A Palavra

Para começar bem a semana: “Ninguém tem maior amor do que aquele que dá a sua vida pelos seus amigos. Vocês serão meus amigos, se fizerem o que eu ordeno. Já não os chamo servos, porque o servo não sabe o que o seu senhor faz. Em vez disso, eu os tenho chamado amigos, porque tudo o que ouvi de meu Pai eu tornei conhecido a vocês.” João, 15:13-15.

ELES NAS REDES SOCIAIS

“Não deixe seu ônibus saber que você tem entrevista de emprego, reunião de trabalho, consulta no médico ou tem de apresentar um trabalho na faculdade.”

@tiao_salgados

“A minha alimentação é muito equilibrada… Qual vou escolher hoje? Jejum absoluto ou 4 mil calorias?”

@boronjuly

Lígia Batalha e Adriele Alves em coquetel em Vila Velha (Cloves Louzada)

Feira literária

Após dois anos, a tradicional Feira Literária de Parati (Flip) vai ser realizada entre os dias 23 e 27 de novembro no balneário carioca. Neste ano o evento se propõe a trazer para o centro da cena escritores e artistas colocados à margem, com o tema Ver o Invisível e homenagem à escritora Maria Firmina dos Reis.  

Alerta

A falsa sensação de segurança da população, a desinformação e a falta de campanhas educativas estão contribuindo para que a cobertura vacinal esteja em queda no Brasil desde 2015, alerta a Sociedade Brasileira de Imunizações (SBIm). A SBIm adverte ainda que, se o país não atingir as metas de vacinação, pode voltar a enfrentar surtos de doenças que já haviam sido eliminadas, como a poliomielite.  

Dados vendidos

Uma pesquisa da Norton Labs, laboratório da empresa de segurança, descobriu que, no Brasil, oito em cada 10 dos sites mais populares da internet coletam as pesquisas realizadas pelos utilizadores em suas ferramentas internas, dividindo tais informações para uso em ações de marketing direcionado. A prática fere a Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD) e pode deixar usuários vulneráveis.

Valéria Nemer, Kafa Junger e Carlota Gottardi no aniversário da amiga Mary Helal (Camilla Baptistin)

Intervalos

Desacelerar por pequenos intervalos de 10 minutinhos durante o dia pode reduzir o risco de desenvolver a síndrome de Burnout. É o que revela estudo publicado na revista Plos One. A maior eficácia se dá nas pausas destinadas a alguma atividade física, como alongamento e caminhadas, e a momentos de relaxamento para leitura e assistir vídeos.

Recuperação

A Embratur divulgou que a meta ainda para este ano é recuperar 100% das chegadas de voos internacionais, que sofreram perdas durante a pandemia. Para isso, a agência tem feito reuniões com empresas aéreas e há previsão de 134 novos voos e frequências adicionais até fevereiro de 2023.

Sem carne

A tendência mundial de se consumir menos carne e, desta forma, colaborar com a redução dos impactos climáticos da pecuária, ganhou mais força na Holanda. A cidade de Haarlem está muito perto de proibir a maioria dos anúncios de carne em espaços públicos e se tornar a primeira no mundo a tomar este tipo de iniciativa.

O secretário de Cultura de Vitória, Fabrício Noronha, e a apresentadora da TV Tribuna Lu Lima (Cloves Louzada)

Aposentadoria

O Brasil apareceu como segundo pior lugar para se aposentar em um ranking global com 44 países, ficando atrás apenas da Índia. O relatório é feito pela consultoria de investimentos Natixis, que cruza diferentes dados relativos a saúde, qualidade de vida, inflação e bens materiais para chegar ao resultado final. Os melhores locais para se aposentar, segundo o índice, são Noruega, Suíça, Islândia, Irlanda e Austrália.  

Varejo e e-commerce

Os supermercados e hipermercados estão entre os varejistas que mais utilizam aplicativos como canal de venda: 29% utilizam apps próprios e 23% de delivery. Os dados foram coletados por meio do Índice de Produtividade Tecnológica (IPT) de Varejo, que avaliou o uso de tecnologias e seu desempenho em estabelecimentos do setor.

Eliana Von Schilgen e Gláucia Baião em festa na Ilha do Boi (Camilla Baptistin)
Artigo anteriorComeçar de novo
Próximo artigoColuna 20 de setembro
Maurício Prates nasceu em Cachoeiro de Itapemirim e a comunicação em sua vida começou muito cedo. Aos 11 anos, em 1954, produziu o seu primeiro jornal. Um jornalzinho que falava da escola, dos estabelecimentos de ensino professor Alfredo Herkenhoff. Foi até a papelaria Vieira e pesquisou com Geraldino Poubel o preço da publicação e em seguida percorreu o comércio para vender anúncios e cobrir a despesa do seu primeiro jornal. Não ganhou nada. Só mesmo experiência. No mês seguinte a história mudou e além de publicar o segundo número do jornal, ainda sobrou dinheiro para comprar um sapato novo, ir ao cinema e tomar, de uma só vez, três sorvetes na " Polar", a mais tradicional sorveteria da cidade. E não parou mais. E de lá para cá, deu no que deu! Maurício é bacharel em direito, mas nunca exerceu advocacia. É jornalista e radialista com registros no ministério do trabalho. Tudo guardado em sua carteira de trabalho. Uma única carteira, assinada somente por empresas do grupo João Santos. Sua magistral universidade de vida. O primeiro contrato de trabalho foi na fábrica de cimento, como auxiliar administrativo; depois foi para o Jornal Arauto - que circula desde de 1976 sob sua direção -. em 1978 foi contratado pela Nassau Editora Radio e TV e montou A Tribuna fm Cachoeiro. Em 1982 veio para Vitória dirigir a rede A Tribuna onde ficou até 1998, quando fez um acordo com A Tribuna, fechou o seu contrato de trabalho e lançou a sua coluna diária em A Tribuna, no dia 08 de outubro de 1998. "O grupo João Santos é, e sempre será uma extensão na minha vida, não somente profissional, mas principalmente pela formação de minha vida", diz Maurício Prates para quem quer ouvir.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here