COMPARTILHAR

Eles nas redes sociais

“Top 5 cursos que eu gostaria de ter feito: – herdeira”

@anadotelhado

***

“Quanto menos você fala, mais valor tem suas palavras.”

@revolucaodiariaa

HANNA Fogos, que hoje ganha festa de 15 anos no MS Buffet, com produção e cerimonial de Roberta Lacerda
(Debora Benaim)

 

 

Praça Getúlio Vargas

A escultura em bronze de corpo inteiro do presidente Getúlio Vargas, localizada na praça que leva o seu nome, no centro de Vitória, está totalmente sem identificação. Além de pichações, a placa de granito está com a frase da carta-testamento que Vargas escreveu ao povo brasileiro faltando letras. Sete letras, precisamente. O monumento foi criado por Leonardo Lima e inaugurado em 1955.

 

Atualize o WhatsApp

O aplicativo de envio de mensagens WhatsApp divulgou recentemente uma falha de segurança em seu sistema que permitia que hackers instalassem um software espião nos celulares. Segundo o especialista em Tecnologia da Loga Internet, Renato Souza, essa vulnerabilidade deixa o aparelho exposto à coleta de diversas informações, inclusive senhas, sem deixar rastros. “É recomendado que os usuários atualizem o aplicativo para a última versão disponível, que já está segura”, orienta.

 

Rotina para idosos

Idosos diagnosticados com demências – epa! – se sentirão mais tranquilos se tiverem uma rotina de atividades bem planejada e executada. “Por terem a noção de espaço e tempo prejudicada diante dos sintomas caracterizados pela redução da função cerebral, ter uma agenda semanal com horários para acordar, tomar o café da manhã, realizar exercícios físicos, almoçar, ver televisão, passear, jantar, dormir etc ajudará a dar segurança e reduzir conflitos”, explica Gustavo Souza, psicólogo de residência assistida.

EM JANTAR beneficente na Apae Vitória, seu diretor Felipe Pimentel e a madrinha da entidade filantrópica, Fernanda Prates
(Cloves Louzada)

 


Sem medidas

Leitora de MP está numa baita peleja para contratar serviço de vidraçaria e marmoraria. Segundo ela, as empresas consultadas não vão ao local para fazer a medição das áreas, que são grandes. “Foi uma luta conseguir alguém para fazer o orçamento dos parapeitos e das soleiras. Disseram que eu que teria que mandar as medidas. Só viriam aqui se eu fechasse com elas. Como vou fechar um serviço sem saber o valor final?”, questiona.

 

Sem noção

Enquanto aguardava a realização de um exame, paciente – já impaciente! – não acreditava na cena que presenciou na recepção do hospital: três homens conversando alto – muito alto! –, contando causos, passando áudios de WhatsApp para todo mundo ouvir e rindo. Falta de educação, de respeito e de noção! Mesmo com todos os olhares recriminadores dos outros pacientes e acompanhantes, eles nem se incomodaram e seguiram no animado bate-papo.

 

Leitura que cura

Nos Estados Unidos existe uma Associação Nacional para a Terapia pela Poesia, cuja finalidade é o uso da literatura para o desenvolvimento pessoal e o tratamento de situações patológicas. O “biblioterapeuta” trabalha em hospitais, instituições psiquiátricas e geriátricas, prisões etc. Ele seleciona um poema, um conto ou um trecho de romance, que é lido para a pessoa. Sua resposta emocional é então discutida. Acessível e prazerosa essa terapia!

 

SIMONE e Daniel Barzilai no lançamento da coleção de seu espaço, que teve curadoria de design e arte por Márcia Abreu
(Cloves Louzada)


Políticas culturais

O Formemus, conferência musical que será realizada de 30 de maio a 2 de junho, em Vitória, terá presença de Edson Natale, músico, escritor, jornalista, gerente de música do Itaú Cultural e coordenador do Auditório Ibirapuera (SP). Ele traz sua experiência para o painel de Políticas Culturais, que irá abordar políticas públicas e privadas de cultura, a importância desses mecanismos e as perspectivas futuras. Quem também participa desse painel é Victor D’Almeida, gerente de Cultura no Instituto Oi Futuro, que já atuou na Unesco e no Sesc Rio.

 

Festival ítalo-germânico

A Italemanha, em Marechal Floriano, será nos dias 28, 29 e 30 de junho, além da escolha das rainhas e princesas no dia 27, evento que abre a festança. Artistas nacionais serão escalados para a maratona de shows, em plena alta temporada de inverno na região serrana capixaba. “Como no ano passado, não usaremos recursos do município para a contratação destes shows, mas sim verba do Ministério do Turismo específica para esse fim”, comentou a secretária de Cultura e Turismo de Marechal, Maria Goretti.

CIRCUITO

 

DEPOIS do tomate, é a vez do preço do alho disparar nos supermercados. Há locais em que o quilo está custando mais de R$ 19,00 – sendo que até pouco tempo atrás saía por volta de R$ 14,00. A informação do mercado é tendência de aumento para hortaliças, legumes e verduras. Muito lindo isso!

 

DALVA Carone receberá amigas em sua casa na Aldeia, em Guarapari, para almoço no próximo dia 23.

 

NEUSA Glória Santos lança seu novo livro, “Lembranças e Reflexões”, dia 24, na Feira Literária Capixaba (Flic), que será realizada na Ufes. No dia 30, às 17h, o lançamento será no Sindicato dos Delegados, onde também apresenta a obra “Câncer: O Protagonista Silencioso”.

 

NEY Matogrosso apresenta sua nova turnê, “Bloco na Rua”, amanhã, às 21h, no Espaço Patrick Ribeiro. O repertório tem sucessos de outros artistas, como “Eu Quero é Botar Meu Bloco na Rua” (Sérgio Sampaio), “Jardins da Babilônia” (Rita Lee), “Mais Feliz” (Cazuza) e “A Maçã” (Raul Seixas), além de hits de sua carreira, como “Pavão Misterioso” e “Sangue Latino”. Não dá para não ir.

 

TRINTA alunos de Design de Moda da Faesa comandam ateliê dentro da Loja Vazia, campanha de solidariedade que segue até o próximo dia 26 no Shopping Vitória. Eles utilizam técnicas como bordado, desenho, apliques, pintura e reestilização para customizar as doações e agregar valor às roupas, que serão vendidas pelas entidades beneficiadas. “A triagem seleciona as peças que precisam de intervenção, por terem mancha ou furo, por exemplo”, explica o coordenador técnico, Josué Vasconcelos.

 

O HOSPITAL das Clínicas (Hucam) e as Óticas Cachoeiro estão disponibilizando cartilhas informativas sobre os direitos de pessoas com deficiência visual. Em dezembro último, o hospital realizou uma mostra de fotografias em homenagens às pessoas portadoras de baixa visão, no Dia Nacional da Pessoa com Deficiência Visual.

 

A CULTURA K-pop, da Coreia do Sul, ganhou destaque no mundo ocidental. Os fãs desse estilo musical, que tem como um dos ícones a banda BTS, já desfilam nas ruas com moda, estilo e comportamento característicos. No vestuário, entram camisas colegiais, blusas masculinas com um tamanho a mais, calças mais apertadas e tênis chamativos, tudo com muita cor. Outro detalhe são os acessórios como uma distinção das roupas.

 

E TOCA A VIDA!

COMPARTILHAR
Artigo anteriorCoquetel na Conceito Sier – Fotos: Cloves Louzada
Próximo artigoColuna 18 de maio
Foto de perfil de Maurício Prates
Maurício Prates nasceu em Cachoeiro de Itapemirim e a comunicação em sua vida começou muito cedo. Aos 11 anos, em 1954, produziu o seu primeiro jornal. Um jornalzinho que falava da escola, dos estabelecimentos de ensino professor Alfredo Herkenhoff. Foi até a papelaria Vieira e pesquisou com Geraldino Poubel o preço da publicação e em seguida percorreu o comércio para vender anúncios e cobrir a despesa do seu primeiro jornal. Não ganhou nada. Só mesmo experiência. No mês seguinte a história mudou e além de publicar o segundo número do jornal, ainda sobrou dinheiro para comprar um sapato novo, ir ao cinema e tomar, de uma só vez, três sorvetes na " Polar", a mais tradicional sorveteria da cidade. E não parou mais. E de lá para cá, deu no que deu! Maurício é bacharel em direito, mas nunca exerceu advocacia. É jornalista e radialista com registros no ministério do trabalho. Tudo guardado em sua carteira de trabalho. Uma única carteira, assinada somente por empresas do grupo João Santos. Sua magistral universidade de vida. O primeiro contrato de trabalho foi na fábrica de cimento, como auxiliar administrativo; depois foi para o Jornal Arauto - que circula desde de 1976 sob sua direção -. em 1978 foi contratado pela Nassau Editora Radio e TV e montou A Tribuna fm Cachoeiro. Em 1982 veio para Vitória dirigir a rede A Tribuna onde ficou até 1998, quando fez um acordo com A Tribuna, fechou o seu contrato de trabalho e lançou a sua coluna diária em A Tribuna, no dia 08 de outubro de 1998. "O grupo João Santos é, e sempre será uma extensão na minha vida, não somente profissional, mas principalmente pela formação de minha vida", diz Maurício Prates para quem quer ouvir.

Deixe uma resposta