Eles nas redes sociais
“Eu não acho nem que adulto tinha que trabalhar imagina criança.”
@lorimeyers
***
“Não é o conhecimento formal que faz uma pessoa melhor, é justamente buscar conhecimentos diferentes, fora da sua realidade e capaz de nos conectar a pessoas que nunca imaginamos entender”
@Savagefiction
O CASAL José Roberto Podestá e Olívia Galvão em noite de vinhos e alta gastronomia, na Praia do Canto
(Cloves Louzada)

Trabalho escravo
A extinção do Ministério do Trabalho provocou redução nas ações de combate à escravidão. O número de trabalhadores resgatados também despencou. Nos 12 meses de 2018, foram libertados 1.745 escravos, contra apenas 232 no primeiro semestre de 2019. O alvo das inspeções parece ter mudado do campo para as cidades, uma vez que 67,6% dos trabalhadores libertados entre janeiro e junho deste ano estavam na zona urbana. Dos 232 escravos libertados no primeiro semestre, um foi localizado no Espírito Santo.

Da terrinha
É de Cachoeiro de Itapemirim! Mais um capixaba fará parte da NBA a partir da temporada 2019/2020. O jogador de basquete profissional Marcos Louzada Silva, mais conhecido como Didi, foi selecionado pelo New Orleans Pelicans, sendo a 35ª escolha na segunda rodada do processo de recrutamento de jovens atletas da liga norte-americana de basquete. Assim, tornou-se o 18º brasileiro a atuar na NBA. “Estou bastante emocionado”, disse o ala, de 1,95 metro e 20 anos de idade.

LUIZ Guilherme, Luiz Marcon, Ricardo Frizera, Bernardo Dalla, Victor Maia e Brunela Brunetti em evento sobre tendências globais de tecnologia e o futuro da gestão
(Vitor Carvalho)

Contra raiva
Vacinas e soros antirrábicos para prevenir a raiva em humanos estão em falta no Espírito Santo. O alerta é para que se tenha mais cuidados ao entrar em contato com animais domésticos e nas ruas. O estoque estadual de soro heterólogo encontra-se zerado e, aliado a este fato, o estoque de imunoglobulinas está insuficiente para atender à demanda. O Programa Estadual de Imunização da Sesa informou que tem recebido a vacina antirrábica, disponibilizada pelo Ministério da Saúde, em quantidade inferior à cota mensal.

Financiando tecnologia
Pode copiar. O Sebrae vai lançar edital para financiar micro e pequenas empresas das áreas de tecnologia, inovação, pesquisa e desenvolvimento, em convênio com a Petrobras. Pesquisas apontam que esses profissionais costumam se queixar de dificuldade de acesso ao mercado, falta de capital e falta de informação ou apoio. O edital que está sendo proposto traz essas três dimensões: dinheiro, qualificação e perspectiva de acesso ao mercado. No Espírito Santo, o lançamento será dia 1º de agosto, na sede de Vitória.

A DUPLA da iluminação, as cunhadas Renata Bezerril e Adriana Martins, na Homelux
(Mônica Zorzanelli)

Gorjeta forçada
Muitos bares e restaurantes da Grande Vitória estão forçando clientes a pagar o acréscimo de 10% sobre o total da conta. Em uma hamburgueria com temática de futebol, onde os 10% só podem ser pagos em dinheiro, garçonete fez questão de somar o valor recebido e falar em alto e bom som o quanto faltava, em uma situação constrangedora. Vale lembrar que o pagamento é opcional e, caso se caracterize como cobrança obrigatória, pode ser considerada prática abusiva, portanto, proibida pelo Código de Defesa do Consumidor.

CIRCUITO

ECONOMIA capixaba girando. A abertura de novas lojas em shopping de Vitória deve gerar cerca de 100 vagas de empregos diretos e indiretos, com chances para profissionais com ou sem experiência. São oportunidades para cargos de gerentes, vendedores, operadores de caixa etc. e tal.

CLEUZA Costa e Joyce Guerra preparam jantar de lançamento do novo menu do Della Bistrô, hoje e amanhã, às 21h.

TRADIÇÃO. Pelo oitavo ano, a designer Carla Buaiz cria uma joia exclusiva, que dessa vez será em dose dupla, para as homenageadas do 26º Festival de Cinema de Vitória: Vera Fischer e Bernadette Lyra. Elas receberão a joia e o Troféu Vitória no palco do Teatro Glória, dia 26 de setembro.

O DIA Mundial do Rock terá programação especial amanhã, no Embrazado, Praia do Canto, com Like a Boss, Usados e Semi Novos, Sheep e Parafina e Back To The Past.

A CONSULTORA de imagem e estilo Lorrayne Maia voltou recentemente de um curso de visagismo na Europa e já está com a agenda agitada novamente. Ela fez análise cromática das influenciadoras digitais Alline Passamani, Renata Meyrellis e Samanta Teixeira.

NOITE de samba. Benito de Paula abre a noite de sábado no Steffen, cedendo o palco depois para Diogo Nogueira. Além dos sucessos de seu último álbum, “Munduê”, o artista também homenageia grandes mestres da MPB, como Djavan, Cazuza, Gonzaguinha e Tim Maia, suas referências no samba, como Zeca Pagodinho e Beth Carvalho, e seu pai, João Nogueira, com o clássico “Espelho”.

A BIBLIOTECA Pública do Espírito Santo, que possui um setor inteiro dedicado aos deficientes visuais, com cerca de 3.200 títulos em Braille, estendeu esse acervo para a Unidade da Biblioteca Transcol de Laranjeiras, na Serra, com a criação de um Espaço Inclusivo com publicações em Braille. O projeto é piloto e experimental e a ideia é ampliá-lo para todas as outras unidades da Biblioteca Transcol.

E TOCA A VIDA!

Artigo anteriorColuna 11 de julho
Próximo artigo50 Anos de conhecimento de Maria Tereza e Luiz Bedran – Fotos: Cloves Louzada
Maurício Prates nasceu em Cachoeiro de Itapemirim e a comunicação em sua vida começou muito cedo. Aos 11 anos, em 1954, produziu o seu primeiro jornal. Um jornalzinho que falava da escola, dos estabelecimentos de ensino professor Alfredo Herkenhoff. Foi até a papelaria Vieira e pesquisou com Geraldino Poubel o preço da publicação e em seguida percorreu o comércio para vender anúncios e cobrir a despesa do seu primeiro jornal. Não ganhou nada. Só mesmo experiência. No mês seguinte a história mudou e além de publicar o segundo número do jornal, ainda sobrou dinheiro para comprar um sapato novo, ir ao cinema e tomar, de uma só vez, três sorvetes na " Polar", a mais tradicional sorveteria da cidade. E não parou mais. E de lá para cá, deu no que deu! Maurício é bacharel em direito, mas nunca exerceu advocacia. É jornalista e radialista com registros no ministério do trabalho. Tudo guardado em sua carteira de trabalho. Uma única carteira, assinada somente por empresas do grupo João Santos. Sua magistral universidade de vida. O primeiro contrato de trabalho foi na fábrica de cimento, como auxiliar administrativo; depois foi para o Jornal Arauto - que circula desde de 1976 sob sua direção -. em 1978 foi contratado pela Nassau Editora Radio e TV e montou A Tribuna fm Cachoeiro. Em 1982 veio para Vitória dirigir a rede A Tribuna onde ficou até 1998, quando fez um acordo com A Tribuna, fechou o seu contrato de trabalho e lançou a sua coluna diária em A Tribuna, no dia 08 de outubro de 1998. "O grupo João Santos é, e sempre será uma extensão na minha vida, não somente profissional, mas principalmente pela formação de minha vida", diz Maurício Prates para quem quer ouvir.

Deixe uma resposta