ELES NAS REDES SOCIAIS

“Medo de críticas? Medo eu tenho da minha máquina de lavar quebrar e eu ter de lavar as roupas na mão!”

@blognenemamae

“Na vida é importante se arriscar. Eu, por exemplo, peço delivery de lugares diferentes de vez em quando.”

@samjovana

As irmãs Kátia Laranja e Karla Toríbio Pimenta com as belas ninfeias de Pedra Azul

Acampamento de luxo

Quem curte o contato mais direto com a natureza característico de um camping, mas não quer abrir mão do conforto e do luxo de um hotel, pode aderir ao “glamping”, uma forma de acampamento mais glamourosa que ganha cada vez mais adeptos em destinos charmosos no Brasil como Caraíva e São Miguel do Gostoso, ou até mesmo em meio aos Alpes Suíços ou a savana africana. A ideia do “glamping” é unir o melhor dos dois mundos e oferecer aos hóspedes uma experiência diferenciada. No Espírito Santo, é aguardada para julho a inauguração do Glamping Pedra Azul, na localidade de Nossa Senhora do Carmo.

Seminário

A designer e articuladora cultural Juliana Lisboa, o artista plástico Júlio Tigre, o poeta e ator Waldo Motta e o artista e produtor cultural Winny Rocha serão os palestrantes desta quarta-feira do seminário Cidade-Mundo, promovido pelo projeto A Partir do Centro. Na programação do dia o tema “Cidade, Memória, Imagens e Palavras”, com transmissão pela plataforma Zoom e YouTube, a partir das 17h. O evento segue até sexta-feira, dia 21, com apoio da Secult, por meio da Lei Aldir Blanc, da Ufes e da Marca Ambiental.

Conexão
O Instituto de Tecnologia da Informação e Comunicação do Estado do Espírito Santo (Prodest) desenvolveu uma funcionalidade no site da  Ceturb-ES que mostra as conexões entre as linhas alimentadoras (ônibus verdinhos de Vitória) com as linhas troncais (Transcol), na Capital. Com a ferramenta é possível consultar as conexões autorizadas entre as linhas alimentadoras e as troncais: basta selecionar a linha de Vitória em que está viajando e, em seguida, clicar na linha que deseja embarcar para abrir a lista de opções para o segundo embarque. 

Mova-se!

A personal trainer Luciana Modolo é a convidada de hoje da segunda live da série “Mova-se OnLine”. Com moderação da médica Kitia Perciano, Luciana vai falar sobre hábitos saudáveis e práticas de exercícios e como eles podem influenciar positivamente na prevenção contra o câncer. O evento, gratuito, acontece no Instagram da Neon Oncologia às 19 horas.

Carina Caillaux, Aline Gatti, Cintia Demuner, Déborah Gomes e Caroline Bittencourt curtindo sol e mar na Ilha

Doce maratona

Graziella Ferrari, da Miss Gatty Brigaderia, vai promover uma maratona on-line para ajudar quem quer empreender ou aperfeiçoar técnicas no doce mundo dos brigadeiros. Até amanhã ela realiza aulas gratuitas para apresentar receitas exclusivas do doce e ensinar a outros doceiros como ampliar o negócio. As aulas serão às 19 horas e para participar basta se inscrever no link disponível no perfil @missgattybrigaderia.

Flexibilização do trabalho

O home office é apontado em pesquisas como um dos principais temas de gestão de pessoas a serem desenvolvidos em 2021 pelas organizações quando se trata de flexibilização do trabalho. Segundo o relatório Tendências de Gestão de Pessoas em 2021, realizado pelo Great Place to Work (GPTW), 51% das pessoas em home office não têm previsão de retomar o trabalho presencial, 64% preferem o modelo híbrido e apenas 4% querem o retorno do trabalho 100% presencial.

***

Para a gestora de treinamento e desenvolvimento Fabíola Costa, essa tendência exige um empenho ainda maior dos líderes para entender o cenário e propor melhorias que atendam a diferentes realidades das equipes. “As lideranças têm o desafio urgente de entender o desempenho de cada colaborador no ambiente remoto, propondo melhorias, modelos de feedbacks, reuniões e compartilhamento de trabalho que impactam positivamente na produtividade e sustentabilidade do negócio”, avalia.

O casal Franklin Bringhenti e Flávia Fardim no casamento de Gisele e Jorge Luis Mattos, no Castelo de Itaipava

Teatro

Começou em Guaçuí um dos importantes eventos do gênero no País, o 21º Festival Nacional de Teatro de Guaçuí. O encerramento, no dia 22, ficará por conta de “Os sacrilégios do amor”, do grupo Gota, Pó e Poeira, o organizador do evento. Serão 18 apresentações ao todo, com 80% das peças capixabas, mas contando com grupos vindos de Minas Gerais, Paraíba, São Paulo e Rio de Janeiro. Destaque também para a premiação do evento, que contará com um troféu em homenagem ao ator José Luiz Gobbi, que faleceu no último dia 13. 

Festival de cinema

O cenário atual não permite grandes eventos presenciais, mas nem por isso o FestCine Pedra Azul vai deixar de acontecer. Nos dias 22 e 23 deste mês o festival acontecerá de forma digital e gratuita e vai apresentar uma retrospectiva das primeiras edições do evento. A programação exibirá 14 curtas-metragens, que estão divididos em duas sessões não-competitivas. Os filmes serão transmitidos por meio do site www.festcinepedraazul.com.br.

Artigo anteriorColuna 18 de maio
Próximo artigoColuna 20 de maio
Maurício Prates nasceu em Cachoeiro de Itapemirim e a comunicação em sua vida começou muito cedo. Aos 11 anos, em 1954, produziu o seu primeiro jornal. Um jornalzinho que falava da escola, dos estabelecimentos de ensino professor Alfredo Herkenhoff. Foi até a papelaria Vieira e pesquisou com Geraldino Poubel o preço da publicação e em seguida percorreu o comércio para vender anúncios e cobrir a despesa do seu primeiro jornal. Não ganhou nada. Só mesmo experiência. No mês seguinte a história mudou e além de publicar o segundo número do jornal, ainda sobrou dinheiro para comprar um sapato novo, ir ao cinema e tomar, de uma só vez, três sorvetes na " Polar", a mais tradicional sorveteria da cidade. E não parou mais. E de lá para cá, deu no que deu! Maurício é bacharel em direito, mas nunca exerceu advocacia. É jornalista e radialista com registros no ministério do trabalho. Tudo guardado em sua carteira de trabalho. Uma única carteira, assinada somente por empresas do grupo João Santos. Sua magistral universidade de vida. O primeiro contrato de trabalho foi na fábrica de cimento, como auxiliar administrativo; depois foi para o Jornal Arauto - que circula desde de 1976 sob sua direção -. em 1978 foi contratado pela Nassau Editora Radio e TV e montou A Tribuna fm Cachoeiro. Em 1982 veio para Vitória dirigir a rede A Tribuna onde ficou até 1998, quando fez um acordo com A Tribuna, fechou o seu contrato de trabalho e lançou a sua coluna diária em A Tribuna, no dia 08 de outubro de 1998. "O grupo João Santos é, e sempre será uma extensão na minha vida, não somente profissional, mas principalmente pela formação de minha vida", diz Maurício Prates para quem quer ouvir.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here