Eles nas redes sociais

“Quarentena trazendo a libertação das roupas íntimas.”

@beasdramos

***

“Ouça o seu coração! Ele sabe da verdade! Sentiu? Confie! Sua intuição nunca falha! Seu coração agradece e você também!!!”

Luís Gustavo

GRACINHA Nader com sua mãe, Dalcisa Bozzi Carvalho, que comemorou 104 anos. Parabéns!

Vitamina da imunidade

Em 1928 a molécula de colecalciferol foi nomeada de Vit D. Até então não se reconhecia a sua função como hormônio esteroide. Keila Motta, que atua na medicina preventiva, diz que o hormônio D é uma das substâncias de maior efeito protetor da nossa imunidade e atua como um antibiótico natural destruindo agressores como fungos, vírus e bactérias. “Infelizmente estamos vivendo uma pandemia de hipovitaminose D, em torno de 80% da população mundial”, alerta. Epa!

***

Segundo ela, devemos apresentar doses mínimas de vitamina D no sangue, a partir de 50ng/dl. “Ela é produzida no organismo após estímulo de raios solares no período das 11h às 14h. Para pessoas saudáveis, o ideal é proteger apenas o rosto e o colo, que são mais sensíveis, e expor as demais áreas de 10 a 20 minutos diariamente ao sol. Já na suplementação é recomendada 10 mil unidades por dia para adultos acima de 50 quilos, em gotinhas sublinguais ou cápsulas em gel. É uma dose segura que pode ser aplicada por 90 dias até que se faça um exame de sangue”, orienta. Converse sempre com seu médico!

LARA e Luiza Rodrigues
(Cloves Louzada)

Ônibus rodando

O transporte coletivo urbano continua funcionando normalmente, já que é um serviço essencial para a população. Jaime de Angeli, secretário-geral do Sindicato das Empresas de Transportes de Passageiros do Espírito Santo (Setpes), explica que as empresas aumentaram a higienização dos ônibus e retiraram de circulação os motoristas e cobradores do grupo de risco. “Mas também é preciso que a população tome as medidas de higienização necessárias, como lavar as mãos, não circular no transporte se estiver com sintomas de gripe e manter as janelas dos ônibus abertas”, orienta, além de só sair se for necessário. Enfim: uma roleta russa!

Apoio estrutural

Como muitos profissionais não estavam preparados estruturalmente para trabalhar em sistema home office, tem empresa oferecendo seus equipamentos, como cadeiras e telas, a exemplo da capixaba PicPay. Desde o dia 11 de março, a fintech colocou todos os seus 1,3 mil funcionários em teletrabalho e as atividades estão sendo feitas por videoconferência. “Nossas reuniões ficaram mais breves e não há queixas de funcionários dizendo que não estão conseguindo trabalhar”, disse Dárcio Stehling, VP de Pessoas e Cultura do PicPay.

Crédito emergencial

A linha de crédito emergencial trabalhada em conjunto por Bandes e Banestes recebeu R$ 282,3 milhões em propostas de financiamento de empresas de todo o Estado, como parte das medidas econômicas para minimizar os impactos da pandemia de Covid-19. “Os recursos atendem a negócios afetados de imediato com o isolamento”, explica o presidente do Bandes, Maurício Duque. “É imprescindível a atuação dos bancos estaduais capixabas com ações voltadas para dar assistência aos empresários impactados”, completa o presidente do Banestes, José Amarildo Casagrande.

O DESIGNER carioca Leonardo Lattavo em sua criação, o sofá Immenso

Vagas temporárias

Sim! Existem empresas contratando. A M. Dias Branco, indústria que fabrica biscoitos, massas, bolos e outros, a exemplo da Piraquê, abriu 500 vagas de emprego temporárias em todo o Brasil. O representante local Adilson Caetano disse à coluna que as oportunidades são para suprir as equipes do grupo de risco que estão na quarentena. “A demanda aumentou bastante em março. Ainda assim, não vai faltar produto”, garante.

Concessões

A Empresa de Planejamento e Logística (EPL), vinculada ao Ministério da Infraestrutura, fez remanejamentos internos para impedir que a crise gerada pelo novo coronavírus atrase a estruturação de projetos que serão concedidos à iniciativa privada em 2020 e estão sob responsabilidade do órgão. Eventuais atrasos não devem ser grandes o suficiente para jogar para 2021 qualquer leilão, ao menos do que diz respeito os trabalhos da EPL, afirma a estatal.

Embalagens

A indústria de Plástico capixaba está se adaptando para manter a produção. O setor atende especialmente às demandas por embalagens para alimentos e bebidas, descartáveis, produtos de higiene e limpeza, e agricultura. “Temos um compromisso de atender a sociedade, por isso, seguiremos operando. Sempre, é claro, aplicando as medidas prudentes para evitar a propagação da Covid-19”, destaca o presidente do Sindiplast-ES, Jackley Maifredo.

==

CIRCUITO

CAPIXABAS estão comemorando aniversários virtuais com direito a soprar velinhas junto aos amigos conectados em chamadas de vídeo. Em muitos casos, o bolo e os docinhos estão sendo feitos pela própria família, voltando aos bons e velhos tempos da simplicidade.

HOJE é Quinta-feira Santa, Dia Nacional do Aço e Dia Nacional da Biblioteca. Amanhã, Sexta-feira Santa e Dia da Engenharia.

DOAÇÃO. O asilo de Vitória recebeu esta semana uma secadora industrial, no valor de R$ 39,5 mil. Em tempos de pandemia, quando o cuidado com a higienização deve ser redobrado, a máquina ajudará na esterilização das roupas na entidade. A doação, feita pela ArcelorMittal Tubarão, beneficiará os 156 idosos assistidos.

PALMAS! Os Fonseca, Liseta, Fernando e Sandra, reabriram ontem o tradicional Lareira Portuguesa, inclusive com delivery e “take out”, que é encomendar e passar somente para retirar o pedido.

A MICROPIGMENTADORA Vanessa Cabral, que será uma das homenageadas da Festa das Mulheres de Carmen e Fernanda Prates, reabriu sua clínica de estética, na Praia do Canto, seguindo rigorosas regras de higiene e com horários espaçados de atendimento.

AS IRMÃS Xuxu e Flavia Neffa vão levar a tradicional torta capixaba para as famílias nessa Semana Santa por meio de delivery. “Nossa expectativa é fazer com que as pessoas resgatem suas memórias afetivas com o carinho que a comida tem o poder de transmitir”, pontua Xuxu.

ROBSON Arruda convida profissionais do mundo décor para uma live com o arquiteto carioca Leonardo Lattavo, hoje, às 17h, no Instagram @natuzzibrasil, para falar sobre o processo de criação de peças que compõem a parceria entre a marca italiana e estúdios brasileiros.

A CHEF Patrícia Santos Neves conta que os ovos Nha Benta e Língua de Gato, tradicionais chocolates da Kopenhagen, estão disponíveis no serviço “take away” de sua déli, na Praia do Canto. É só encomendar pelo WhatsApp e agendar dia e horário para buscar.

ENTRE as ações apoiadas pela Associação dos Magistrados do Espírito Santo (Amages) está a 1ª Campanha de Arrecadação do Fórum de Fundão, promovida pela magistrada Priscila Murad, para arrecadar alimentos que serão distribuídos para a população carente afetada pela Covid-19. A entrega dos donativos pode ser feita na sede do Fórum.

BOM dia! Deus é pai! Amém!

E TOCA A VIDA!

Artigo anteriorColuna 08 de abril
Próximo artigoColuna 10 de abril
Maurício Prates nasceu em Cachoeiro de Itapemirim e a comunicação em sua vida começou muito cedo. Aos 11 anos, em 1954, produziu o seu primeiro jornal. Um jornalzinho que falava da escola, dos estabelecimentos de ensino professor Alfredo Herkenhoff. Foi até a papelaria Vieira e pesquisou com Geraldino Poubel o preço da publicação e em seguida percorreu o comércio para vender anúncios e cobrir a despesa do seu primeiro jornal. Não ganhou nada. Só mesmo experiência. No mês seguinte a história mudou e além de publicar o segundo número do jornal, ainda sobrou dinheiro para comprar um sapato novo, ir ao cinema e tomar, de uma só vez, três sorvetes na " Polar", a mais tradicional sorveteria da cidade. E não parou mais. E de lá para cá, deu no que deu! Maurício é bacharel em direito, mas nunca exerceu advocacia. É jornalista e radialista com registros no ministério do trabalho. Tudo guardado em sua carteira de trabalho. Uma única carteira, assinada somente por empresas do grupo João Santos. Sua magistral universidade de vida. O primeiro contrato de trabalho foi na fábrica de cimento, como auxiliar administrativo; depois foi para o Jornal Arauto - que circula desde de 1976 sob sua direção -. em 1978 foi contratado pela Nassau Editora Radio e TV e montou A Tribuna fm Cachoeiro. Em 1982 veio para Vitória dirigir a rede A Tribuna onde ficou até 1998, quando fez um acordo com A Tribuna, fechou o seu contrato de trabalho e lançou a sua coluna diária em A Tribuna, no dia 08 de outubro de 1998. "O grupo João Santos é, e sempre será uma extensão na minha vida, não somente profissional, mas principalmente pela formação de minha vida", diz Maurício Prates para quem quer ouvir.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here