PÉROLAS

“Prefiro morrer de paixão a morrer de tédio”

Do pintor holandês Vincent van Gogh (1853-1890).

***

“Eu sou de uma geração que cresceu escutando que nós só tínhamos os planetas do Sistema Solar. Não existia essa história de outros planetas e ninguém perguntava se era o único. Então houve, sim, uma pequena revolução”

Do astrônomo brasileiro José Dias do Nascimento, que integrou equipe que descobriu recentemente um exoplaneta batizado de TOI 257-b.

***

“Nunca sei se é o dia que tá ruim ou se sou eu”

Do humorista Whindersson Nunes.

***

“Sempre chega o momento em que até o bom torna-se insuportável”

Do escritor e jornalista Caio Fernando Abreu (1948-1996).

Toda a beleza de Isabela Jantorno em um ensaio fotográfico na Ilha do Frade (Cloves Louzada)


Eles nas redes sociais

“O lado bom de não ter Carnaval é que vai ter menos escorpiano nascendo esse ano”

@LeandroRamos

***

“Espero que você melhore daquilo que você não conta pra ninguém”

@crfleo7

NOSSA DICA

Looks franzidos em alta

Mais uma tendência da moda atual chegou ao holofote fashion diretamente do túnel do tempo: são as blusas e os vestidos mais franzidos, elaborados com lastex, um fio elástico que, quando aplicado em um tecido, cria um efeito que pode ser usado em decotes, cintura, punhos e até nas mangas de blusas e vestidos, por exemplo. Vale usar para compor produções mais românticas, em tons pastel e monocromáticas, com mangas dramáticas. Se a ideia for deixar o visual mais descolado, combine a blusa de lastex com uma calça mais estruturada. Famosas como Giovanna Ewbank, Paula Fernandes, Yasmin Brunet e Larissa Manoela já se renderam à tendência. 

Giovanna Ewbank posou com blusa de lastex bem romântica (Divulgação)

Ranking

A Ufes ficou em 16º lugar entre as universidades brasileiras e em 32º lugar na América Latina no Webometrics Ranking of World Universities, que considera critérios como excelência em pesquisa, transparência e impacto na web. O levantamento é uma iniciativa do Cybermetrics Lab, um grupo de pesquisas que pertence ao Conselho Superior de Investigações Científicas (CSIC), a maior instituição pública de pesquisa da Espanha e a terceira maior da Europa.

Retomada

O projeto Praia Acessível foi retomado na última quinta, na Curva da Jurema, em Vitória. A iniciativa permite que pessoas com deficiência ou mobilidade reduzida tenham acesso facilitado à praia com a garantia de banho de mar assistido. O serviço já está disponível e funciona todas as quintas e sextas-feiras, das 8 às 13h. Ao todo, 20 cadeiras anfíbias, flutuantes e que possuem altura que permite ao usuário sentir contato direto com a água do mar, atenderão o projeto.

História capixaba

O escritor e professor João Gualberto Vasconcellos criou o canal “Saber Capixaba” no YouTube, por meio do qual iniciou o programa “Gotas de História”, que está chegando ao final da sua primeira temporada. A série mostrou as trajetórias de personagens do cenário político estadual, como Jerônimo Monteiro, bem como as de artistas cujas carreiras impactaram a vida de Vitória nos anos 1960, a exemplo de Milson Henriques. No momento, João Gualberto estrutura a segunda temporada do programa.


A elegância do estilista capixaba Ivan Aguilar, em jantar na Enseada do Suá (Cloves Louzada)

Terço dos homens

O 8º Encontro Estadual do Terço dos Homens no Convento está marcado para acontecer no dia 29 de maio, a partir das 13h. No último dia 9, a coordenação estadual se reuniu com o Guardião do Convento da Penha, Frei Paulo Roberto Pereira, para definir ações e programação, seguindo os protocolos de segurança. Inicialmente, a programação prevista terá atividades presenciais e transmissão online, com os homens rezando o Santo Terço às 14h30 e missa às 15h.

Ayrton Senna

A vida do piloto Ayrton Senna (1960-1994) vai ser tema de uma série da Netflix, que tem previsão de ir ao ar no ano que vem. O tricampeão da Fórmula 1 deve ser interpretado pelo capixaba Chay Suede, porém o anúncio oficial só deve acontecer após o encerramento da novela “Amor de Mãe”. A direção do projeto deve ficar a cargo do cineasta Fernando Coimbra.

Celebração da carreira

Completando 40 anos de história este ano, o álbum “Face Value” de Phil Collins relembra a carreira de sucessos do cantor. E para comemorar este marco, o artista gravou uma série de podcasts chamada “A-Z of Phil Collins”. Em seis episódios de 12 minutos cada um, fãs poderão ouvir histórias inéditas sobre a carreira de prestígio do cantor, gravadas no ano passado em entrevista ao jornalista britânico Matt Everitt. Disponível em todas as plataformas digitais.

Missão adiada

A NASA anunciou uma mudança no cronograma da missão DART, que tentará desviar a órbita de um asteroide perigoso. Em vez de aproveitar a janela de lançamento primária que se abre de julho a agosto deste ano, o lançamento irá ocorrer com a janela secundária, de 24 de novembro de 2021 a 15 de fevereiro de 2022. A mudança não deverá impactar a chegada da missão ao sistema de asteroides Didymos.

Smartwatch

O Facebook pode entrar em breve no mercado de wearables, conhecidos como dispositivos vestíveis. Com previsão de lançamento para 2022, o smartwatch da empresa seria um concorrente de nomes de peso, como Apple e Samsung. O aparelho deve usar o Wear OS, uma versão do Android desenvolvida pelo Google. A empresa também tem trabalhado em um sistema próprio previsto para 2023. Ele integraria a segunda geração do relógio.

Artigo anteriorColuna 20 de fevereiro
Próximo artigoColuna 22 de fevereiro
Maurício Prates nasceu em Cachoeiro de Itapemirim e a comunicação em sua vida começou muito cedo. Aos 11 anos, em 1954, produziu o seu primeiro jornal. Um jornalzinho que falava da escola, dos estabelecimentos de ensino professor Alfredo Herkenhoff. Foi até a papelaria Vieira e pesquisou com Geraldino Poubel o preço da publicação e em seguida percorreu o comércio para vender anúncios e cobrir a despesa do seu primeiro jornal. Não ganhou nada. Só mesmo experiência. No mês seguinte a história mudou e além de publicar o segundo número do jornal, ainda sobrou dinheiro para comprar um sapato novo, ir ao cinema e tomar, de uma só vez, três sorvetes na " Polar", a mais tradicional sorveteria da cidade. E não parou mais. E de lá para cá, deu no que deu! Maurício é bacharel em direito, mas nunca exerceu advocacia. É jornalista e radialista com registros no ministério do trabalho. Tudo guardado em sua carteira de trabalho. Uma única carteira, assinada somente por empresas do grupo João Santos. Sua magistral universidade de vida. O primeiro contrato de trabalho foi na fábrica de cimento, como auxiliar administrativo; depois foi para o Jornal Arauto - que circula desde de 1976 sob sua direção -. em 1978 foi contratado pela Nassau Editora Radio e TV e montou A Tribuna fm Cachoeiro. Em 1982 veio para Vitória dirigir a rede A Tribuna onde ficou até 1998, quando fez um acordo com A Tribuna, fechou o seu contrato de trabalho e lançou a sua coluna diária em A Tribuna, no dia 08 de outubro de 1998. "O grupo João Santos é, e sempre será uma extensão na minha vida, não somente profissional, mas principalmente pela formação de minha vida", diz Maurício Prates para quem quer ouvir.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here