Eles nas redes sociais

“Hábito é quando você acorda espontaneamente às 6 da manhã num domingo. Quando você é acordado num domingo às 5:30 se chama cachorro. :)”

@rosana

***

“Sempre que chega o dia de marcar minha consulta anual ao oftalmologista fico brava porque tenho que PAGAR PRA ENXERGAR enquanto tem gente que enxerga DE GRAÇA por aí”

@wwwmlna

LUCIANA Júdice na comemoração de seu aniversário
(Cloves Louzada)

CPF no pré-pago

Está no ar o portal https://cadastropre.com.br/#/, onde é possível consultar a existência de linhas pré-pagas de celular cadastradas no seu CPF. As operadoras criaram o site dentro do plano de ação da Anatel para identificação de irregularidades. Na página, o consumidor digita o CPF e verifica se há alguma linha vinculada ao seu documento que não seja a sua – ou seja, se teve seu CPF usado por outra pessoa para acionar um pré-pago. Caso constate a irregularidade, pode solicitar o cancelamento. Tem gente que viu seu CPF sendo usado em até três linhas de operadoras diferentes!

Recorde no Porto

A Companhia Docas do Espírito Santo apurou em 2019 a maior receita em toda história do Porto de Vitória: foram R$ 158,4 milhões, um crescimento de 6,42% em relação ao ano anterior. Roberto Garofalo, presidente do Sindiopes, explica que o recorde foi possível graças a fatores como o aumento na movimentação de cargas – que apresentou os melhores resultados desde 2011 – e o reajuste de tarifas. O melhor mês de 2019 foi dezembro, que ultrapassou os R$ 20 milhões.

Incompetência gera insegurança

Desde o surgimento das primeiras notícias sobre o coronavirus, que se espalha pelo mundo a partir da China, o governo federal tem dado um show de falta de informações, demora na tomada de providências e definição de um plano de ação, o que deixa a população ainda mais insegura. A impressão é que não estamos preparados para enfrentar uma crise na saúde se os casos suspeitos se confirmarem. As lideranças do País precisam agir com mais assertividade para tranquilizar o cidadãos brasileiros – tanto os que estão no Brasil quanto os que se encontram na China.

HANNA Estevam, Mônica Pretti Haynes e Nathalia Lourencini
(Alexander Oliveira)

Máscaras da folia

O comércio pretende pegar carona na campanha de sucesso do Flamengo em 2019 para obter bons resultados de vendas no Carnaval. Já circulam máscaras dos atacantes Gabigol e Bruno Henrique e do meio-campista Gerson. Neste ano, há também muitas opções de tiaras, com temas de anjinho, melindrosa, colombina, Carmem Miranda, corações e nuvens. Para crianças, fantasias de pirata, Sininho e super-heróis.

Mercado esportivo

A região Sudeste responde por mais de 50% da comercialização de artigos esportivos no País. O levantamento é da NPD Group e, claro, o Espírito Santo não foge a essa realidade. “Uma das decisões em investir nesse segmento é o potencial. Os produtos de alta performance, por exemplo, têm uma boa demanda em Vitória”, conta o empresário Fabiano Favero, à frente da Athletes.

Cabelos de verão

Na temporada de sol, praia e piscina, os cabelos ganham luzes, reflexos e efeitos ombré. “Para quando o verão for embora não levar com ele os cabelos quimicamente embelezados, aconselhamos tratamentos de reposição com hidratação, queratinização e cauterização para fechar as cutículas, dar brilho, maciez e manter a qualidade do cabelo saudável”, recomenda o cabeleireiro Nahor Bastos. “Nesse período também é quando mais cortamos cabelos, seja para dar uma forma mais moderna ou para tirar apenas as pontinhas”, conta.

THIAGO Garcia e Taline Nascimento em aquecimento de Carnaval no Barlavento, na praia de Camburi
(Marcela Sampaio)

Aliada da saúde

Pesquisa da Universidade de São Paulo (USP) aponta que a música é uma aliada no tratamento de demências, como mal de Alzheimer, podendo amenizar sintomas relacionados à doença, como a agitação. O geriatra Gustavo Genelhu ressaltou que, associada às demais terapias, a música funciona como um remédio. “Nos pacientes com depressão, alivia o sofrimento e melhora momentaneamente o humor”, explica.

Pela janela

Mais um condomínio do centro de Vitória foi notificado por jogar objetos pelas janelas, na Avenida Presidente Florentino Avidos, atingido veículos na via e pessoas no ponto de ônibus. O síndico alerta que esse tipo de atitude irresponsável e criminosa pode causar grave acidente na frente do prédio. As ocorrências já se transformaram em caso de polícia.

CIRCUITO

DOLOROSO: 27 milhões de brasileiros vivem hoje com um salário mínimo. Mesmo com o reajuste (R$ 1.045), está longe dos R$ 4 mil de renda mínima defendidos pelo Dieese. E isso sem nem falar dos cidadãos que não têm nem a dignidade de um salário mínimo: 25,3% da população estão abaixo da linha da pobreza, ou seja, um em cada quatro brasileiros vive com menos de R$ 420,00 por mês!

ESTÁ marcada para o próximo dia 17 a abertura do restaurante Balthazar, de Neto Soares, no Day By Day, Praia do Canto, com projeto de Vivian Coser. Funcionará todos os dias com café da manhã, almoço, chá da tarde e jantar.

VOLTA às aulas: 43 mil estudantes da rede municipal de ensino em Vitória vão ganhar mochilas e novos uniformes este mês, inclusive os estudantes da educação infantil (Cmei). Boa!

MOISÉS e Sandra Demoner, da Arte Assinada, conferem as novidades da Feira Brasileira de Móveis e Acessórios de Alta Decoração (Abimad), que está sendo realizada até sexta-feira, em São Paulo.

A ORQUESTRA Sinfônica do Espírito Santo inicia a temporada de concertos 2020 com apresentação em homenagem a Beethoven, nos próximos dias 12 e 13, às 20 horas, no Teatro Sesc Glória. Os ingressos já podem ser adquiridos com antecedência na bilheteria do teatro.

OS ADMINISTRADORES Maurílio José Inês e Hércules Falcão, atual e ex-presidente do Conselho Regional de Administração do Espírito Santo (CRA-ES), estão em Brasília para o Encontro Nacional dos Fiscais do Sistema CFA/CRAs, onde farão uma análise dos resultados da fiscalização em 2019 e o planejamento para 2020.

O SAMBADM vai agitar os intervalos dos desfiles das escolas de samba capixabas no Sambão do Povo, dia 14, no Camarote 10. Os foliões que forem curtir o Carnaval capixaba no espaço terão praça de alimentação e espaço de beleza assinado pelo MA Atelier, com maquiagem e cabeleireiro.

O SINDICATO das Empresas de Serviços Contábeis do Espírito Santo solicitou à Delegacia da Receita Federal em Vitória a prorrogação do prazo para adesão ao Simples Nacional aos empresários das cidades de Alfredo Chaves, Iconha, Rio Novo do Sul, Vargem Alta e Cachoeiro, locais mais atingidos pelas chuvas.

A PSICÓLOGA Patrícia Salomon é coautora do livro “Sem Medo do Batom Vermelho – Transformando Rivais em Aliadas”, que será lançado sexta-feira, às 18h30, no Saint Decor Bistrô, São Paulo.

E TOCA A VIDA!

Artigo anteriorColuna 05 de fevereiro
Próximo artigoColuna 07 de fevereiro
Maurício Prates nasceu em Cachoeiro de Itapemirim e a comunicação em sua vida começou muito cedo. Aos 11 anos, em 1954, produziu o seu primeiro jornal. Um jornalzinho que falava da escola, dos estabelecimentos de ensino professor Alfredo Herkenhoff. Foi até a papelaria Vieira e pesquisou com Geraldino Poubel o preço da publicação e em seguida percorreu o comércio para vender anúncios e cobrir a despesa do seu primeiro jornal. Não ganhou nada. Só mesmo experiência. No mês seguinte a história mudou e além de publicar o segundo número do jornal, ainda sobrou dinheiro para comprar um sapato novo, ir ao cinema e tomar, de uma só vez, três sorvetes na " Polar", a mais tradicional sorveteria da cidade. E não parou mais. E de lá para cá, deu no que deu! Maurício é bacharel em direito, mas nunca exerceu advocacia. É jornalista e radialista com registros no ministério do trabalho. Tudo guardado em sua carteira de trabalho. Uma única carteira, assinada somente por empresas do grupo João Santos. Sua magistral universidade de vida. O primeiro contrato de trabalho foi na fábrica de cimento, como auxiliar administrativo; depois foi para o Jornal Arauto - que circula desde de 1976 sob sua direção -. em 1978 foi contratado pela Nassau Editora Radio e TV e montou A Tribuna fm Cachoeiro. Em 1982 veio para Vitória dirigir a rede A Tribuna onde ficou até 1998, quando fez um acordo com A Tribuna, fechou o seu contrato de trabalho e lançou a sua coluna diária em A Tribuna, no dia 08 de outubro de 1998. "O grupo João Santos é, e sempre será uma extensão na minha vida, não somente profissional, mas principalmente pela formação de minha vida", diz Maurício Prates para quem quer ouvir.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here