A Palavra

“Acima de tudo, porém, revistam-se do amor, que é o elo perfeito. Que a paz de Cristo seja o juiz em seu coração, visto que vocês foram chamados para viver em paz, como membros de um só corpo. E sejam agradecidos. Habite ricamente em vocês a palavra de Cristo; ensinem e aconselhem-se uns aos outros com toda a sabedoria e cantem salmos, hinos e cânticos espirituais com gratidão a Deus em seu coração.” Colossenses 3:14-17.

ELES NAS REDES SOCIAIS

“Objetivo: malhar e ter o corpo definido. Obstáculo: eu ir malhar.”

@sincerooficial

“Meu interesse diminui dependendo da posição política da pessoa.”

@kerlinecardoso

Priscila Rocha na Confraria Luxo BTZ (Cloves Louzada)

Otimismo

Foliões do Brasil inteiro estão esperançosos com a realização do Carnaval em 2022. Em Vitória e no Rio de Janeiro as escolas de samba já se movimentam para os desfiles, apostando no avanço da vacinação até lá e a liberação de grandes eventos. Em Salvador, a prefeitura estuda modelos para a realização da folia, que, dependendo da situação da pandemia, poderia acontecer em ambientes controlados e não nos tradicionais circuitos de rua.

Aprendizado

Com o objetivo de fortalecer a aprendizagem das crianças desde a Educação Infantil até as séries finais do Ensino Fundamental, será realizada nesta semana nas escolas do Estado a Avaliação da Fluência em Leitura 2021 do Programa de Alfabetização em Regime de Colaboração (PARC). A partir dos resultados, será possível identificar o nível de fluência em que cada estudante se encontra, de modo que sejam desenvolvidas ações que consolidem o processo de alfabetização.  

EAD

Se depender dos estudantes, o ensino à distância nas universidades pode virar uma constante, mesmo após a pandemia. A Associação Brasileira de Mantenedoras de Ensino Superior (Abmes) aponta que os universitários gostaram do modelo de EAD e pretendem voltar para a faculdade apenas para ter aulas práticas. Pelo menos é o que afirma o levantamento Observatório da Educação Superior, no qual 55% dos alunos dizem adotariam o modelo híbrido de estudo.

Dani Mendes, Valdecir Nunes e Miguel curtindo dias de sol em Natal (Romina Soledad)

Ideias

Um programa do Ministério da Economia, chamado Ideiaz, irá apoiar 450 projetos de negócios em fase inicial, no que é chamado tecnicamente de etapa de “ideação”. O auxílio envolve capacitação, orientações e suporte tecnológico para que cada equipe possa desenvolver as diferentes propostas de empresas. Serão ofertadas 25 horas de apoio e o edital de chamamento está aberto até dia 23 de agosto.

Paquera vacinada

Até o app de paquera mais famoso do mundo entrou na onda pró-vacina e muita gente por aí se recusando a receber a imunização… O Tinder agora conta com a “Central de Vacinação”, uma aba no app que disponibiliza informações sobre a vacinação e adesivos para os usuários colocarem no perfil e mostrarem apoio à campanha.

Cérebro pandêmico

Cientistas têm notado uma série de consequências ao nosso cérebro, resultado do estresse crônico e do confinamento por causa da pandemia. Eles defendem que algumas áreas do cérebro foram afetadas a ponto de passar por uma alteração de tamanho e chamam o fenômeno de “cérebro pandêmico”. Os pesquisadores usaram exames de imagem de pessoas socialmente isoladas e detectaram mudanças no volume das regiões cerebrais.

Ana Portugal, Naira Lili e Érika Rezende nos dois anos do Barlavento (Leonardo Gurgel)

Proteção para os pequenos

Uma nova política do Google que será implementada nas próximas semanas determina que as imagens de menores possam ser excluídas dos resultados a pedido de seus pais ou responsáveis legais. Essa é uma das ferramentas que a empresa está disponibilizando para proteger os pequenos.

Selic em alta

O Comitê de Política Monetária (Copom) do Banco Central aumentou a taxa básica de juros (Selic) em 1%. A magnitude da alta surpreendeu, com aceleração da elevação, agora, para 100 pontos, com a meta indo a 5,25% ao ano. “A dúvida que fica é sobre a relação entre a Selic maior e os investimentos, e sobre o quanto o Banco Central do Brasil tem demonstrado preocupação com a inflação. Na nossa visão, talvez o Bacen não esteja tão preocupado”, avalia o assessor de investimentos Lélio Monteiro.

Protesto

A pandemia deixou muitas pessoas com dívidas acumuladas e comerciantes estão enfrentando dificuldades na hora de receber. O protesto extrajudicial é uma alternativa, com amparo da lei, para apoiar no recebimento de valores não pagos. “Quando o comerciante protesta uma dívida não paga, o cartório intima o devedor pessoalmente a quitar o valor em até três dias úteis”, explica Alexandre Cola, Diretor de Protesto de Títulos do Sinoreg-ES.  

Em noite de novos drinques em varanda top da Praia do Canto, Isabela Pantaleão,Thaynara Fumiere e Aline Souza (Cloves Louzada)

Artigo anteriorColuna 15 de agosto
Próximo artigoMesa de Negócios – Fotos: Cloves Louzada
Maurício Prates nasceu em Cachoeiro de Itapemirim e a comunicação em sua vida começou muito cedo. Aos 11 anos, em 1954, produziu o seu primeiro jornal. Um jornalzinho que falava da escola, dos estabelecimentos de ensino professor Alfredo Herkenhoff. Foi até a papelaria Vieira e pesquisou com Geraldino Poubel o preço da publicação e em seguida percorreu o comércio para vender anúncios e cobrir a despesa do seu primeiro jornal. Não ganhou nada. Só mesmo experiência. No mês seguinte a história mudou e além de publicar o segundo número do jornal, ainda sobrou dinheiro para comprar um sapato novo, ir ao cinema e tomar, de uma só vez, três sorvetes na " Polar", a mais tradicional sorveteria da cidade. E não parou mais. E de lá para cá, deu no que deu! Maurício é bacharel em direito, mas nunca exerceu advocacia. É jornalista e radialista com registros no ministério do trabalho. Tudo guardado em sua carteira de trabalho. Uma única carteira, assinada somente por empresas do grupo João Santos. Sua magistral universidade de vida. O primeiro contrato de trabalho foi na fábrica de cimento, como auxiliar administrativo; depois foi para o Jornal Arauto - que circula desde de 1976 sob sua direção -. em 1978 foi contratado pela Nassau Editora Radio e TV e montou A Tribuna fm Cachoeiro. Em 1982 veio para Vitória dirigir a rede A Tribuna onde ficou até 1998, quando fez um acordo com A Tribuna, fechou o seu contrato de trabalho e lançou a sua coluna diária em A Tribuna, no dia 08 de outubro de 1998. "O grupo João Santos é, e sempre será uma extensão na minha vida, não somente profissional, mas principalmente pela formação de minha vida", diz Maurício Prates para quem quer ouvir.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here