ELES NAS REDES SOCIAIS

“Se a sua ação foi um erro para o outro, pare e reflita! Não é sobre o que você acha, e sim sobre quem ouviu e sentiu diferente do que você imaginava.”

@Majur

“Não vejo a hora de dar certo com alguém, namorar um tempão e, independente dos meus surtos diários, a pessoa não desistir de mim.”

@metas.oficial

Daniela Barreto e Eduardo Couzi à espera do primeiro baby (Carolina Machado)

Trabalho remoto

Uma a análise global recém-publicada pelo ManpowerGroup, diz que oito em cada dez trabalhadores desejam o trabalho remoto, a fim de obter uma combinação mais saudável entre vida profissional e vida privada.  “Há algum tempo é ressaltado que a produtividade do colaborador está ligada diretamente à felicidade e à satisfação com o ambiente de trabalho em que está inserido. Quanto mais felizes, melhor será a sua produtividade”, explica a psicóloga e diretora da Psico Store, Martha Zouain.

Boa!

Com tantas famílias em vulnerabilidade social precisando de ajuda, uma plataforma conecta entidades que recebem doações e pessoas que querem doar. Trata-se do ES Solidário, uma rede que distribui doações em dinheiro, alimentos e kits de limpeza e higiene para ajudar pessoas que estão enfrentando dificuldades por conta dos efeitos da pandemia. As informações sobre a plataforma estão em coronavirus.es.gov.br/ESsolidario. Em tempo: nesta terça-feira 115 mil alunos de escolas estaduais começaram a receber cestas básicas para ajudar suas famílias.

Cultura digital

O uso de dados tornou-se fundamental para a reinvenção ou criação de modelos de negócios. “Temos que respeitar o usuário sempre. A troca de dados só vale respeitando as leis e com autorização explícita”, alerta Fabio Coelho, presidente do Google no Brasil. O capixaba aponta para a falta de uma cultura de dados nas organizações, além de pouco entendimento em como eles podem ser usados de forma integrada. “A questão é avançar. Ou faz isso ou as empresas vão, devagarinho, ficando menos relevantes e aí elas perdem competitividade”, afirma Coelho.

Hanna Estevam aproveitou o feriado de Páscoa para curtir cachoeiras no interior de Minas Gerais

Alma gêmea

Abril será o mês mais forte do ano para o amor, preveem os astrólogos. Segundo eles, o ano de 2021 terá como regente Vênus, o astro que desperta o anseio de partilha e de estabelecer vínculos de afinidade profunda e íntima com alguém. Vênus estará em Touro a partir do dia 15 de abril e se aproximará da conjunção com Urano no dia 22, fazendo com que ocorra amor à primeira vista e sorte extraordinária para encontrar uma alma gêmea compatível.

Saúde mental

O momento delicado e cheio de incertezas tem impactado a saúde mental de muita gente. O efeito disso é visto nas farmácias, que apontam aumento de 16% nas vendas de antidepressivos, equiparando março de 2019 a fevereiro de 2020, com os dados de março de 2020 a fevereiro de 2021. Na comparação entre o primeiro bimestre de 2020 e o mesmo período deste ano, o aumento foi de 10%.

Café solúvel

A Associação Brasileira da Indústria de Café Solúvel (Abics) e a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil) assinaram o projeto setorial “Instant Coffee Brazil – Explore & Enjoy”, que tem como objetivo ampliar os mercados mundiais ao café solúvel nacional. A meta é crescer 50% no volume exportado até 2025. Por falta de acordos comerciais, o País sofre forte taxação no café solúvel, que oscila de 6% a 45%, impactando diretamente na competitividade.

Larissa Cabral e Renata Tristão em evento na Ilha antes do lockdown (Cloves Louzada)

CIRCUITO

ESTÁ suspensa em Vitória a cobrança do estacionamento rotativo até o dia 18 de abril, após a manutenção de medidas restritivas do governo estadual na capital. Leitor sugere que medida continue durante todo o ano de 2021 para ajudar lojistas e consumidores a movimentarem a economia local. O comércio de bairro é o que mais sofre com o bloqueio.   

NOSSOS sentimentos aos familiares de Carlos Fernando Lindenberg Filho, o Cariê, que faleceu ontem em Vitória.

SUZANO, Águia Branca e EDP anunciaram em conjunto doações para aumentar o número de leitos para tratamento da Covid-19 nos hospitais públicos do Espírito Santo. A expectativa é que 100 novos leitos de terapia semi-intensiva sejam abertos. As empresas vão investir em equipamentos e estruturas físicas móveis, que funcionarão anexas aos hospitais Dório Silva, Jayme Santos Neves e Roberto Silvares.

A LINDA Maria Bolelli, que reside em Londres, curte temporada no Brasil com os pais, Márcia e Zé Eduardo Abreu.

A COMEMORAÇÃO do aniversário de Andrea Paula Michelini, no próximo dia 12, será ao lado do marido, Franco Bortoluzzi, e do filho, Gilbertinho, em Santa Catarina.

FÓRUM Nacional das Carreiras de Estado (Fonacate) promove, no próximo dia 27 a primeira edição do Seminário Internacional de Enfrentamento à Corrupção no Brasil. Com o tema “Como construir um futuro mais efetivo?”, o evento vai reunir acadêmicos e profissionais da área pública para discutir as novas abordagens relacionadas ao fenômeno da corrupção no século XXI.

O PREFEITO de Cachoeiro de Itapemirim, Victor Coelho, assumiu a presidência da Associação dos Municípios do Espírito Santo (Amunes). Coelho foi eleito em chapa única.

ALGUMAS plantas podem ser usadas dentro da residência e do escritório para ajudar no equilíbrio energético e limpeza do ambiente. Dentre elas estão manjericão, alecrim, arruda, comigo-ninguém-pode, espada de São Jorge e lírio da paz.

E TOCA A VIDA!

Artigo anteriorColuna 06 de abril
Próximo artigoColuna 08 de abril
Maurício Prates nasceu em Cachoeiro de Itapemirim e a comunicação em sua vida começou muito cedo. Aos 11 anos, em 1954, produziu o seu primeiro jornal. Um jornalzinho que falava da escola, dos estabelecimentos de ensino professor Alfredo Herkenhoff. Foi até a papelaria Vieira e pesquisou com Geraldino Poubel o preço da publicação e em seguida percorreu o comércio para vender anúncios e cobrir a despesa do seu primeiro jornal. Não ganhou nada. Só mesmo experiência. No mês seguinte a história mudou e além de publicar o segundo número do jornal, ainda sobrou dinheiro para comprar um sapato novo, ir ao cinema e tomar, de uma só vez, três sorvetes na " Polar", a mais tradicional sorveteria da cidade. E não parou mais. E de lá para cá, deu no que deu! Maurício é bacharel em direito, mas nunca exerceu advocacia. É jornalista e radialista com registros no ministério do trabalho. Tudo guardado em sua carteira de trabalho. Uma única carteira, assinada somente por empresas do grupo João Santos. Sua magistral universidade de vida. O primeiro contrato de trabalho foi na fábrica de cimento, como auxiliar administrativo; depois foi para o Jornal Arauto - que circula desde de 1976 sob sua direção -. em 1978 foi contratado pela Nassau Editora Radio e TV e montou A Tribuna fm Cachoeiro. Em 1982 veio para Vitória dirigir a rede A Tribuna onde ficou até 1998, quando fez um acordo com A Tribuna, fechou o seu contrato de trabalho e lançou a sua coluna diária em A Tribuna, no dia 08 de outubro de 1998. "O grupo João Santos é, e sempre será uma extensão na minha vida, não somente profissional, mas principalmente pela formação de minha vida", diz Maurício Prates para quem quer ouvir.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here