Eles nas redes sociais

“O GPS do meu Uber estava em italiano. Perguntei qual a relação dele com a Itália e ele me respondeu com uma naturalidade comovente: ‘Gostei muito de Terra Nostra’.”

@annavirginia

***

“Nunca subestime a capacidade que o ser humano tem de desprezar nos outros o que ele gostaria de ter em si.”

@pefabiodemelo

EM SEU chá-de-panela, Gaby Miranda com a mãe, Nazaré

Trânsito sem limites

Basta parar por alguns minutos em algum cruzamento movimentado da Ilha para perceber que a circulação em Vitória é enorme, com carros de placas originadas das mais diferentes cidades da região metropolitana, interior capixaba e até outros estados. A população da capital triplica no dia a dia e a cidade precisa estar preparada para receber toda essa gente. Mas nossa estrutura segue acanhada para o que de fato a cidade precisa – que é muito maior que seu número de moradores, que sofrem bastante com isso.

Trabalho remoto

O trabalho remoto bem estruturado, com as pessoas certas, potencializa ganhos e resultados tanto para profissionais quanto para as organizações. Mas é preciso ter em mente alguns itens importantes. “A premissa básica para que dê certo é muita disciplina do profissional na administração de seu tempo e foco em resultados em um contexto onde toda a sua vida pessoal acontece. O apelo para dispersões é grande e nem todas as pessoas conseguem resistir e se adequar”, ressaltou a psicóloga e diretora da Psico Store, Martha Zouain.

Sal-gema

A petroquímica Braskem, gigante brasileira de R$ 58 bilhões de faturamento e 40 fábricas no mundo, busca alternativas para lavrar o sal-gema no País. Os estudos mais avançados acontecem em Sergipe e no Espírito Santo, estados que também teriam reservas de sal-gema com potencial comercial, onde a companhia busca a obtenção de licenças. A Braskem, no entanto, sofre na pele com o fato de ser controlada pelo grupo Odebrecht, dono de 50,1% de seu capital votante, que pediu recuperação judicial. 

A LINDA Sophie comemorando seus 3 aninhos com os pais, Helio Pedro Perim e Mariana Pandini
(Cloves Louzada)

WhatsApp x Telegram

O WhatsApp é o aplicativo de mensagens mais usado no mundo, com 1,5 bilhão de usuários, mas o Telegram vem crescendo e já contabiliza mais de 200 milhões de pessoas. Quem prefere o Telegram aponta alguns motivos: chats secretos e mensagens que se autodestroem no tempo determinado por quem enviou; canais (grupos onde só o administrador e pessoas autorizadas podem postar); ocupa menos espaço no celular; e usar pelo computador sem o telefone conectado. Aí cabe a cada um cuidar da segurança de seus dados e não deixar o Telegram aberto para evitar que acessem o conteúdo.




Mudanças climáticas

A Agência Nacional de Transportes Aquaviários (Antaq) acaba de divulgar a Agenda Ambiental Aquaviária 2018/2019. O documento é para orientar profissionais do setor portuário para os impactos das mudanças climáticas. Marcos Lopes, gerente-executivo do Sindiopes, diz que a elaboração e o uso do plano de adaptação das infraestruturas portuárias às mudanças climáticas são essenciais na avaliação dos riscos climáticos nos investimentos projetados para esse segmento.

Circuito funcional

Para quem não curte atividades físicas repetitivas e precisa de motivação quebrando a rotina, o circuito funcional pode ser uma boa alternativa. “A modalidade traz saúde, qualidade de vida e, de quebra, ajuda a emagrecer. Além de ser um treinamento dinâmico e variado, melhora a postura e trabalha com os movimentos naturais que as pessoas realizam, como correr, pular, abaixar e se esticar. É ideal para quem tem pouco tempo livre e quer sair do sedentarismo”, explica o educador físico da Azen Flávio Simôr.

CLÁUDIA Fuzer, CEO da Escolaweb, e Rose Frizzera, da RF Assessoria, no Seminário Tribuna de Educação, no Itamaraty Hall

Encontro de marmorarias

A Cachoeiro Stone Fair vai completar 30 anos na próxima edição, marcada para entre os dias 27 e 30 de agosto, no bairro Aeroporto, em Cachoeiro de Itapemirim. O evento contará com 180 expositores e mais de 16 mil visitantes de todos os estados brasileiros e 18 países, como Índia, Estados Unidos e China, entre outros. Uma das novidades este ano é o Encontro Nacional de Marmorarias, que reunirá os principais marmoristas de todo o País para discutir os desafios e oportunidades para o setor.

CIRCUITO

A ELITE brasileira não tem hábito de doar dinheiro, aponta levantamento. Proporcionalmente ao nosso PIB, doamos menos que Quênia e Botsuana, por exemplo. O capixaba certamente vai na contramão desse estudo.

MARIELLA Gottardi reúne amigas mais chegadas no próximo sábado para comemorar seu aniversário em “petit comité”.

A PRODUTORA de eventos Fernanda Prates organiza a 6ª edição do Brincar – Moda, Arte e Diversão, dia 6 de outubro, às 16h, no MS Buffet. Quem já confirmou presença no desfile foi a Reserva Mini, pelas mãos da empresária Carol Lobato. Haverá ainda um Espaço Luxo Kids, com empresas ligadas ao mercado infantil.

GRACINHA Nader e a filha Belisa embarcam hoje para um giro pelo Oriente Médio e a África. No roteiro estão Doha, no Catar, e Zanzibar, na Tanzânia, um exótico paraíso em pleno Oceano Índico.

A PSICÓLOGA e sexóloga Lourdes Landeiro recebe para bate-papo sobre “Saúde e Sexualidade Feminina”, hoje, às 19h, no Instituto Hope, Enseada do Suá, juntamente com Thaissa Rezende, médica especialista em saúde mental da mulher, e Cláudia Marriel, educadora sexual. O evento é gratuito, com inscrições pelos telefones 3227-4186 e 99900-3598.

CLAUDIA e Justino Mameri curtiram um sábado musical na Ilha, aproveitando a ótima seleção de bandas no El Libertador e no pub 426, no último final de semana. “Tem uma muito boa, chamada Back To The Past, que fez uma sequência com clássicos do Queen”, disse-nos.

A BANDA capixaba Jongô grava seu primeiro DVD amanhã, com muita irreverência, e o cenário escolhido pelos integrantes do grupo foi o Let’s Disco, em Vitória.

OS 110 anos da Associação Comercial de Vitória serão homenageados na 115ª Manhã de Negócios, amanhã, no Masterplace Mall. O encontro empresarial terá palestra com o administrador e especialista em Marketing Eurípedes Pedrinha, sobre “Vendas em Alta Performance”.

CARIACICA realiza em setembro a III Mostra de Arte e Cultura da cidade. A Secretaria Municipal de Cultura abriu edital com recursos do fundo municipal de cultura para contemplar 47 apresentações no evento, incluindo bandas de congo, circo, capoeira, dança, teatro, música, cineclube, sarau poético e outros. As inscrições vão até 1º de agosto.

E TOCA A VIDA!

Artigo anteriorColuna 16 de julho
Próximo artigoColuna 18 de julho
Maurício Prates nasceu em Cachoeiro de Itapemirim e a comunicação em sua vida começou muito cedo. Aos 11 anos, em 1954, produziu o seu primeiro jornal. Um jornalzinho que falava da escola, dos estabelecimentos de ensino professor Alfredo Herkenhoff. Foi até a papelaria Vieira e pesquisou com Geraldino Poubel o preço da publicação e em seguida percorreu o comércio para vender anúncios e cobrir a despesa do seu primeiro jornal. Não ganhou nada. Só mesmo experiência. No mês seguinte a história mudou e além de publicar o segundo número do jornal, ainda sobrou dinheiro para comprar um sapato novo, ir ao cinema e tomar, de uma só vez, três sorvetes na " Polar", a mais tradicional sorveteria da cidade. E não parou mais. E de lá para cá, deu no que deu! Maurício é bacharel em direito, mas nunca exerceu advocacia. É jornalista e radialista com registros no ministério do trabalho. Tudo guardado em sua carteira de trabalho. Uma única carteira, assinada somente por empresas do grupo João Santos. Sua magistral universidade de vida. O primeiro contrato de trabalho foi na fábrica de cimento, como auxiliar administrativo; depois foi para o Jornal Arauto - que circula desde de 1976 sob sua direção -. em 1978 foi contratado pela Nassau Editora Radio e TV e montou A Tribuna fm Cachoeiro. Em 1982 veio para Vitória dirigir a rede A Tribuna onde ficou até 1998, quando fez um acordo com A Tribuna, fechou o seu contrato de trabalho e lançou a sua coluna diária em A Tribuna, no dia 08 de outubro de 1998. "O grupo João Santos é, e sempre será uma extensão na minha vida, não somente profissional, mas principalmente pela formação de minha vida", diz Maurício Prates para quem quer ouvir.

Deixe seu comentário: