Eles nas redes sociais

“Todo dia a emoção e ansiedade de pensar se vai dar pra chegar na firma a tempo de bater o ponto”

@tivepressa

***

“Se tirar AMOR da palavra NAMORADA sobra NADA, que é o que todos nós mais gostamos de fazer.”

Luciano Alievi

 

OS NOIVOS Nathália Moraes Figueiredo e Igor Carvalho de Oliveira no dia de seu casamento em Cancun
(Brunella Rios e Léo Simões)

 

Atrativos? Temos!

O que falta para engrenar de vez essa nossa maior “indústria”? O enorme potencial turístico do Espírito Santo faz coro com a opinião do empresário do setor de entretenimento Rafael Braga. Ele, que já deu duas voltas ao mundo, pontua alguns atrativos capixabas: terceiro melhor lugar do Brasil para mergulho; pesca oceânica; avistamento de baleias; montanhas abaixo de zero grau; melhores cafés; melhores pedras ornamentais.

***

E segue: beija-flores; cachoeiras; dunas; maior lagoa de água doce do Brasil; Convento da Penha; fábrica de chocolates; o segundo pico mais alto do País; entre centenas de outros. “É um lugar abençoado”, disse. Até quando isso vai continuar, não sei, mas é inadmissível que ninguém dê um tapa na mesa e faça o turismo capixaba deslanchar. E vou seguir zangado com o turismo em ponto morto. Motor nós temos!

O CASAL Érica Marba e Paulo Henrique Miranda em lançamento de carro de luxo
(Cloves Louzada)

 

 

Isso não pode!

Morador de condomínio na Praia do Canto, em Vitória, anda chiando. E com razão! O prédio tem dois elevadores e é bem comum ver ambos subindo ou descendo para atender chamadas de apenas uma pessoa. Os dois ao mesmo tempo! Desgaste dos equipamentos, gasto desnecessário de energia, irritação de todos os demais condôminos e por aí vai!

 

Transparência

Uma ferramenta virtual permite ampliar a fiscalização de obras públicas utilizando a tecnologia de planejamento 4D BIM (Building Information Modeling). O professor do Ifes Flávio Tongo diz que a tecnologia já foi aplicada no acompanhamento da construção da nova sede do Sebrae-ES, em Vitória, que será inaugurada no próximo dia 18. “Nossa proposta é utilizá-la em obras de hospitais, escolas e praças para que o cidadão possa acompanhar”, ressalta.

 

Autoescola

O que andam ensinando aos futuros motoristas da Grande Vitória? Dia desses, a coluna flagrou em Vila Velha um instrutor de autoescola no banco do carona, com os pés no painel do carro, mexendo o tempo todo no celular, enquanto que a aluna fazia presepadas no trânsito. Lindo isso!

 

DE SAÚDE. O empresário Maely Coelho ladeado pelos médicos Paulo Lellis e Priscila Valentim na inauguração de centro de prevenção e especialidades médicas em Vila Velha
(Cacá Lima)

 

Ponto para o ES!

A maioria dos estados passou o primeiro bimestre praticamente sem fazer investimentos e com a maior parte das suas receitas comprometida com o pagamento de pessoal, a exemplo de Rio Grande do Sul, Minas Gerais e Rio de Janeiro. Já os que mais investiram foram Espírito Santo, Ceará, Bahia e Pernambuco, comprometendo 3% das receitas com investimentos. Os dados são do Tesouro Nacional.

 

Legado do hardcore

Um dos grupos responsáveis pela época de ouro do hardcore nacional, o Dead Fish, formado em 1991 em Vitória, comemora 20 anos do álbum Sonho Médio (1999) – o segundo de estúdio da banda, que abriu as portas para os chamados “garotos HCs”. “É um de nossos álbuns mais clássicos, se não for o mais. Eu estava com 20 e poucos anos na época, já tinha uma banda por quase uma década e as coisas estavam dando certo para a gente”, conta Rodrigo Lima, vocalista.

 

Rubem Braga

A 7ª Bienal Rubem Braga, em Cachoeiro, de 15 a 20 de maio, será aberta com a atriz Narjara Turetta. O segundo dia vai homenagear Vinícius de Moraes, com o jornalista Luís Ernesto Lacombe, o crítico literário José Castello e o roteirista Moisés Liporage. No terceiro dia, debate com a ex-ministra da Cultura Ana de Hollanda. O penúltimo dia terá os humoristas Reinaldo Figueiredo e Beto Silva, entre outras atrações.

 

Poupar é preciso

Pesquisa do Indicador de Reserva Financeira, apurada pelo SPC, aponta que 71% dos brasileiros não pouparam dinheiro no último mês de janeiro. Para a economista Sandra Aragão, é um grande desafio manter as contas equilibradas, mas é fundamental ter o hábito de poupar. “Uma dica é estabelecer metas para que, ao fim de cada mês, seja possível guardar dinheiro, mesmo que não sejam grandes somas. Essa quantia fará a diferença em casos de emergência”, destaca. O difícil é conseguir fazer o mês caber dentro do orçamento e ainda sobrar…

CIRCUITO

 

ANTES tarde… Chegaram duas mil lixeiras a serem instaladas pela administração municipal em toda a cidade de Vitória. As instalações já começaram no Centro, que anda muito sujo. Agora a população tem que fazer a sua parte e utilizá-las!

 

FÁBIO Carvalho, ex-Mahnimal, voltou aos estúdios para gravar seu disco solo, “Quintal”. A sonoridade afro congo beat é ímpar, onde o congo se mostra por inteiro, com batidas eletrônicas e dos tambores. O lançamento será com shows nos dias 11 e 12 de maio, às 20h, no Teatro Sesc Glória. Irei na estreia!

 

E O REGIME…  O Alcides Carnes Y Tragos abre suas portas esta semana em Vitória, instalado no Via Cruzeiro Mall, Praia do Canto.

 

A DEMANDA por vacinas contra a gripe no mercado privado surpreendeu e aumentou 10% neste ano, segundo empresas do setor. A estimativa é que sejam comercializadas ao menos 5 milhões de imunizações nesse segmento em 2018. O setor privado representa cerca de 30% do mercado de vacinas contra a doença no País.

 

SÓ PARA elas. Será inaugurada hoje, às 19h30, na Praia da Costa, a Elements Six Micro Gyms, com o conceito trazido dos Estados Unidos de um treinamento divertido, dinâmico, rápido, intenso e funcional para as mulheres.

 

MUITOS capixabas viajaram no feriadão do Dia do Trabalho, emendando a segunda-feira. Os principais destinos no interior, via transporte rodoviário, foram São Mateus, Barra de São Francisco, Afonso Claudio, Venda Nova do Imigrante e Ibatiba, de acordo com levantamento da Águia Branca.

 

O MAESTRO e pianista Pedro Alcântara convidou o genial gaitista Gabriel Grossi para o seu novo CD, recém-lançado: “Saci”.

 

HÁ QUEM critique o Google, mas “santo Google” quando uma dúvida aparece e ele resolve ou dá o caminho.

 

PELA primeira vez, capixabas foram selecionados no pitching (defesa oral de projetos) para o 8º Rio Content Market – Rio2C, maior feira de mercado de audiovisual da América Latina.

 

A DEPRESSÃO é uma das maiores causas de perda de qualidade de vida e produtividade, aponta estudo feito na Austrália. Casos vêm aumentando pelo crescimento dos diagnósticos e pelas pressões da vida moderna. Cerca de 300 milhões de pessoas possuem a doença, segundo a Organização Mundial da Saúde.

 

E TOCA A VIDA!

Artigo anteriorColuna 01 de maio
Próximo artigoColuna 03 de maio
Maurício Prates nasceu em Cachoeiro de Itapemirim e a comunicação em sua vida começou muito cedo. Aos 11 anos, em 1954, produziu o seu primeiro jornal. Um jornalzinho que falava da escola, dos estabelecimentos de ensino professor Alfredo Herkenhoff. Foi até a papelaria Vieira e pesquisou com Geraldino Poubel o preço da publicação e em seguida percorreu o comércio para vender anúncios e cobrir a despesa do seu primeiro jornal. Não ganhou nada. Só mesmo experiência. No mês seguinte a história mudou e além de publicar o segundo número do jornal, ainda sobrou dinheiro para comprar um sapato novo, ir ao cinema e tomar, de uma só vez, três sorvetes na " Polar", a mais tradicional sorveteria da cidade. E não parou mais. E de lá para cá, deu no que deu! Maurício é bacharel em direito, mas nunca exerceu advocacia. É jornalista e radialista com registros no ministério do trabalho. Tudo guardado em sua carteira de trabalho. Uma única carteira, assinada somente por empresas do grupo João Santos. Sua magistral universidade de vida. O primeiro contrato de trabalho foi na fábrica de cimento, como auxiliar administrativo; depois foi para o Jornal Arauto - que circula desde de 1976 sob sua direção -. em 1978 foi contratado pela Nassau Editora Radio e TV e montou A Tribuna fm Cachoeiro. Em 1982 veio para Vitória dirigir a rede A Tribuna onde ficou até 1998, quando fez um acordo com A Tribuna, fechou o seu contrato de trabalho e lançou a sua coluna diária em A Tribuna, no dia 08 de outubro de 1998. "O grupo João Santos é, e sempre será uma extensão na minha vida, não somente profissional, mas principalmente pela formação de minha vida", diz Maurício Prates para quem quer ouvir.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here