A Palavra

Para começar bem a semana: “Bem-aventurado o homem que não anda segundo o conselho dos ímpios, nem se detém no caminho dos pecadores, nem se assenta na roda dos escarnecedores. Antes tem o seu prazer na lei do Senhor, e na sua lei medita de dia e de noite. Pois será como a árvore plantada junto a ribeiros de águas, a qual dá o seu fruto no seu tempo. As suas folhas não cairão e tudo quanto fizer prosperará”. (Salmos 1:1-3)



Eles nas redes sociais

“Me respeita que eu sou do tempo que ônibus tinha uma cordinha pra você dar sinal que queria descer.”

@delucca

***

“Meus posts são tão aleatórios que vocês não sabem se estou apaixonado, desapegado, depressivo, alegre, trabalhando, desempregado, solteiro, namorado, se levei chifre ou se sou só doido mesmo.”

@GenteFizTwiter

LORRAINE Stoodley curtindo noite de pré-Carnaval na praia de Camburi
(Marcela Sampaio)

Dívida pública

Com o governo federal segurando gastos, recebendo pagamentos do BNDES e vendendo reservas internacionais, o endividamento do Brasil recuou em 2019 pela primeira vez em seis anos. Dados do Banco Central mostram que a dívida bruta terminou o ano passado em R$ 5,5 trilhões – 75,8% do PIB. Em dezembro de 2018, estava em 76,5% do PIB. Em 2013, esse porcentual era de 51,5%. Mas o que a queda da dívida pública significa de fato para a economia e para o cidadão?

***

Rogelio Amorim, secretário de Estado da Fazenda, explica que metade do orçamento do governo federal é destinado para o pagamento da dívida pública da União. “Com a redução da dívida, o governo terá mais recursos para aplicar nas necessidades básicas de todos nós, como saúde, educação, segurança e infraestrutura. Além disso, gera bons indicadores fiscais do País, que o coloca em condição de reduzir a taxa básica de juros, o que melhora os custos das operações financeiras, como financiamento imobiliário, cartão de crédito, cheque especial ou crédito consignado”, avalia.

***

O presidente da Findes, Léo de Castro, diz que o tamanho da dívida pública dialoga diretamente com os juros e o spread bancário. “Como o governo é um grande tomador de empréstimo, o sistema financeiro acaba ficando muito confortável, emprestando para o governo, e não compete muito no mercado de crédito ao consumidor. Então acaba cobrando juros altos em cheque especial e financiamento. Portanto, quanto menor a dívida pública, maior a competitividade na oferta de crédito do sistema financeiro”, acredita.

AS MARIANELLI, Alessandra, Selma e Carla, em coquetel de inauguração no Shopping Vitória
(Cloves Louzada)

Perdido no mundo

Ao solicitar um carro por aplicativo, leitor da coluna esperou, esperou, esperou e nada do motorista chegar. Ao ligar para ele, ouviu ou seguinte: “É que eu não sou daqui, não conheço bem as ruas e estou perdido”. Hein? Isso porque a ferramenta indica no GPS o caminho exato a seguir para chegar até o endereço do cliente. Imagina se fosse nos tempos do mapa de papel?

Investimento bilionário

Levantamento do Fórum Capixaba de Petróleo e Gás prevê perto de R$ 24 bilhões em investimentos no Espírito Santo até 2024, aumentando as produções on e off shore e também na exploração de petróleo e gás, fazendo o setor movimentar cerca de R$ 56 bilhões nos próximos anos. “Agora, o momento é de se preparar para conseguir atrair esses investimentos e oferecer produtos e serviços qualificados, fazendo vitrine para que novos investidores busquem nosso Estado para aplicar seus recursos”, diz o deputado estadual Marcelo Santos.

Radar de talentos

A parceria entre empresas e instituições de ensino superior tem sido uma grande porta de entrada para profissionais no mercado de trabalho. Um exemplo é o programa Radar de Talentos, da Faesa, pelo qual seis alunos egressos foram selecionados para começar o ano com uma nova atividade profissional na Addere Solutions, que ofertou um curso gratuito na instituição e selecionou alguns dos participantes para contratar, sendo quatro funcionários efetivos e dois estagiários.

Cirurgias na face

É cada vez maior o número de pessoas que recorrem à cirurgia plástica na face. O presidente da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica no Espírito Santo, Ariosto Santos, afirma que o fato tem ligação direta com a mudança de comportamento da população. “O aumento da longevidade associado à procura de pacientes mais jovens por procedimentos do tipo, na tentativa de obter resultados naturais, estão entre os aspectos responsáveis por esse aumento”, destaca o cirurgião plástico.

A CERIMONIALISTA Ângela Rodrigues entre Carol Pedruzzi e Vagner Piontkovsky
(Brenda Sangi)

CIRCUITO

O ESCRITOR Mário Sergio Cortella acaba de lançar seu 44º livro, chamado “Ainda Dá: A Força da Persistência”. Na obra, escrita em parceria com Paulo Jebaili, os autores tratam de questões como perseverança, entusiasmo e talento. “A ideia não é sentar e aguardar. É ir atrás, não desistir”, disse Cortella.

HOJE é Dia do Atleta Profissional. Amanhã, Dia do Zelador, Dia Mundial do Enfermo, Dia de Nossa Senhora de Lourdes, Dia Internacional das Mulheres e Meninas na Ciência e Dia da Internet Segura. Na quinta, Dia Mundial do Rádio e Dia do Surdo-Mudo. Na sexta, Dia de São Valentim e Dia Mundial do Amor (opa!).

A FACULDADE de Música do Espírito Santo (Fames) publicou edital de seleção para vagas remanescentes dos cursos de bacharelado em Música Erudita e Música Popular. No total, são 31 vagas oferecidas. As inscrições podem ser feitas entre hoje e quinta-feira, no fames.es.gov.br.

A ARQUITETA Larissa Villaschi está em Curitiba, onde acompanha o preview de algumas marcas que estarão na Expo Revestir 2020. A feira é considera uma das mais importantes da América Latina no segmento de acabamentos.

A ORLA de Camburi vai ganhar uma academia de ginástica a partir de hoje. A Wellness gerou mais de 50 contratações diretas e 60 indiretas.

AS PEDIATRAS Vanessa Madureira e Carolina Lino comemoram a inauguração da escola montessoriana SenseKids, em Bento Ferreira.

RAPHAEL Câmara, que concluiu recentemente seu doutorado na Ufes, se prepara para lançar ainda no primeiro semestre um livro que tem como tema o Direito Penal à luz da escravidão no Espírito Santo. A obra reúne a análise de 22 autos criminais da época do Império ao longo de 38 anos.

MARIA Sanz já distribui os convites para seu Baile Secreto, evento de Carnaval que será realizado dia 13, às 21h13, no Galpão 9.

O ATIVISTA cultural Manoel Goes recebeu convite da Academia de Polícia do Espírito Santo para ministrar palestras sobre a história da colonização do solo espírito-santense, para a turma de formandos da Guarda Civil Municipal de Linhares.

O MUSEU Capixaba do Negro (Mucane) sedia amanhã, às 19h30, o debate “O samba como identidade brasileira”, tema de mais uma edição do projeto Radicais Livres.

E TOCA A VIDA!

Artigo anteriorRestaurante secreto Louis Vuitton
Próximo artigoColuna 11 de fevereiro
Maurício Prates nasceu em Cachoeiro de Itapemirim e a comunicação em sua vida começou muito cedo. Aos 11 anos, em 1954, produziu o seu primeiro jornal. Um jornalzinho que falava da escola, dos estabelecimentos de ensino professor Alfredo Herkenhoff. Foi até a papelaria Vieira e pesquisou com Geraldino Poubel o preço da publicação e em seguida percorreu o comércio para vender anúncios e cobrir a despesa do seu primeiro jornal. Não ganhou nada. Só mesmo experiência. No mês seguinte a história mudou e além de publicar o segundo número do jornal, ainda sobrou dinheiro para comprar um sapato novo, ir ao cinema e tomar, de uma só vez, três sorvetes na " Polar", a mais tradicional sorveteria da cidade. E não parou mais. E de lá para cá, deu no que deu! Maurício é bacharel em direito, mas nunca exerceu advocacia. É jornalista e radialista com registros no ministério do trabalho. Tudo guardado em sua carteira de trabalho. Uma única carteira, assinada somente por empresas do grupo João Santos. Sua magistral universidade de vida. O primeiro contrato de trabalho foi na fábrica de cimento, como auxiliar administrativo; depois foi para o Jornal Arauto - que circula desde de 1976 sob sua direção -. em 1978 foi contratado pela Nassau Editora Radio e TV e montou A Tribuna fm Cachoeiro. Em 1982 veio para Vitória dirigir a rede A Tribuna onde ficou até 1998, quando fez um acordo com A Tribuna, fechou o seu contrato de trabalho e lançou a sua coluna diária em A Tribuna, no dia 08 de outubro de 1998. "O grupo João Santos é, e sempre será uma extensão na minha vida, não somente profissional, mas principalmente pela formação de minha vida", diz Maurício Prates para quem quer ouvir.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here