COMPARTILHAR
Eles nas redes sociais
“Um feriado em homenagem ao primeiro ser humano que preparou um bife e pensou ‘quer saber? Vou fritar um ovo e jogar nesse prato também’.”
@_thalesnogueira
***
“Deus se propõe, não se impõe; ilumina, mas não ofusca.”
@Pontifex_pt
MAIELE Alves em editorial de noivas com joias de Tamárcia Vittoraci na KA 347, em Itaúnas
(Juliana e Fagner Fotografias)

Cerco inteligente
Em um ano, o número de roubos e furtos de veículos caiu quase 50% em Vitória. A redução é reflexo da implantação do Cerco Inteligente de Segurança, que já ajudou a recuperar mais de 100 veículos. Sempre que um carro é furtado ou roubado e o proprietário registra a ocorrência, a placa vai para o sistema do Cerco Inteligente de Segurança. Se passar por alguma das 18 barreiras instaladas na Ilha, um alarme dispara na central de videomonitoramento e o veículo passa a ser acompanhado em tempo real pelas ruas, até a abordagem ao condutor.

Espera absurda
No último sábado, pastelaria aberta recentemente no Shopping Vitória tinha uma espera de 40 minutos para a entrega dos pedidos. Isso porque o local serve pastel e caldo de cana! O que era para ser um lanche rápido, virou uma longa jornada. Falta de planejamento para dar conta da demanda.

O CASAL Márcio Ribeiro e Letícia Binda curtindo o fim de semana no Wanted Pub, Praia do Canto
(Monique Janutt)

Águas do Itapemirim
Representantes do Instituto Pacto Pelas Águas Capixabas propõem a revitalização da Bacia Hidrográfica do Rio Itapemirim, no Sul do Estado. “O objetivo é a produção de água. Para o abastecimento humano, para o pequeno produtor, para o agronegócio. A lógica é recuperar a bacia e isso significa fazer recomposição florestal, conservação de solo e água com o engajamento profundo da sociedade”, explicou o presidente do Instituto Espinhaço, Luiz Oliveira.

Santa unha
As unhas com decoração religiosa e espiritual têm ganhado muitas adeptas na Ilha, principalmente com o aumento no número de opções de adesivos. “Existem terços, versículos bíblicos, imagens de santos, entre outros. A mais pedida é a palavra ‘fé’, que tem um significado bem amplo”, explicou Vanessa Krohling, que atua neste nicho de mercado.

O EMPRESÁRIO Alisson Palma com a arquiteta Marília Celin em evento na Ilha
(Cacá Lima)

Frutas em casa
Feirante desde os 10 anos, Thiago Rocon viu no pedido de um amigo uma oportunidade de negócio. “Ele disse que não tinha tempo nem disposição de ir à feira escolher as frutas e me pediu que eu as entregasse de forma selecionada em sua casa. Desde então, venho recebendo muitas encomendas, inclusive de restaurantes. As mais pedidas são as frutas exóticas, como pitaya, conhecida como ‘fruta do dragão’, e o mangostin, ou ‘fruta da rainha’”, disse ele, que tem ainda cinco barracas e um mercadinho na Grande Vitória. Questão de visão e abraçar uma oportunidade!

Doenças respiratórias e exercícios
Muitos acreditam que quem tem doenças respiratórias, como asma, bronquite e rinite, não pode fazer exercícios físicos, o que não é verdade. Segundo o educador físico Guilherme Buffolo, da Azen, se exercitar fortalece os músculos responsáveis pela respiração, aumenta a circulação do sangue, revigora o coração e diminui a pressão sanguínea. “É fundamental que um médico especialista avalie o caso e indique a melhor atividade de acordo com o condicionamento cardiorrespiratório do paciente”, ressalta.

CIRCUITO

SIGO este caminho há anos. Ao despertar, pense no Pai e diga “Deus me indicará, hoje, o que devo fazer”. Você será feliz! Amém!

“RUMO à Maternidade – Preparação x Expectativa” é o tema do bate-papo que será realizado hoje, às 19h, no Instituto Hope, Enseada do Suá, com a ginecologista Juliana Fernandes, a médica ortomolecular Keila Motta e a psicóloga Lourdes Landeiro. Inscrições gratuitas no 3227-4186.

FERNANDA Prates e Mayka Schneider convidam para café da tarde com as novidades da coleção “Desert Flower”, da Lavish, amanhã, às 15h, na Conceito Sier, Santa Lúcia.

ENCONTRO de designers. A empresária Roberta Drummond e as designers de interiores Geórgia Mendonça e Cirlene Reco realizam hoje, no Comfort Suits, Praia do Canto, encontro da Associação Brasileira de Designers de Interiores (ABD). O tema do bate-papo será “Design, Tendência e Imperfeição”, com os palestrantes Vitor Penha, Sabrina Deweik e Arauco.

CORRIDA do bem. O medalhista olímpico Vanderlei Cordeiro de Lima será presença especial no 14º Circuito do Aço, corrida de 10km promovida pela ArcelorMittal e a Liga de Marketing, no dia 16 de junho. As inscrições estão abertas até o próximo dia 31 e todo o valor arrecadado será revertido para a compra de dois carros, que serão doados para a Associação Amigos dos Autistas do Espírito Santo (Amaes) e Associação Lar Semente do Amor.

CLAUDIA Coelho Fuzer está em São Paulo, onde participa, até sexta-feira, da Bett Educar 2019, feira referência na América Latina em tecnologia aplicada à educação. Ela apresenta as novidades de sua Escolaweb, como o aplicativo de gestão escolar que propõe facilitar o relacionamento e o envolvimento de pais e responsáveis na rotina escolar dos filhos.

ESTÃO abertas as inscrições para a V Semana Estadual de Tecnologia da Informação e Comunicação, no site semanatic.prodest.es.gov.br. O evento é gratuito e será realizado pelo Prodest nos próximos dias 30 e 31, no auditório da Findes, com o tema “Segurança da Informação: Os Impactos da Lei Geral de Proteção de Dados na Estratégia de Segurança da Informação”.

E TOCA A VIDA!

COMPARTILHAR
Artigo anteriorColuna 14 de maio
Próximo artigoJantar beneficente na APAE – Fotos: Cloves Louzada
Foto de perfil de Maurício Prates
Maurício Prates nasceu em Cachoeiro de Itapemirim e a comunicação em sua vida começou muito cedo. Aos 11 anos, em 1954, produziu o seu primeiro jornal. Um jornalzinho que falava da escola, dos estabelecimentos de ensino professor Alfredo Herkenhoff. Foi até a papelaria Vieira e pesquisou com Geraldino Poubel o preço da publicação e em seguida percorreu o comércio para vender anúncios e cobrir a despesa do seu primeiro jornal. Não ganhou nada. Só mesmo experiência. No mês seguinte a história mudou e além de publicar o segundo número do jornal, ainda sobrou dinheiro para comprar um sapato novo, ir ao cinema e tomar, de uma só vez, três sorvetes na " Polar", a mais tradicional sorveteria da cidade. E não parou mais. E de lá para cá, deu no que deu! Maurício é bacharel em direito, mas nunca exerceu advocacia. É jornalista e radialista com registros no ministério do trabalho. Tudo guardado em sua carteira de trabalho. Uma única carteira, assinada somente por empresas do grupo João Santos. Sua magistral universidade de vida. O primeiro contrato de trabalho foi na fábrica de cimento, como auxiliar administrativo; depois foi para o Jornal Arauto - que circula desde de 1976 sob sua direção -. em 1978 foi contratado pela Nassau Editora Radio e TV e montou A Tribuna fm Cachoeiro. Em 1982 veio para Vitória dirigir a rede A Tribuna onde ficou até 1998, quando fez um acordo com A Tribuna, fechou o seu contrato de trabalho e lançou a sua coluna diária em A Tribuna, no dia 08 de outubro de 1998. "O grupo João Santos é, e sempre será uma extensão na minha vida, não somente profissional, mas principalmente pela formação de minha vida", diz Maurício Prates para quem quer ouvir.

Deixe uma resposta