Edward Snowden, ex-agente da NSA (Agência de Segurança Nacional americana), lançou sua autobiografia, intitulada “Eterna Vigilância” (editora Planeta), que já figura entre os mais vendidos. No livro, ele conta como os Estados Unidos passaram a controlar todas as comunicações digitais realizadas no mundo, monitorando smartphones e outros eletrônicos em um sistema de vigilância em massa, delatado por Snowden em 2013.

A obra já nasceu polêmica, com o governo americano tentando recolher todos os lucros obtidos com a venda do livro pois, segundo os Estados Unidos, Snowden teria violado a obrigação de sigilo assinada quando foi contratado pela NSA. Snowden justifica: “Você disse ao governo que não falaria com jornalistas. Ao mesmo tempo, você fez um juramento para defender a Constituição e o segredo que te pedem para proteger é que o governo está violando a Constituição e os direitos das pessoas pelo mundo”.







A RECÉM-LANÇADA autobiografia de Edward Snowden está na lista dos livros mais vendidos ao redor do mundo
(Divulgação)

Deixe seu comentário: