ELES NAS REDES SOCIAIS

“Se Adele com 33 anos pode lançar um álbum chamado ‘30’, eu também posso diminuir três anos da minha idade.”

@kadupacheco

“Depois de velho você passa a apreciar casa arrumada, boleto pago antes do vencimento e lugar para sentar.”

@thayneto

O casal cachoeirense Luciano Muceline e Juliana Ortega Tavares curtindo Búzios no feriadão

“Reduflação”

De olho nas embalagens! Com a inflação em alta, empresas alimentícias têm utilizado a estratégia chamada “reduflação” (conhecida como shrinkflation no exterior), que implica na redução do conteúdo do produto, seja unidade ou quantidade, sem reajustar o valor do item. Essa tática faz com que o consumidor tenha a falsa sensação de que o artigo não sofreu ajustes no preço, ou até mesmo, que está mais barato.

Aniversário

Na próxima segunda-feira, Hugo Rodrigues comemora o primeiro ano do projeto Mesa de Negócios, que já conta com mais de 200 empresas ativas participantes. O encontro será às 19h no Vila Parque Boliche, localizado no Shopping Boulevard, em Vila Velha. A noite de comemoração terá shows de Rodrigo Balla, Marcelo Ribeiro e Amaro Lima.  A festa promete!  

Doação de medula

O Projeto Irmão de Medula realiza neste sábado uma ação de cadastro para futuros doadores de medula óssea. O evento é idealizado por Índio, ex-técnico da seleção de futebol de areia e atual subsecretário de esportes de Vitória, e acontece no Clube dos Oficiais, das 10 às 15 horas. Podem participar pessoas com idade entre 18 e 35 anos. Para o cadastro, basta doar 5ml de sangue.

A psicóloga e especialista em carreiras Daniela Morais em curso de Técnicas de Liderança (Cloves Louzada)

Carnaval? Será?

A expectativa de um Carnaval nos moldes do “velho normal” ronda a cabeça dos foliões de norte a sul do País. Pesquisadores da Fiocruz e da UFRJ apontam que um Carnaval seguro poderá acontecer caso o País tenha atingido 80% da população adulta vacinada com as duas doses até fevereiro de 2022. Esse dado é importante sobretudo para liberar a folia em cidades como Rio de Janeiro, Salvador e São Paulo.

Diga sim à vacina!

Se a esta altura da pandemia alguém está em dúvida sobre tomar a vacina contra a Covid-19 ou não, é bom ficar sabendo do resultado de uma pesquisa do renomado Imperial College London: pesquisadores descobriram que as taxas de infecção de Covid-19 são três a quatro vezes maiores entre pessoas não vacinadas do que entre as que haviam recebido as duas doses. Para o estudo foram analisadas 100 mil pessoas no Reino Unido.

Recuperação gradual

O setor do turismo deve fechar 2021 com cerca de 70% do faturamento de 2019, segundo a Associação Brasileira de Agências de Viagens (ABAV). Para o secretário-geral do Setpes, Jaime de Angeli, o resultado é importante e mostra o retorno das atividades turísticas. “São quase dois anos nos esforçando para continuar operando com segurança, a recuperação é fruto desse trabalho”, comenta.

Jacqueline Sily Magalhães comemorou seu aniversário ao lado do marido, Jutahy Magalhães, da irmã Brunella Bumachar e de sua mãe, Geisha Sily, em Peracanga, Guarapari

Pausa

O Instagram quer incentivar os jovens a dar um tempo no uso da plataforma para descansar e minimizar os possíveis impactos nocivos da rede. O aplicativo deve adicionar um alerta para recomendar a pausa e evitar as longas sessões de stories, interações no feed e rolagem de tela com o Reels. A empresa ainda não explicou como isso será feito, mas já é um grande avanço para que os teens diminuam o tempo de tela.

Sem desertos digitais

Os chamados desertos digitais, locais em que a população não tem acesso à internet, devem acabar no Brasil com a chegada do 5G, afirma o ministro das Comunicações, Fábio Faria. O leilão das quatro faixas de frequência acontece dia 4 de novembro e deve arrecadar mais de R$ 49 bilhões, sendo que 80% deste valor será investido no setor de telecomunicações para garantir a universalização da web.

Artigo anteriorColuna 15 de outubro
Próximo artigoColuna 17 de outubro
Maurício Prates nasceu em Cachoeiro de Itapemirim e a comunicação em sua vida começou muito cedo. Aos 11 anos, em 1954, produziu o seu primeiro jornal. Um jornalzinho que falava da escola, dos estabelecimentos de ensino professor Alfredo Herkenhoff. Foi até a papelaria Vieira e pesquisou com Geraldino Poubel o preço da publicação e em seguida percorreu o comércio para vender anúncios e cobrir a despesa do seu primeiro jornal. Não ganhou nada. Só mesmo experiência. No mês seguinte a história mudou e além de publicar o segundo número do jornal, ainda sobrou dinheiro para comprar um sapato novo, ir ao cinema e tomar, de uma só vez, três sorvetes na " Polar", a mais tradicional sorveteria da cidade. E não parou mais. E de lá para cá, deu no que deu! Maurício é bacharel em direito, mas nunca exerceu advocacia. É jornalista e radialista com registros no ministério do trabalho. Tudo guardado em sua carteira de trabalho. Uma única carteira, assinada somente por empresas do grupo João Santos. Sua magistral universidade de vida. O primeiro contrato de trabalho foi na fábrica de cimento, como auxiliar administrativo; depois foi para o Jornal Arauto - que circula desde de 1976 sob sua direção -. em 1978 foi contratado pela Nassau Editora Radio e TV e montou A Tribuna fm Cachoeiro. Em 1982 veio para Vitória dirigir a rede A Tribuna onde ficou até 1998, quando fez um acordo com A Tribuna, fechou o seu contrato de trabalho e lançou a sua coluna diária em A Tribuna, no dia 08 de outubro de 1998. "O grupo João Santos é, e sempre será uma extensão na minha vida, não somente profissional, mas principalmente pela formação de minha vida", diz Maurício Prates para quem quer ouvir.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here