Eles nas redes sociais

“Se a alimentação é ruim, a medicina não funciona. Se a alimentação é boa, a medicina não é necessária. Provérbio Hindu”

@silencio.divino

***

“Procure sair desse mundo um pouco melhor do que entrou, e a partir do seu exemplo, permitir que alguns também caminhem”

@luciahelenagalvao

A bonita fisioterapeuta Renata Toledo festejando os seus 4.0, em comemoração na Praia do Canto (Cloves Louzada)

Auxílio

Metade dos microempreendedores individuais do País conseguiram o auxílio emergencial do governo. Foram mais de 5 milhões, do total de 10,7 milhões de empreendedores formalizados na categoria de MEI existentes atualmente. Porém 12% de empreendedores (em torno de 1,3 milhão) não se enquadraram nos critérios para receber o benefício. De acordo com o gerente de Políticas Públicas do Sebrae, Silas Santiago, os dados representam o sucesso do MEI como o maior programa de redução de informalidade empresarial no mundo.

***

Nos últimos cinco meses houve um crescimento expressivo do número de empreendedores que buscaram formalizar os negócios. Entre 31 de março e 15 de agosto, foram feitos 784,3 mil registros no Simples Nacional. Esse número é 0,8% superior ao registrado no mesmo período de 2019. Entre esses novos negócios, a grande maioria deles foi de MEIs, com 684 mil registros (quase 43 mil a mais que no mesmo período de 2019).

Tatiana Conrado e Samara Batista em evento de moda na Praia da Costa (Eduardo Perciano)

Baixa autoestima

Uma pesquisa divulgada pelo periódico Social and Personal Relationships diz que a depressão faz com que as pessoas tenham baixa autoestima. De acordo com a ginecologista e sexóloga Lorena Baldotto, isso vai afetar negativamente a sexualidade. “Vai diminuir a libido, além do mais, essas pessoas começam a se afastar do parceiro ou parceira. Por isso, é fundamental avaliar os motivos que estão provocando a queda do desejo sexual”, disse.

Na rede

A Academia Espírito-santense de Letras inicia as comemorações do seu aniversário de 99 anos com o lançamento de duas publicações: a Revista da AEL, contendo textos dos acadêmicos, e a sua primeira antologia online, intitulada “Torta Capixaba III”. A coletânea reúne textos inéditos sobre a cultura, história e arte do Espírito Santo, em forma de crônicas, contos, poesias e ensaios. O conteúdo está disponível no site da entidade – www.ael.org.br.

Especialização

O Ifes está oferecendo 4.320 vagas em todo o país para o curso de pós-graduação em Docência para a Educação Profissional e Tecnológica. O curso é gratuito e ofertado pelo Campus Colatina, na modalidade a distância. As inscrições vão até o próximo dia 24. O edital é resultado de parceria firmada com a Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica do Ministério da Educação, para a organização de um projeto para Formação em Educação Profissional e Tecnológica.

Nina Adele Simonetta na comemoração de seus 14 anos, em Cresskill, Nova Jersey, onde reside com a família

Junto e misturado

Aprender online pode não ser uma tarefa tão simples para todas as crianças, diz Megan O’Reilly Palevich, chefe da Laurel Springs School, uma escola particular online dos Estados Unidos. “Com muitos pais trabalhando remotamente e alunos aprendendo online, a ‘casa’ se transforma e vira um espaço de lazer, convivência, escritório e sala de aula simultaneamente”, diz ela. “Criar estações de trabalho separadas e silenciosas para pais e filhos, sempre que possível, pode ajudar a aliviar distrações, estresse e conflitos”, sugere.

Sono

Os distúrbios do sono em crianças diagnosticadas com transtorno do espectro autista (TEA) possuem alta prevalência, atingido de 40% a 80% delas. De acordo com o neurologista infantil Thiago Gusmão, o problema tem relação com a baixa produção de melatonina, substância natural do organismo conhecida como hormônio do sono. “Pesquisas apontam que a melatonina no corpo de pessoas com TEA é insuficiente”, explica.

CIRCUITO

ENFIM uma boa notícia: o Espírito Santo não possui mais nenhum município com risco alto para a Covid-19, de acordo com o Mapa de Risco que passou a valer a partir de ontem! Há 39 cidades em risco moderado e 39, entre elas Vitória, Vila Velha e Serra, em risco baixo. Amém!

EU, HEIN? Ciclone bomba por aqui? Foi o zumzumzum de ontem. Até o fechamento da coluna tudo estava na paz à beira-mar. Oremos!

JOSÉ Roberto Santos Neves, escritor e jornalista, avisando sobre o curso online “A Música do Espírito Santo – Sua História, Discos e Personagens”, na quinta e na sexta-feira, das 11 às 12h, com transmissão pelo Facebook e YouTube da Secretaria de Estado da Cultura (Secult).

ESTÁ EM cartaz a exposição “Diariamente” de Christina Amaral, que trabalhou durante a quarentena a experiência de estar só e buscou na fotografia a simplicidade das flores. A mostra traz 13 imagens fotográficas, disponíveis no site da galeria www.eixoarte.com.

JULIANNA Santos de Castro, ao lado do marido Guilianno, comemorou no último sábado seu aniversário em sua residencia na Ilha do Boi.

A ATRIZ Maria Ribeiro está no espetáculo online “Pós-F”, baseado nos ensaios de autoria de Fernanda Young (1970-2019), que acaba de estrear para curta temporada em formato virtual. Com direção de Mika Lins, a apresentação solo estará em cartaz aos sábados e domingos, às 20h, até o dia 4 de outubro, no Teatro Porto Seguro.  Transmissão ao vivo pelo Zoom.

A ESCOLA da Magistratura do Estado do Espírito Santo (Emes) promove o curso remoto “Alimentos: Aspectos Materiais e Processuais”, no próximo dia 23 de setembro, das 8h30 às 11h30, para integrantes do Poder Judiciário do Estado do Espírito Santo.

DEPOIS do arrocha em homenagem a Edinalva, gravado por Ciel Rodrigues e por Wesley Safadão, agora chegou a sofrência dedicada a Edilene, musa que dá nome à nova música do cantor Tayrone que acaba de ser lançada nas plataformas digitais. O ritmo é contagiante e o refrão gruda que nem chiclete.

BOM dia! Deus é pai! Amém!

E TOCA A VIDA!

Artigo anteriorColuna 14 de setembro
Próximo artigoColuna 16 de setembro
Maurício Prates nasceu em Cachoeiro de Itapemirim e a comunicação em sua vida começou muito cedo. Aos 11 anos, em 1954, produziu o seu primeiro jornal. Um jornalzinho que falava da escola, dos estabelecimentos de ensino professor Alfredo Herkenhoff. Foi até a papelaria Vieira e pesquisou com Geraldino Poubel o preço da publicação e em seguida percorreu o comércio para vender anúncios e cobrir a despesa do seu primeiro jornal. Não ganhou nada. Só mesmo experiência. No mês seguinte a história mudou e além de publicar o segundo número do jornal, ainda sobrou dinheiro para comprar um sapato novo, ir ao cinema e tomar, de uma só vez, três sorvetes na " Polar", a mais tradicional sorveteria da cidade. E não parou mais. E de lá para cá, deu no que deu! Maurício é bacharel em direito, mas nunca exerceu advocacia. É jornalista e radialista com registros no ministério do trabalho. Tudo guardado em sua carteira de trabalho. Uma única carteira, assinada somente por empresas do grupo João Santos. Sua magistral universidade de vida. O primeiro contrato de trabalho foi na fábrica de cimento, como auxiliar administrativo; depois foi para o Jornal Arauto - que circula desde de 1976 sob sua direção -. em 1978 foi contratado pela Nassau Editora Radio e TV e montou A Tribuna fm Cachoeiro. Em 1982 veio para Vitória dirigir a rede A Tribuna onde ficou até 1998, quando fez um acordo com A Tribuna, fechou o seu contrato de trabalho e lançou a sua coluna diária em A Tribuna, no dia 08 de outubro de 1998. "O grupo João Santos é, e sempre será uma extensão na minha vida, não somente profissional, mas principalmente pela formação de minha vida", diz Maurício Prates para quem quer ouvir.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here