Eles nas redes sociais

“O carinho de uma pessoa fria é o mais sincero que tem”

@NazareAmarga

***

“Quando você constrói em silêncio, as pessoas não sabem o que atacar”

@levezanaalma_

Maria Helena Scárdua, filha de Layanna e Juninho Scárdua, na sua festa de 15 anos, em família, no último dia 5 (Camilla Baptistin)

Indústria animada

A produção industrial brasileira cresceu 8% na passagem de junho para julho, sendo a terceira alta consecutiva do indicador. Entre as atividades industriais, foram registradas altas em 25 dos 26 ramos pesquisados. A principal ocorreu no setor de veículos automotores, reboques e carrocerias (43,9%), seguida por metalurgia (18,7%), indústrias extrativas (6,7%), máquinas e equipamentos (14,2%), coque e produtos derivados do petróleo e biocombustíveis (3,8%).

Nota A

Boletim do Tesouro Nacional aponta que o número de Estados que podem tomar empréstimo com garantia da União caiu para 10 em análise concluída em 2020, sobre 11 em 2019. Rondônia e Espírito Santo são os dois únicos com nota A no levantamento. Opa! Apenas Estados com A ou B na chamada Capag (capacidade de pagamento) podem contrair empréstimos garantidos pelo Tesouro. Algum lance novo nessa engrenagem para o cidadão comum?

Biossegurança

O Núcleo de Doenças Infecciosas do Centro de Ciências da Saúde da Ufes abrigará o primeiro laboratório de nível de biossegurança 3 no Espírito Santo, o que permite pesquisas com micro-organismos que representam alto risco no processo de manipulação, como o vírus causador da Covid-19. O laboratório receberá um investimento de R$ 1.944.107,51, sendo R$ 1 milhão destinado pela Fapes e o restante dos recursos pelo Ministério da Ciência e Tecnologia. As obras de infraestrutura e a compra de equipamentos devem ser iniciadas ainda neste ano.

Os noivos Marcelo Rosa e Ingrid Castro em recente casamento na Ilha (Cloves Louzada)

Mineração por elas

Para mostrar que há espaço para as mulheres na mineração, desde a operação em campo até a liderança, a Vale lança a websérie “Mineração por Elas”. Idealizada e produzida por mulheres, a obra contempla seis episódios de vídeos de curta duração que trazem, de maneira mais intimista, narrativas sobre vida pessoal, rotina e trajetória de algumas empregadas da empresa. Um dos objetivos da websérie, além de valorizar as empregadas que já atuam na empresa, é inspirar ainda mais mulheres a construir carreira na mineração.

Economia criativa

Estão abertas as inscrições para os cursos gratuitos online da Trilha da Economia Criativa, iniciativa que integra o Programa ES+Criativo e tem como objetivo capacitar novos e atuantes empreendedores do setor, como mercado da música, da gastronomia, do artesanato, entre outros. São seis cursos com 40 vagas cada, com carga horária de 20 ou 60 horas de duração. As inscrições vão até a próxima segunda-feira no site da Esesp.

Valorize o produtor

Com a proposta de tornar as histórias e o trabalho de agricultores e pecuaristas capixabas mais conhecidos e valorizados, a Federação da Agricultura e Pecuária do Espírito Santo (Faes), o Serviço Nacional de Aprendizagem Rural do Estado (Senar-ES) e os Sindicatos Rurais lançaram a campanha Valorize o Produtor Rural. “Nossos produtores têm um trabalho incansável, dia a dia, e precisamos dar visibilidade a isso”, disse o presidente da Faes, Julio Rocha.


Os noivos Marcelo Rosa e Ingrid Castro em recente casamento na Ilha (Cloves Louzada)

Na rede

A Academia Espírito-santense de Letras inicia as comemorações do seu aniversário de 99 anos com o lançamento de duas publicações: a Revista da AEL, contendo textos dos acadêmicos, e a sua primeira antologia online, intitulada “Torta Capixaba III”. A coletânea reúne textos inéditos sobre a cultura, história e arte do Espírito Santo, em forma de crônicas, contos, poesias e ensaios. O conteúdo está disponível no site da entidade – www.ael.org.br.

CIRCUITO

A LEITURA de publicações digitais tem ganhado cada vez mais espaço. Novos dispositivos para ebooks já permitem, inclusive, a exibição de imagens coloridas e a inclusão de anotações no texto. No entanto, há quem diga que a leitura em telas pode ser mais difícil que a leitura em papel.

A PRÓXIMA edição do Festival Nacional de Teatro Cidade de Vitória – Em Casa (Fenatevi) vai acontecer entre os dias 13 e 21 de outubro, e será de forma virtual. A inscrição para a seleção dos espetáculos segue até o dia 13 de setembro, e são voltadas para espetáculos teatrais produzidos no Espírito Santo e também em outros Estados brasileiros, nas categorias Palco e Rua.

RECEITA. “É importante ter um momento de paz para se desligar do estresse e ansiedade do dia a dia”, diz Cristal Bastos, farmacêutica tricologista que criou o chá relaxante Calma, para de paz e relaxamento, com mix frutas e ervas: camomila, abacaxi, hortelã, capim santo e anis estrelado.

BOM, Bem bom! A Garoto investirá R$ 200 milhões aqui no Estado ainda neste ano. O anúncio em evento virtual teve a participação do governador Renato Casagrande.

A MESTRE em Administração Maria do Rosário Martins da Silva e a professora do curso de Pós-graduação em Gerontologia e Cuidado ao Idoso da Faesa, Mara Abgail, participam de um debate online sobre trabalho intergeracional, na próxima segunda-feira, com transmissão pelo canal da Faesa no YouTube. Inscrições pelo site https://conteudo.faesa.br/live-pos.

O ESPÍRITO Santo participou da instalação do projeto em rede “Morangos do Brasil”, assim como outros estados produtores da fruta: Minas Gerais, São Paulo, Paraná e Santa Catarina, que respondem por cerca de 80% da produção do País. A ideia é discutir o enfrentamento das dificuldades encontradas na cadeia produtiva.

A SEMANA Internacional do Café (SIC) precisou se adaptar com a chegada da pandemia. Realizada anualmente em Belo Horizonte (MG), a edição 2020 – de 18 a 20 de novembro – será 100% digital, através de uma plataforma exclusiva. A grande novidade é que todo o conteúdo será gratuito durante os três dias de evento.

BOM dia! Deus é pai! Amém!

E TOCA A VIDA!

Artigo anteriorColuna 10 de setembro
Próximo artigoColuna 12 de setembro
Maurício Prates nasceu em Cachoeiro de Itapemirim e a comunicação em sua vida começou muito cedo. Aos 11 anos, em 1954, produziu o seu primeiro jornal. Um jornalzinho que falava da escola, dos estabelecimentos de ensino professor Alfredo Herkenhoff. Foi até a papelaria Vieira e pesquisou com Geraldino Poubel o preço da publicação e em seguida percorreu o comércio para vender anúncios e cobrir a despesa do seu primeiro jornal. Não ganhou nada. Só mesmo experiência. No mês seguinte a história mudou e além de publicar o segundo número do jornal, ainda sobrou dinheiro para comprar um sapato novo, ir ao cinema e tomar, de uma só vez, três sorvetes na " Polar", a mais tradicional sorveteria da cidade. E não parou mais. E de lá para cá, deu no que deu! Maurício é bacharel em direito, mas nunca exerceu advocacia. É jornalista e radialista com registros no ministério do trabalho. Tudo guardado em sua carteira de trabalho. Uma única carteira, assinada somente por empresas do grupo João Santos. Sua magistral universidade de vida. O primeiro contrato de trabalho foi na fábrica de cimento, como auxiliar administrativo; depois foi para o Jornal Arauto - que circula desde de 1976 sob sua direção -. em 1978 foi contratado pela Nassau Editora Radio e TV e montou A Tribuna fm Cachoeiro. Em 1982 veio para Vitória dirigir a rede A Tribuna onde ficou até 1998, quando fez um acordo com A Tribuna, fechou o seu contrato de trabalho e lançou a sua coluna diária em A Tribuna, no dia 08 de outubro de 1998. "O grupo João Santos é, e sempre será uma extensão na minha vida, não somente profissional, mas principalmente pela formação de minha vida", diz Maurício Prates para quem quer ouvir.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here