A Palavra

Para começar bem a semana: “Ouve, Senhor, e tem misericórdia de mim; Senhor, sê tu o meu auxílio. Mudaste o meu pranto em dança, a minha veste de lamento em veste de alegria, para que o meu coração cante louvores a ti e não se cale. Senhor, meu Deus, eu te darei graças para sempre”. Salmos 30: 10-12.

ELES NAS REDES SOCIAIS

“Se você quer me achar neste mês, é só procurar uma festa junina. Estarei na barraca dos doces.”

@essataldeju

“Todo dia 5 é a mesma coisa: fico esperando o banco esquecer das compras desnecessárias que fiz no meu cartão.”

@raoulzito

As cunhadas Paula Baião e Luciana Mattar Nemer em almoço na Ilha (Cloves Louzada)

Junho Laranja

Anemia e leucemia são os alvos da campanha Junho Laranja, que visa trazer mais informação à população sobre essas condições de saúde. “É muito importante que a população tenha informação para investigar casos suspeitos de anemia e leucemia. A detecção precoce dessas condições aumenta a chance de bons prognósticos”, defende o hematologista Douglas Covre Stocco.

Serviços em cartórios

O presidente da OAB da Serra, Ítalo Scaramussa, se reuniu com a presidente do Sindicato dos Notários e Registradores do Estado (Sinoreg), Marisa Amado, para tratar de uma nova parceria entre os órgãos. Juntos, eles vão criar estratégias de divulgação de serviços jurídicos que podem ser realizados nos cartórios, com mais eficiência e rapidez, sem a necessidade de uma ação judicial. 

Saúde física e mental

Emerson Lima, especialista em imóveis, afirma que os costumes ecológicos e sustentáveis são uma tendência moderna que precisa fazer parte dos atuais e futuros projetos de empreendimentos. Uma das alternativas para adotar essa tendência nos imóveis é oferecer, por exemplo, espaços para horta e pomar aos futuros residentes.

Roberta Drummond e Rafaela Casati em evento do Top Clube Décor, no Bairro República

Redução

Um projeto desenvolvido em 19 hospitais pelo SUS reduziu a mortalidade materna em mais de 30%. Foram feitas ações de melhoria nos procedimentos médicos com foco nos três principais motivos para a morte de gestantes, que são hipertensão, hemorragia e infecção. O projeto é coordenado pelo Hospital Albert Einstein e resultou na queda de 37% na taxa de mortalidade materna geral.

Urnas seguras

A comissão de entidades que participaram do teste público de segurança (TPS) do sistema eletrônico das eleições deste ano entregou ao Tribunal Superior Eleitoral relatório que comprovou, mais uma vez, que as urnas são seguras. De acordo com o relatório, o sistema da urna eletrônica continua “íntegro e seguro”.

Luciane Almeida e Danielle Vieira em coquetel na Praia do Canto (Cloves Louzada)

Sem transtornos

Em todo o mundo, estima-se que mais de 70 milhões de pessoas sejam afetadas por alguma forma de transtorno alimentar. Por isso a Associação Brasileira de Transtornos Alimentares (Astral) lançou a campanha “Seja um agente de transformação!” para incentivar um estilo de vida ativo, sem foco exclusivo no peso corporal, e o incentivo à construção de uma imagem corporal positiva.

Combate

O Ministério da Mulher, Família e Direitos Humanos vai investir R$ 10 milhões para implementar um modelo nacional de combate à violência contra crianças e adolescentes na internet. Os recursos devem ser executados em parceria com o Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (Pnud).  

Fazendo o bem em almoço da Afecc, Gisely Calhau, Lilian Meireles, Marlene Bressan e Talita Guimarães (Cloves Louzada)

Artigo anteriorMeia-calça quentinha
Próximo artigoColuna 07 de junho
Maurício Prates nasceu em Cachoeiro de Itapemirim e a comunicação em sua vida começou muito cedo. Aos 11 anos, em 1954, produziu o seu primeiro jornal. Um jornalzinho que falava da escola, dos estabelecimentos de ensino professor Alfredo Herkenhoff. Foi até a papelaria Vieira e pesquisou com Geraldino Poubel o preço da publicação e em seguida percorreu o comércio para vender anúncios e cobrir a despesa do seu primeiro jornal. Não ganhou nada. Só mesmo experiência. No mês seguinte a história mudou e além de publicar o segundo número do jornal, ainda sobrou dinheiro para comprar um sapato novo, ir ao cinema e tomar, de uma só vez, três sorvetes na " Polar", a mais tradicional sorveteria da cidade. E não parou mais. E de lá para cá, deu no que deu! Maurício é bacharel em direito, mas nunca exerceu advocacia. É jornalista e radialista com registros no ministério do trabalho. Tudo guardado em sua carteira de trabalho. Uma única carteira, assinada somente por empresas do grupo João Santos. Sua magistral universidade de vida. O primeiro contrato de trabalho foi na fábrica de cimento, como auxiliar administrativo; depois foi para o Jornal Arauto - que circula desde de 1976 sob sua direção -. em 1978 foi contratado pela Nassau Editora Radio e TV e montou A Tribuna fm Cachoeiro. Em 1982 veio para Vitória dirigir a rede A Tribuna onde ficou até 1998, quando fez um acordo com A Tribuna, fechou o seu contrato de trabalho e lançou a sua coluna diária em A Tribuna, no dia 08 de outubro de 1998. "O grupo João Santos é, e sempre será uma extensão na minha vida, não somente profissional, mas principalmente pela formação de minha vida", diz Maurício Prates para quem quer ouvir.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here