Eles nas redes sociais

“Quando eu olhava filmes de pandemias dizia: ‘as pessoas não podem ser tão idiotas’. Nunca mais questionei o roteirista nem o diretor.”

@udezinho

***

“Se esse Home Office tiver que durar meses vou ter que comprar mais camisolas. #lookdodia.”

Rowenna Pancieri Pimentel

LURDINHA Perovano e Denise Póvoa, amigas e sócias
(Cloves Louzada)

Compras online

Oitenta milhões de brasileiros são consumidores do e-commerce e muitos direitos estão sendo desrespeitados. A coordenadora do Procon da Assembleia Legislativa, Giovanna Chiabai, diz que o consumidor pode exigir a entrega forçada quando não há o cumprimento do prazo, aceitar produto equivalente ou simplesmente rescindir o contrato. Quando o produto chega com defeito, há garantia da troca ou desistência da compra. Evitar dar muitas informações pessoais e exigir a nota fiscal são exemplos de cuidados.

Indulgência especial

O papa Francisco fará hoje à noite a bênção extraordinária de “Urbi et Orbi” (para a cidade e o mundo), normalmente concedida apenas no Natal e na Páscoa, e pediu que haja oração mundial em resposta à crise do coronavírus. Os católicos que recebem a bênção, pessoalmente ou por meio das mídias, podem, sob certas condições, receber uma indulgência especial, que é a remissão da punição pelos pecados.

Livros gratuitos

A Amazon, gigante de tecnologia, está apoiando autores e editoras que decidiram liberar o acesso gratuito a suas obras. No site oficial estão disponíveis grandes clássicos nacionais como “Iracema”, de José de Alencar, e “Dom Casmurro”, de Machado de Assis. Além de títulos internacionais como Hamlet, de William Shakespeare. Na lista também aparecem best-sellers como “Sejamos Todos Feministas”, de Chimamanda Ngozi Adichie. Ou o livro da brasileira Nathalia Arcuri, “Me Poupe: 10 passos para nunca mais faltar dinheiro”.

ADA Mota e Rita Tristão em feliz “flashback”, na Aldeia
(Cloves Louzada)

Mês das noivas

Maio tem um elevado índice de casamentos, por ser o tradicional mês das noivas. Mas muitos casais estão adiando para meses seguintes as cerimônias e recepções por conta da pandemia do coronavírus. Em uma mansão de Meaípe, muito procurada para esse tipo de evento, já são diversos pedidos de adiamento. “Estamos trabalhando para reagendar as festas sem nenhum custo”, conta o proprietário Daniel Santiago.

Pets não transmitem

A Organização Mundial de Saúde (OMS) ressalta que não há evidência de que animais de estimação possam ficar doentes ou transmitir o novo coronavírus. Mesmo assim, a recomendação é de que as pessoas infectadas evitem o contato com seus cães e gatos. “É importante manter a quarentena distante dos animais pois se trata de uma doença que ainda precisa de estudos”, explica o presidente do Conselho Regional de Medicina Veterinária do Espírito Santo, Marcus Braun. Para as consultas em clínicas, a orientação é que o animal seja levado por apenas um tutor.

Academia em casa

Academias estão fechadas devido à pandemia do novo coronavírus, mas os treinos podem – e devem! – ser mantidos em casa, desde que sejam feitos com cautela. “Sobrecarga de exercícios feitos de maneira inadequada pode provocar lesões musculares, no ombro, na lombar e no joelho. O ideal é, na medida do possível, repetir as séries às quais já está acostumado e, se necessário, mesmo a distância, pedir orientação de um profissional capacitado. Assim, reduz-se o risco de se machucar e ter que sair de casa para buscar tratamento”, ressaltou o ortopedista Marcos Robson Alves.

NÉLIA Brotas e Yedda Baião Tavares
(Cloves Louzada)

Invasão de insetos

Quando o relógio marca 17h, leitora da coluna corre para fechar as janelas de seu apartamento para conter outro inimigo: os insetos. Segundo ela, a invasão acontece por várias espécies, desde pernilongos até cigarrinhas verdes, que picam com força. Segundo biólogos, a aparição desse bichinho que se alimenta de plantas foi causada devido às chuvas. “As cigarrinhas são atraídas pela luz, por isso pousam na tela do celular, computador e televisão. Centenas delas ficam na janela querendo entrar”, conta a moradora.

Pós-parto

Famosas como Sabrina Sato e Ivete Sangalo declararam publicamente que passaram pelo “baby blues”, uma espécie de melancolia profunda que a mulher sente após o parto por conta da oscilação hormonal, que passa de 10 a 30 dias. A médica Anna Bimbato diz que o medo do novo e a carga de responsabilidade a partir do nascimento do filho são algumas das causas. “É um distúrbio transitório que é cada vez mais comum nos dias de hoje”, explica. Busque ajuda psicológica!

CIRCUITO

OS SHOWS on-line estão sendo uma boa opção em tempos de isolamento social. Muitos artistas têm tocado em casa e transmitido suas apresentações pela internet. Há inclusive grupos organizando festivais. A tecnologia, quem diria!, virou ferramenta de reaproximação.

O ASILO de Vitória adotou algumas medidas importantes para garantir a saúde dos idosos e está fechado para visitas por tempo indeterminado, bem como qualquer tipo de atividade externa. Mas a instituição continua precisando muito de ajuda e mantém ativa a campanha “Todo coração precisa de nós”.

A NUTRICIONISTA Fernanda Pignaton reuniu um time para selecionar uma mulher que irá participar do projeto com profissionais de diversas áreas da saúde e da beleza, a cada dois meses. O projeto engloba medicina preventiva, personal trainer, beleza, dentista, alimentação saudável, ginecologia e farmácia de manipulação. “É uma forma de ajudá-las a descobrirem o mulherão que existe nelas”, pontua Raigna Vasconcelos, da Alquimia.

A CHEF Patrícia Santos Neves implementou o serviço de “take out” em sua déli, na Praia do Canto. Basta pedir por WhatsApp os produtos da casa que os funcionários embalam com a higienização necessária e o cliente somente passa para buscar a encomenda.

O BANCO Central americano vai comprar, de maneira ilimitada, dívidas de empresas de qualquer porte e até de pessoas físicas para injetar dinheiro na economia. A expectativa do mercado é de uma depressão econômica semelhante à dos anos 1930.

A SECRETARIA de Estado da Cultura entrou na onda de produtores culturais de todo o País, que vêm disponibilizado filmes, discos e livros em plataforma digitais como forma de levar entretenimento às pessoas, para que fiquem em casa, e selecionou trechos de apresentações da Orquestra Sinfônica do Espírito Santo (Oses). Os vídeos estão disponíveis na página da Secult no YouTube.

O TWITTER lançou um recurso chamado “fleets”, que é muito similar aos “stories” já presentes em várias redes sociais. O objetivo da nova função é estimular a conversa entre os usuários. No entanto, a novidade acaba tornando as diferentes redes sociais cada vez mais homogêneas.

BOM dia! Deus é pai! Amém!

E TOCA A VIDA!

Artigo anteriorColuna 26 de março
Próximo artigoColuna 28 de março
Maurício Prates nasceu em Cachoeiro de Itapemirim e a comunicação em sua vida começou muito cedo. Aos 11 anos, em 1954, produziu o seu primeiro jornal. Um jornalzinho que falava da escola, dos estabelecimentos de ensino professor Alfredo Herkenhoff. Foi até a papelaria Vieira e pesquisou com Geraldino Poubel o preço da publicação e em seguida percorreu o comércio para vender anúncios e cobrir a despesa do seu primeiro jornal. Não ganhou nada. Só mesmo experiência. No mês seguinte a história mudou e além de publicar o segundo número do jornal, ainda sobrou dinheiro para comprar um sapato novo, ir ao cinema e tomar, de uma só vez, três sorvetes na " Polar", a mais tradicional sorveteria da cidade. E não parou mais. E de lá para cá, deu no que deu! Maurício é bacharel em direito, mas nunca exerceu advocacia. É jornalista e radialista com registros no ministério do trabalho. Tudo guardado em sua carteira de trabalho. Uma única carteira, assinada somente por empresas do grupo João Santos. Sua magistral universidade de vida. O primeiro contrato de trabalho foi na fábrica de cimento, como auxiliar administrativo; depois foi para o Jornal Arauto - que circula desde de 1976 sob sua direção -. em 1978 foi contratado pela Nassau Editora Radio e TV e montou A Tribuna fm Cachoeiro. Em 1982 veio para Vitória dirigir a rede A Tribuna onde ficou até 1998, quando fez um acordo com A Tribuna, fechou o seu contrato de trabalho e lançou a sua coluna diária em A Tribuna, no dia 08 de outubro de 1998. "O grupo João Santos é, e sempre será uma extensão na minha vida, não somente profissional, mas principalmente pela formação de minha vida", diz Maurício Prates para quem quer ouvir.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here