 ônibus até o fim de maio.

 

ELEGANTES! Gracinha Nader, Vânia Campos Massad, Carlota Gottardi e a aniversariante de hoje, Solange Herkenhoff
(Cloves Louzada)

 

 


Eles nas redes sociais

“Aprender a dizer não é a atitude mais libertadora que podemos tomar. Nada supera a sensação de ser coerente com nossas ideias.”

André Lima

***
“Aquilo que está destinado a você, não passará por você, ele chegará até você. Não importa o tempo, o seu destino estará esperando por você.”

@soboolhardaluz. Mas não trabalha, não, para ver…

 

 

NOSSA DICA

Base natural de luxo

A grife francesa Guerlain desenvolveu a primeira base do segmento de luxo com 97% de ingredientes naturais na fórmula: a L’Essentiel, que tem acabamento de brilho natural. A fórmula não contém óleo, álcool ou silicone. Os 3% de ingredientes artificiais são conservantes, para manter o produto estável. Os pigmentos são naturais e probióticos, que ajudam a manter a saúde da pele – a maquiagem deixa a pele respirar, ao mesmo tempo que hidrata e protege da poluição. Além disso, promete durabilidade de até 16 horas!

São nada menos do que 30 cores, disponíveis nos belos frascos assinados pelo designer Mathieu Lehanneur, inspirado na sutil arte do equilíbrio. Ele também criou o pincel de aplicação, pensado para ser ergonômico e permitir mais controle na hora de se maquiar. Chegou ao Brasil este mês, pela Sephora (R$ 254,15 a base, R$ 220,15 o pincel).

L’ESSENTIEL, da Guerlain: base tem 97% de ingredientes naturais e frasco assinado por Mathieu Lehanneur
(Divulgação)

 

 

 

 

30 todo dia

Pessoas sedentárias que trocaram 30 minutos sentadas por 30 minutos de atividade física tiveram redução no risco de mortalidade, confirma pesquisa americana realizada com mais de 90 mil participantes acompanhados por cinco anos. Opa! Vou ampliar minhas idas à praia nas manhãs e andar mais um pouco, do muito que já faço. O educador físico Márcio Atalla diz que 80% das doenças estão relacionadas às nossas escolhas diárias. “A coisa mais barata e mais eficiente que você pode fazer por você mesmo é combater o sedentarismo”, afirma.

 

Drone e meio ambiente

Equipes de fiscalização em campo do Iema contam atualmente com o auxílio de três drones para vistorias em locais de difícil acesso ou de risco. As áreas com maior demanda para o uso do equipamento são os setores de resíduos sólidos e saneamento, mineração, fiscalização e coordenação de empreendimentos diversos. O equipamento também foi importante no auxílio prestado pelo Iema aos Bombeiros no incêndio ocorrido na unidade da Petrobras da Serra, em janeiro.

 

Bombovo das montanhas

A cada Páscoa cresce o movimento dos ovos de chocolate artesanais. A chef Júlia Vantil diz que os principais motivos são a valorização do produto local e com cara de comida de verdade. “Essa tendência se refletiu na Páscoa, onde os confeiteiros podem criar sabores personalizados no lugar dos sabores ‘engessados’ dos grandes fabricantes. Além do preço, que compensa mais”, disse ela, que criou um ovo inspirado no bombom de morango de Domingos Martins, o “Bombovo”.

 

De Ramos

A Igreja Católica dá início à Semana Santa hoje, com a celebração do Domingo de Ramos, rememorando o momento em que Jesus é recebido em Jerusalém como um rei, com ramos de palmeiras. O arcebispo metropolitano de Vitória, dom Dario Campos, celebra missa às 9h na Comunidade Nossa Senhora da Piedade, no Morro da Piedade. Na quinta-feira, ele estará na Catedral Metropolitana às 9h para celebrar a Missa de Crisma, e na sexta será a Paixão do Senhor, às 15h.

 

DANILO Leonel nos Jardins de Monet, em Giverny, na França

 

Inventário de Memórias

O Museu Capixaba do Negro “Verônica da Pas” (Mucane), no centro de Vitória, realiza neste domingo a mostra Trovoa, a partir das 13h30. A edição capixaba, intitulada “Inventário de Memórias”, irá fazer uma imersão nos trabalhos que forem inscritos por meio de seleção online e, posteriormente, serão publicadas em um catálogo virtual. Aberto ao público.

 

Olho na vitrine

A obrigatoriedade de colocação de preços nas mercadorias expostas nas vitrines é o foco de uma operação do Procon de Vitória na Praia do Canto. A equipe de fiscalização orienta os lojistas do bairro para regularizar o que está errado. A gerente do órgão, Herica Correa Souza, explica que são comuns reclamações sobre a ausência de preço em produtos nas vitrines. “Se a compra puder ser parcelada, deve-se descrever as formas de pagamento”, avisa.

 

Transporte coletivo

A mobilidade urbana no Brasil está na pauta de reestruturações do novo governo, mas o baixo investimento, de apenas 0,01% previsto no orçamento federal para o transporte coletivo urbano, preocupa o setor. Para o secretário-geral do Sindicato das Empresas de Transportes de Passageiros do Espírito Santo (Setpes), Jaime De Angeli, o baixo orçamento demonstra a falta de prioridade que o transporte público ainda tem no Brasil. Um absurdo! Alô, nossos representantes da bancada federal, dá para ver isso agora? Incrível!!!

 

Segurança jurídica dos estados

O Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu que a Procuradoria-Geral do Estado (PGE) é o único órgão responsável pela representação judicial e pela consultoria jurídica das unidades federativas do País. “Isso aumenta a segurança jurídica estadual, por reafirmar que a coordenação jurídica do Estado é única e cabe à PGE, evitando a prática de atos jurídicos pela administração pública sem uma coordenação única”, afirma o presidente da Associação dos Procuradores do Estado do Espírito Santo (Apes), Leonardo Pastore.

 

Regionais e virtuais

Antes restritos aos turistas, produtos da região serrana do Espírito Santo, de forte herança cultural italiana e alemã, chegam agora a todo o País, vendidos em lojas virtuais e com entregas combinadas via aplicativos de mensagem. Com a adesão ao e-commerce, cerca de 250 negócios familiares das montanhas capixabas tiveram aumento médio de 215% no faturamento desde 2008, segundo o Sebrae-ES. Palmito, socol, polenta, licor, geleias e café estão entre os itens.

COMPARTILHAR
Artigo anteriorColuna 13 de abril
Próximo artigoL’ESSENTIEL, da Guerlain: base tem 97% de ingredientes naturais e frasco assinado por Mathieu Lehanneur (Divulgação)
Foto de perfil de Maurício Prates
Maurício Prates nasceu em Cachoeiro de Itapemirim e a comunicação em sua vida começou muito cedo. Aos 11 anos, em 1954, produziu o seu primeiro jornal. Um jornalzinho que falava da escola, dos estabelecimentos de ensino professor Alfredo Herkenhoff. Foi até a papelaria Vieira e pesquisou com Geraldino Poubel o preço da publicação e em seguida percorreu o comércio para vender anúncios e cobrir a despesa do seu primeiro jornal. Não ganhou nada. Só mesmo experiência. No mês seguinte a história mudou e além de publicar o segundo número do jornal, ainda sobrou dinheiro para comprar um sapato novo, ir ao cinema e tomar, de uma só vez, três sorvetes na " Polar", a mais tradicional sorveteria da cidade. E não parou mais. E de lá para cá, deu no que deu! Maurício é bacharel em direito, mas nunca exerceu advocacia. É jornalista e radialista com registros no ministério do trabalho. Tudo guardado em sua carteira de trabalho. Uma única carteira, assinada somente por empresas do grupo João Santos. Sua magistral universidade de vida. O primeiro contrato de trabalho foi na fábrica de cimento, como auxiliar administrativo; depois foi para o Jornal Arauto - que circula desde de 1976 sob sua direção -. em 1978 foi contratado pela Nassau Editora Radio e TV e montou A Tribuna fm Cachoeiro. Em 1982 veio para Vitória dirigir a rede A Tribuna onde ficou até 1998, quando fez um acordo com A Tribuna, fechou o seu contrato de trabalho e lançou a sua coluna diária em A Tribuna, no dia 08 de outubro de 1998. "O grupo João Santos é, e sempre será uma extensão na minha vida, não somente profissional, mas principalmente pela formação de minha vida", diz Maurício Prates para quem quer ouvir.

Deixe uma resposta